Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Como funciona o Consórcio Honda

Escrito por: Priscila Gomes em 10 de abril de 2019

O consórcio Honda é uma maneira simples de garantir o sonho de ter uma moto na garagem. Mas antes de decidir qualquer coisa, é válido saber como funciona esta forma de aquisição de um veículo.

Entre as vantagens deste consórcio estão: planos com até 26 contemplações por mês e parcelas que cabem no bolso. A cada dez motocicletas Honda, quatro são pelo consórcio, por isso, é considerado uma ótima alternativa em comparação com outras opções do mercado.

Como funciona o Consórcio Honda

Você sabia que o número de pessoas interessadas em consórcios e financiamento está crescendo no Brasil?

o que mostra uma pesquisa feita pela B3, junção da BM&FBOVESPA com a Cetip, que mostra que os financiamentos de veículos em 2018 cresceram 7,5% em comparação ao ano anterior. Foram feitos 424.584 financiamentos de veículos, sendo 163.339 de novos.

Neste artigo explicaremos o que é e o passo a passo de como fazer, além de detalhes importantes para que não haja dúvidas ou arrependimentos após a escolha de participar de um consórcio.

Confira os seguintes pontos e fique por dentro das regras do consórcio Honda:

O que é um consórcio e como funciona? 

O que é o consórcio Honda?

O que é necessário para abrir um consórcio Honda?

É possível fazer consórcio com o nome sujo?

O que é contemplação de consórcio?

O que é uma carta de crédito de consórcio?

Como funciona o lance de um consórcio?

Qual a diferença entre lance livre e lance fixo?

Como cancelar um consórcio da Honda?

O que é um consórcio e como funciona?

O consórcio, seja de moto, de carro, casa, de dinheiro ou de qualquer outra modalidade, é a união de pessoas físicas ou jurídicas que têm por finalidade adquirir um bem ou serviço em parcelas pequenas com maiores facilidades.

Cada consórcio possui um prazo de duração e número de cotas já definidos e é promovido por uma administradora. O gerente costuma fazer uma pesquisa sobre a vida financeira dos interessados para fazer uma simulação de crédito que se encaixe com o orçamento do cliente.

Salário e despesas como aluguel e conta de luz são alguns dos itens avaliados pelo profissional. É comum que um valor de entrada do bem ou serviço seja dado e o resto seja dividido em parcelas de até 60 meses. Mas algumas administradoras podem estender para até 72 meses, ou seja, seis anos.

Na prática, o consórcio funciona assim…

Uma administradora autorizada tem a permissão de criar grupos de pessoas que desejam adquirir seu próprio automóvel, por exemplo. Ao atingirem o número X de participantes, todos começam a pagar suas parcelas mensais e a empresa fecha o grupo.

Em seguida, o sorteio de uma carta de crédito é feito todos os meses entre o grupo de consorciados. No mínimo, um participante é sorteado por mês e este poderá comprar seu carro, moto ou outro bem específico com a carta de crédito.

além de conseguir a carta por sorteio, os integrantes do grupo também podem fazer lances e conseguir o veículo antes de serem sorteados. Então fica assim: o consorciado pode ter seu bem esperando ser sorteado durante o prazo pré-estabelecido ou dando um lance.

O que é o consórcio Honda?

Como funciona o Consórcio Honda

Fundado em 1981, o consórcio Honda é referência no financiamento de motos no país. São mais de 500 colaboradores e mais de 5 milhões de motocicletas entregues desde sua criação. Para fazer um consórcio, você pode procurar uma das centenas de concessionárias espalhadas pelo Brasil.

Segundo informações da empresa, mais de 35 mil pessoas são contempladas todos os meses. Inclusive, há planos que oferecem até 26 contemplações mensais. Ou seja: o cliente é sorteado com mais rapidez.

Não diferente dos demais tipos, o consórcio Honda é a junção de pessoas com um objetivo em comum: realizar o sonho de ter uma motocicleta Honda. Os grupos do consórcio Honda são formados por pessoas que pretendem adquirir este bem em faixas de preços aproximadas.

Os consorciados pagam mensalmente suas parcelas para a administradora que lida com todos os trâmites do sorteio e são contemplados no decorrer dos meses acordados.

Neste sorteio, que é realizado mensalmente, os sorteados ganham uma carta de crédito para adquirir sua moto. É válido lembrar que as parcelas devem continuar sendo quitadas até o final todos os meses, independente se foi contemplado no início, meio ou final do consórcio.

