InícioNotíciasInvestimentos na poupança batem recorde em setembro

Investimentos na poupança batem recorde em setembro

Tempo de leitura: 2 minutos
()

Você achou que com a queda da Selic, os investimentos na poupança iriam cair? Pelo contrário, pelo sétimo mês seguido, a aplicação bateu recorde de captação.

Em setembro, a captação líquida – depósitos menos retiradas – somou R$ 8,54 bilhões. A informação é do Banco Central.

O resultado é o melhor para meses de setembro desde o início da série histórica, em 1995.

No acumulado do ano, os investimentos na poupança continuam registrando desempenho positivo.

investimentos melhores que a poupança
Os investimentos na poupança bateram recorde em setembro

De janeiro a setembro, a caderneta teve captação líquida de R$ 25,5 bilhões. Esse foi o melhor resultado para o período desde 2013.

Ano em que a aplicação tinha registrado captações líquidas de R$ 48,95 bilhões nos nove primeiros meses do ano.

A explicação é simples. O investimento garantiu novamente rendimentos um pouco acima da inflação.

Nos 12 meses terminados em setembro, a poupança rendeu 4,5%. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que funciona como uma prévia da inflação oficial, acumulou 4,28% no mesmo período.

Rentabilidade fica mais atrativa

Com a redução da taxa Selic para 5,5% ao ano, a caderneta de poupança voltou a ser a “queridinha” dos brasileiros. Afinal, ela ficou mais atrativa em comparação com investimentos chamados conservadores.

Isso porque a poupança pode resultar em saldo final maior que alguns investimentos de renda fixa.

O motivo é simples: investimentos na poupança não possuem cobrança de imposto de renda (IR) e taxa de administração.

No entanto, estamos nos direcionando para uma realidade na renda fixa, com a taxa básica de juros (Selic), com os menores níveis da história.

Enquanto isso, alguns países enfrentam taxas de juros negativas há alguns anos, como o Japão.

Quem aplicou dinheiro na poupança há alguns anos, entretanto, tem à sua disposição um dos mais atrativos investimentos do momento.

Os rendimentos são superiores ao da NuConta, e maior que qualquer outro investimento em renda fixa.

Somente nos últimos doze meses, a caderneta de poupança antiga rendeu 6,17% livre de tributos.

Histórico de investimentos na poupança

Até 2014, os brasileiros depositavam mais do que retiravam da poupança. Naquele ano, as captações líquidas chegaram a R$ 24 bilhões.

Com o início da recessão econômica, em 2015, os investidores passaram a retirar dinheiro da caderneta para cobrirem as dívidas.

Na ocasião, o cenário era de queda da renda e de aumento de desemprego.

Em 2015, R$ 53,57 bilhões foram sacados da poupança, a maior retirada líquida da história.

Em 2016, os saques superaram os depósitos em R$ 40,7 bilhões. Contudo, a tendência inverteu-se em 2017, quando as captações excederam as retiradas em R$ 17,12 bilhões.

O que achou disso?

Média da classificação / 5. Número de votos:

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Tempo de leitura: 2 minutos
Rafael Massadar
Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Páginas Populares

Calculadora de Hora Extra

Calculadora de Rescisão Trabalhista

Correção do FGTS, vale a pena?

Conversor de Moedas

Rendimento Poupança 2021

5 Cartões de crédito sem consulta ao SPC e Serasa

8 plataformas para compra e venda de Bitcoin

Últimos Artigos