Início Notícias Investimentos FGTS ou poupança: qual rende mais?

FGTS ou poupança: qual rende mais?

0
(0)

O pagamento do saque emergencial do FGTS já está em curso. Mas se te perguntassem o que rende mais: FGTS ou poupança? O que você responderia?

É bem provável que a resposta seja a segunda opção. Mas será que a resposta está correta?

Antes o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço rendia menos que a poupança e grande parte dos especialistas recomendava sacar o dinheiro em todas as oportunidades. Porém, hoje a situação é diferente.

Isso porque o retorno do FGTS tem superado, com folga, a poupança e até mesmo boa parte dos investimentos de renda fixa mais conservadores. Mas como isso é possível? O FinanceOne te explica.

Com a queda da Selic, para os atuais 2,25% ao ano, a parte fixa do rendimento do FGTS supera essa taxa básica de juros.

Esta é a principal referência sobre o rendimento das aplicações de renda fixa do mercado.

FGTS ou poupança: ainda não é possível saber a rentabilidade

Entre FGTS ou poupança, ainda não é possível saber a rentabilidade exata do fundo em 2020. Isso porque não se sabe qual será o percentual de distribuição do lucro do FGTS

Na última reunião, em junho, o Conselho Curador do FGTS oficializou o veto do presidente Jair Bolsonaro à MP 889/2019, na qual aumentava de 50% para 100% o repasse do lucro do fundo aos cotistas.

Dessa forma, o lucro a ser distribuído voltou a ser parcial e o percentual a ser repartido com os trabalhadores passa a ser definido anualmente. Foi o que informou a saúde financeira do Fundo de Garantia.

Sendo assim, se o lucro distribuído volta a ser de 50% e, caso o resultado seja parecido com o dos anos anteriores, o rendimento do FGTS desse ano deve ficar perto de 45%.

Qual foi o rendimento do FGTS nos últimos anos?

Levando em consideração os dados dos últimos três anos, a rentabilidade do FGTS foi:

-> 2017: 7,14% ao ano;

-> 2018: 5,59% ao ano;

-> 2019: 6,18% ao ano.

Como saber se vale a pena sacar o FGTS?

Essa é uma pergunta que muita gente quer saber e que geralmente não é fácil de ser respondida. Afinal, isso depende de uma série de fatores, uma vez que o novo FGTS é considerado emergencial.

E essa é a primeira pergunta que precisa ser respondida. Você tem contas emergenciais que precisam ser quitadas neste momento?

Há algumas dívidas ou pendências que precisam ser resolvidas que foram causadas ou acumuladas durante a pandemia?

Reinaldo Domingos, à frente do canal Dinheiro à Vista, destacou que é preciso levar em consideração, também, que no atual momento o rendimento do FGTS é maior do que a maioria dos investimentos que existem.

No entanto, mais do que somente essa análise de mercado, o trabalhador precisa avaliar as suas condições financeiras atuais.

Se, feita essa avaliação, considerar que está em uma situação confortável, o especialista recomenda não mexer no dinheiro e deixar ele rendendo, já que poderá ser vantajoso no futuro.

FGTS ou poupança: é preciso saber qual rende mais para você deixar o seu dinheiro

Se, por outro lado você considerar que está precisando e em uma situação de muitas dívidas, Domingos aponta que o trabalhador deve, sim, sacar FGTS que ficará disponível na conta poupança digital.

Com isso, você conseguirá quitar algumas contas em atraso. Além disso, de acordo com o valor sacado, ainda consegue fazer ainda renegociação de dívidas ou então quitar o valor integral.

Você sabe quanto e como será pago o FGTS emergencial?

O calendário do novo FGTS foi divulgado em junho, como uma forma de conter os impactos da pandemia do novo coronavírus. Ele segue os mesmos padrões de pagamentos do auxílio emergencial de R$600.

O governo criou uma conta digital para todos os beneficiários. E o cronograma foi dividido em datas de crédito e saque, sendo o crédito apenas para pagamentos de contas e transferências na própria plataforma.

As datas seguem os meses de nascimento dos beneficiários. O valor do FGTS emergencial é de R$1.045, mas sendo este o valor máximo e o trabalhador pode optar em sacar um valor menor, caso não tenha essa quantia disponível.

O calendário entrou no seu último mês de saque. Nesta segunda-feira, 21, recebem a quantia os nascidos em dezembro. Mas, o cronograma segue com as datas de saque até o fim do ano, veja:

Janeiro: crédito em conta 29 de junho e saques a partir de 25 de julho;

Fevereiro: crédito em conta 06 de julho e saques a partir de 08 de agosto;

Março: crédito em conta 13 de julho e saques a partir de 22 de agosto;

Abril: crédito em conta 20 de julho e saques a partir de 5 de setembro;

Maio: crédito em conta 27 de julho e saques a partir de 19 de setembro;

Junho: crédito em conta 03 de agosto e saques a partir de 03 de outubro;

Julho: crédito em conta 10 de agosto e saques a partir de 17 de outubro;

Agosto: crédito em conta 24 de agosto e saques a partir de 17 outubro;

Setembro: crédito em conta 31 de agosto e saques a partir de 31 de outubro;

Outubro: crédito em conta 08 de setembro e saques a partir de 31 de outubro;

Novembro: crédito em conta 14 de setembro e saques a partir de 14 de novembro;

Dezembro: crédito em conta 21 de setembro e saques a partir de 14 de novembro;

“A cada semana realizaremos o crédito digital na conta dos brasileiros. Sempre às segundas-feiras, com exceção do dia 08 de setembro, porque dia 07 é feriado. Teremos a partir do dia 29, pelas próximas 12 semanas, a cada segunda-feira, 5 milhões de brasileiros recebendo esse depósito e terão o saque sendo permitido de cada sábado”, afirmou Pedro Guimarães, presidente da Caixa.

Gostou desse artigo? Essas informações foram úteis para você? Então compartilhe-o nas redes sociais para que mais pessoas fiquem sabendo sobre os benefícios do FGTS e como fazer com ele renda.

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Mateus Carvalho
Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Conheça 10 franquias com investimentos de até R$10 mil

A pandemia do novo coronavírus fez com que a procura por microfranquias aumentasse. Em especial, as franquias de até R$10 mil.

Quais são os gastos para manter um carro próprio?

Muitos brasileiros sonham em ter o carro próprio, mas esquecem dos gastos que um veículo pode trazer. E isso acontece porque a...

Como escolher a rede social para seu negócio?

Você sabe como escolher a rede social ideal para o seu negócio? Qual irá fazer a sua empresa crescer e se tornar...

Cartões de crédito sem anuidade: veja os 14 melhores

Procurando por cartões de crédito sem anuidade? Eles conquistaram, definitivamente, espaço na economia brasileira. De acordo com a pesquisa realizada pelo SPC Brasil, cerca de...

Empreendedorismo feminino: o que é e quais os desafios

Falar sobre empreendedorismo faz com que muitas pessoas pensem em empresas grandes ou projetos inovadores. No entanto, empreender vai além disso: é...

5 motivos para investir em Bitcoin em 2020

Diversificar é uma das estratégias mais usadas por investidores de sucesso. Por isso, investir em Bitcoin pode ser uma boa ideia.