Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Sem financiamento mais barato de imóveis usados, como fazer?

Escrito por: Mateus Carvalho em 21 de agosto de 2018

Está pensando em comprar um imóvel usado por ser mais em conta? Porém, muitos bancos estão dificultando esse processo. Isso porque estão sem financiamento mais barato de imóveis usados. A Caixa Econômica é uma dessas instituições financeiras, tanto que anunciou no início do mês de agosto que iria suspender temporariamente o financiamento mais barato de imóveis.

E essa não é a primeira vez que a instituição financeira toma essa decisão. Em setembro do ano passado, a Caixa Econômica havia reduzido o teto de financiamento para até 50% do valor do imóvel. Porém, em janeiro deste ano o banco voltou a elevar o empréstimo imobiliário para 70%.

 financiamento mais barato de imóveis usados
O financiamento mais barato de imóveis usados está suspenso temporariamente

A regra era para todas as modalidades de propriedades, em 2017. Porém, essa nova suspensão dos bancos do financiamento mais barato de imóveis usados é para a linha pró-cotista. Esta é considerada a mais procurada, já que é destinada aos trabalhadores com conta no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Entenda o que é melhor: consórcio ou financiamento.

Além disso, também é considerada a linha de crédito mais barata depois do programa do Governo Federal Minha Casa, Minha Vida. É importante lembrar que as taxas de juros do programa variam entre 7,85% e 8,85% ao ano.

Outros bancos também suspendem financiamento mais barato

O Banco do Brasil já havia suspendido o financiamento mais barato de imóveis usados em maio deste ano. Ou seja, antes de a Caixa Econômica anunciar novamente o corte da linha pró-cotista. É importante ressaltar que a suspensão dessa modalidade nas duas instituições financeiras é somente para propriedades usadas.

Dessa forma, quem quiser adquirir um imóvel novo não será impedido. O mesmo vale para o banco Santander. De acordo com o site Exame, o Bradesco informou que só voltará a disponibilizar o financiamento mais barato de imóveis usados em janeiro de 2019. Porém, a instituição não soube informar quais serão as condições de crédito.

Para você entender, o volume de recursos disponíveis para essa modalidade é definido todos os anos no orçamento do governo. Somente para 2018, o valor ficou em R$ 5 bilhões. Comparado ao ano anterior é 25% menor do que o valor de 2017. Financiamento habitacional 2018: veja o que mudou.

É comum que os bancos suspendam essa modalidade antes do mês de dezembro. Isso porque a linha pró-cotista é a que cobra os menores juros para os compradores. Além de ter um orçamento limitado todos os anos.

Dicas para financiamento mais barato de imóveis usados

Financie o imóvel por outro banco

Algumas instituições financeiras ainda estão com o limite de financiamento de até 80% do valor dos imóveis.

Essa opção é ideal para aqueles que já realizaram todos os cálculos e que estão com o orçamento pronto para financiar uma casa ou apartamento.

Além disso, sempre compare as taxas de juros e o Custo Efetivo Total (CET), que inclui todos os custos a serem pagos durante o financiamento.

Espere um pouco mais

Essa é uma alternativa para quem ainda não está seguro de que a proposta de outra instituição financeira é boa, por isso espere mais um pouco antes de realizar o negócio. Essa pode ser uma oportunidade para você juntar dinheiro.

Dessa forma, será possível melhorar as condições do financiamento e reduzir o valor das prestações a serem pagas. Além disso, a Caixa Econômica já baixou e elevou a taxa de financiamento em outras ocasiões, diversas vezes.

Desta forma, existe a possibilidade de o banco elevar novamente o percentual do financiamento.

Não se precipite

A suspensão do financiamento mais barato de imóveis usados pode ser uma vantagem. Principalmente para as famílias poderem rever o orçamento e pensarem melhor antes de fechar um financiamento.

Até porque essa é uma dívida que precisa ser bem pensada, por isso não se precipite. O financiamento pode durar mais de 30 anos.

Por isso, repense onde você poderia investir o dinheiro para que ele possa render mais, e assim você conseguir melhores condições de financiamento.

Conheça as novas regras para financiamento de imóveis

Quem quer comprar um imóvel novo utilizando os recursos do FGTS já pode comemorar. Isso porque o governo federal estabeleceu novas regras para quem quiser realizar novos financiamentos. Uma delas é o valor máximo de imóveis que podem ser comprados com recursos do FGTS, que passará para R$ 1,5 milhão em todo o país.

As medidas vão começar a valer somente em janeiro de 2019. O Conselho Monetário Nacional (CMN) também flexibilizou a parcela que os bancos são obrigados a aplicar em crédito imobiliário. Essa é uma alternativa que o governo encontrou para incentivar a população a comprar imóveis.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe um comentário

Posts relacionados

aprovar o financiamento
como-vender-um-carro-financiado
transferir o financiamento do carro
Existe a retomada do mercado imobiliário em 2018
novas regras para financiamento de imóveis