Formação dos grupos

No consórcio Honda, os grupos são formados de acordo com o valor da motocicleta e características do plano de consórcio. Itens como prazo, número de contemplações mensais e data de vencimento são avaliados. Cada grupo, portanto, possui sua particularidade.

sentido, o valor da maior cota não pode ultrapassar mais de 50% o valor da menor. Ou seja, se o menor valor do bem for R$1.000, o maior valor do grupo não pode ser maior que R$1.500. Esta forma de organização facilita a contemplação de todos os envolvidos.

O que é necessário para abrir um consórcio Honda?

Para participar do consórcio é preciso procurar uma Honda mais próxima de você. A administradora é quem junta os interessados no mesmo modelo e plano que você e fará toda parte burocrática do consórcio. Neste momento, serão apresentados os planos disponíveis e será possível escolher o que mais tem a ver com suas finanças ou gostos pessoais.

Antes de abrir um consórcio, é interessante entender que as parcelas são formadas pelo (a):

– Fundo Comum: valor destinado à compra da motocicleta. Ele é utilizado para contemplar mensalmente os consorciados, seja pelo sorteio ou lance. No fim do consórcio o dinheiro que não foi utilizado para este fim volta para o cliente.

– Taxa de Administração: valor que a administradora cobra para organizar e administrar o grupo até o fim do consórcio.

– Fundo de Reserva: valor pago para emergências que podem haver no grupo. Pode ser utilizado em situações onde não há saldo no Fundo Comum da cota.

– Seguro de Vida: valor calculado sobre as parcelas. O dinheiro é uma porcentagem cobrada mensalmente para garantir que o consorciado que faleça ou tenha invalidez permanente por acidente não fique sem o bem. Se acontecer uma dessas situações, o montante que falta será quitado pela seguradora e a contemplação será feita.

As parcelas podem ser pegas pelo “Slip”, que é o boleto específico da Honda, recebido pelo correio ou e-mail. Ele pode ser pago em caixas eletrônicos, casas lotéricas, internet banking ou por meio do débito automático. Apenas quem está em dia com o pagamento pode participar dos sorteios mensais.

É possível fazer consórcio com nome sujo?

Sim, é possível entrar em consórcio com nome sujo no SPC/Serasa, mas é difícil uma administradora abrir mão dessa garantia. Vamos pensar juntos: se uma pessoa está com o nome sujo, significa que, de certa forma, não conseguiu arcar com as obrigações financeiras.

E toda empresa, seja grande ou pequena, precisa de garantias para ter certeza se fazendo um bom negócio com um cliente que não dará o famoso “calote”. Por isso, apesar de ser permitido fazer um consórcio com o nome sujo, às vezes o resultado não é o esperado.

Não há regras que impeçam uma pessoa de participar de um consórcio por estar com nome sujo. O regulamento diz que é necessário apenas pagar as parcelas em dia para participar do sorteio do mês.

Mas, como resultado, a administradora pode não liberar a carta de crédito em seu nome. Essa restrição não faz com que o cliente perca o direito da contemplação, mas, sim, o impedimento de finalizar a compra do veículo desejado até que seja normalizado o saldo devedor. Nesse caso, é possível quitar a dívida e solicitar uma revisão da análise de crédito.

Também pode acontecer de exigirem outros tipos de garantias que não seja o nome limpo. Todavia, no geral, o interesse das administradoras é que o consorciado não tenha problemas com os órgãos de proteção ao crédito.

forma, é importante ler detalhadamente o contrato para que não seja pego de surpresa durante o consórcio. É interessante já iniciar a conquista de um sonho com o pé direito, portanto, resolva as pendências financeiras para que o processo seja o mais tranquilo possível.

O que é contemplação de consórcio?

O momento mais aguardado por quem paga qualquer tipo de consórcio é o da contemplação. Os meses vão passando, as parcelas sendo pagas e a ansiedade toma conta. Mas você sabe o que fazer após a contemplação?

Primeiramente, a contemplação é o momento em que o consorciado já tem autorização para poder retirar sua motocicleta da concessionária. Ela pode ser por meio do sorteio ou do lance.

Para os que estão com pressa, o lance é a melhor opção. Existem dois tipos: o lance fixo e o lance livre. O consorciado que tiver maior percentual será contemplado pelo lance.

a moto não é complicado: é necessário ir a uma concessionária com a Carteira de Identidade, Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), comprovante de renda e comprovante de residência.

O que é uma carta de crédito de consórcio?

