Conversor de moedas Transferência internacional

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Mais de 40% dos idosos sustentam a casa, diz estudo

Escrito por: Mateus Carvalho em 4 de dezembro de 2018

Uma pesquisa mostrou que 43% dos idosos sustentam a casa. O estudo foi realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Os dados obtidos ainda apontaram que os brasileiros acima de 60 anos são os principais responsáveis pelo pagamento das contas e das despesas de casa.

Esse percentual aumenta ainda mais entre os homens, com 53%. É importante lembrar que a população idosa no Brasil já é a quinta maior do mundo e continua crescendo. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o país tem mais de 30 milhões de idosos com idade acima dos 60 anos.

idosos sustentam a casa

Além disso, a crise econômica pela qual o Brasil vem passando junto ao aumento do desemprego entre a população jovem fizeram com que grande parte dos idosos assumissem as despesas da casa. Esses dois fatores podem ter contribuído para o resultado da pesquisa realizada.

Idosos sustentam a casa e contribuem com o orçamento

O estudo apontou ainda que 91% dos idosos no país estão contribuindo com o orçamento da casa. Desse total, 25% colaboram com a mesma quantia que o restante dos membros da família. E somente 9% não ajudam com as despesas de casa.

Esses dados ainda mostram o quão importante é se preparar e realizar um planejamento para a aposentadoria. A pesquisa também apontou que grande parte dessa população, 66%, não recebe ajuda financeira de parentes.

Esses números reforçam que os idosos estão cada vez mais independentes financeiramente dos parentes. E dentro desse percentual também está incluída a ausência de ajuda financeira de amigos, pensão e até mesmo de algum programa social.

Somente 34% dos idosos têm algum tipo de ajuda financeira. Além disso, muitas pessoas dessa parte da população já emprestaram o próprio nome para terceiros realizarem compras.

De acordo com o levantamento realizado pelo CNDL e o SPC, 26% dos idosos já solicitaram empréstimo pessoal consignado no próprio nome para emprestar dinheiro para terceiros. Na maioria dos casos, 17%, o empréstimo foi feito devido a um pedido dos filhos, cônjuges ou outras pessoas próximas. Em somente 9% dos casos, os idosos se ofereceram para ajudar a pessoa.

Somente 42% conseguem guardar dinheiro

A pesquisa mostrou que 42% dessa população têm uma vida financeira estável. Sendo assim, conseguem pagar as contas e ainda ter dinheiro sobrando.

Porém, 39% dos idosos até conseguem pagas as contas de casa sem atraso, porém no final do mês ficam sem ter recursos. Mas isso só acontece porque muitos deles conseguem pagam as contas sem que o dinheiro sobre no fim do mês. Dessa forma, não é possível realizar um sonho ou até mesmo investir.

Os outros 14% nem sempre conseguem pagar as contas em dia e, por isso, às vezes precisam fazer um pouco mais de esforço para administrar o dinheiro que recebem. Somente 4% nunca ou quase nunca conseguem manter as contas em dia.

Para tentar manter o orçamento em dia os idosos que sustentam a casa recorrem ao crédito, mesmo sendo mais arriscado. Por isso, 51% dos idosos costumam realizar empréstimos. Outra opção é utilizar cartão de crédito ou até mesmo cheque especial para pagar as contas do mês.

Apesar de a reserva financeira ser uma das soluções mais indicadas para quem não consegue manter as contas em dia, somente 39% dos idosos possuem essa reserva. Ela é a mais indicada porque não precisará solicitar dinheiro emprestado para bancos e para familiares.

Inadimplência entre idosos cresceu nos últimos meses

Como na maioria dos casos em que as pessoas estão em situação financeira difícil, os idosos também começaram a ficar inadimplentes. Somente nos últimos seis meses, de cada dez pessoas acima dos 60 anos, quatro deixaram de pagar ou atrasaram as contas. Esse número significa 37% da população idosa.

Desse total, 21% ficaram com o CPF negativado somente em 2017. Os atrasos foram principalmente nas seguintes contas:

– 15% atrasaram a conta de luz;

– 11% não conseguiram pagar a conta de água;

– 9% não quitaram a conta de telefonia.

Os idosos que sustentam a casa e garantem que pagaram todas as contas em dia no último semestre somam 57%. Já para aqueles que deixaram de pagar, os motivos alegados foram a diminuição da renda, com 18%; o esquecimento, com 16%; a falta de planejamento dos gastos, com 15%; e problemas de saúde, com 9%.

Aposentadoria: como planejar desde cedo

Conseguir uma aposentadoria cedo ainda é o desejo de muitos. Eles querem curtir a família, viajar ou desfrutar dos prazeres da vida. Mas como fazer isso recebendo um valor que não seja muito abaixo dos benefícios mensais da época do seu ciclo ativo trabalhado?

O primeiro passo é ter um planejamento financeiro. Sim, é difícil, ainda mais quando se ganha pouco e seu salário só serve para pagar contas. Nesse caso, vale a pena economizar. Veja como planejar a aposentadoria desde cedo.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe um comentário

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

coach financeiro
escolhas que milionários fazem e você deveria seguir
Como economizar na ceia de natal
Problemas na Black Friday 2018
Canais sobre finanças no YouTube