No consórcio, você compra uma cota e se torna parte de um grupo com características próprias. Em cada assembleia são realizados um número X de sorteios, podendo ter 7, 12, 13, 16 ou 26 contemplações, de acordo com o plano. Quem é contemplado ganha a carta de crédito, que é um instrumento de finanças.

A carta de crédito, portanto, é o documento que o consorciado recebe quando é contemplado. Essa carta dá a ele o direito de utilizar o valor dela para a compra do veículo. Ao escolher a motocicleta, o cliente deve entregar a carta para a administradora no momento da compra.

Por exemplo, se o cliente decide fazer um consórcio de R$100 mil, receberá uma carta de crédito no mesmo valor para usar de acordo com o que foi acertado em contrato. Segundo as regras do consórcio, também é possível que consorciados utilizem a carta de crédito para quitação de financiamento.

Como funciona o lance de um consórcio?

Como já mencionado, apenas quem está em dia com as parcelas pode participar do lance ou do sorteio. Quanto maior o lance, mais chances de contemplação porque quem oferece mais dinheiro levará a moto. É como se fosse um leilão e os lances podem ser feitos na concessionária Honda mais próxima, pelo site ou pelo telefone.

só é pago se houver contemplação. Após o lance, o valor dado será descontado do saldo devedor. Ou seja: quanto maior o lance, menos dinheiro você ficará devendo à administradora. Dessa forma é possível reduzir o número de prestações ou o valor da parcela mensal.

Qual a diferença entre lance livre e lance fixo?

O lance é indicado para quem tem pressa e dinheiro sobrando para o investimento. As diferenças entre o lance fixo e o lance livre são as seguintes:

Lance fixo: porcentagem do valor da moto que é determinada pela administradora;

– Lance livre: qualquer oferta.

, é possível utilizar o valor da sua motocicleta (caso já tenha uma) para dar como lance. Nesse caso, é necessário ir até a concessionária para avaliação do veículo. Dependendo da negociação, é possível fazer a troca da moto por um lance no consórcio.

Como cancelar um consórcio Honda?

É possível cancelar a cota em qualquer momento antes da contemplação. A desistência pode ser formalizada por uma carta enviada ao Consórcio Nacional Honda (CNH) ou pode ser feita  automaticamente após três parcelas em atraso.

Após confirmada a desistência, o cliente passa de consorciado ativo a consorciado excluído e continuará concorrendo nos sorteios. A única diferença é que ao invés do veículo, ele receberá os valores que tem direito.

Essa devolução dos recursos para clientes excluídos (seja por desistência ou cancelamento) está totalmente ligada aos sorteios dos grupos formados a partir de fevereiro de 2009. Aos grupos anteriores a esta data, a regra é que a contemplação seja feita após 60 dias da última assembleia de contemplação do grupo.

Consórcios começam 2019 com alta de 4,6%

Os consórcios começaram o ano de 2019 em alta. A venda de novas cotas de veículos somou em janeiro 166,2 mil unidades e apresentou crescimento de 4,6% sobre o mesmo mês do ano passado.

Os participantes ativos somavam 6,1 milhões no início do ano, 3,2% a mais pela comparação interanual. Os números foram divulgados pela Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (Abac).

O crescimento da modalidade teve ajuda neste começo de ano dos automóveis e comerciais leves. Foram 90 mil novas cotas, 5,9% a mais que em janeiro de 2018.

O tíquete ou valor médio dessas cotas cresceu 4,4%, para R$ 42,7 mil. Nas motocicletas, a venda de 72 mil novas cotas em janeiro resultou em alta de 2,9%.

No ano passado a venda de novas cotas de consórcio somou 2,2 milhões de unidades, 10% a mais que em 2017. As contemplações tiveram pequena queda de 2,3%, mas ainda assim superaram a marca 1 milhão, com créditos concedidos para o setor de veículos (leves, pesados e motos) acima dos R$ 33 bilhões.

O crescimento da modalidade de vendas teve ajuda importante das motocicletas. Isso porque elas somaram mais de 1 milhão de novas cotas em 2018, 18,9% acima do total obtido no ano anterior.

Priscila Gomes

Jornalista. Gosto de abraços, aniversários e do Natal. Atualmente produzo conteúdo para internet e faço assessoria sindical.

Deixe um comentário

Posts relacionados

FGC
aplicações-isentas-de-IR
Estudar o risco do investimento é importante para não ter prejuízos futuros
Conta digital Neon lança a opção "arrendondar os centavos"