Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Máquinas de cartão Rede

Escrito por: Bruna Somma em 8 de julho de 2019

O crescente mercado das máquinas de cartão não passou despercebido pelo Itaú. Em 1970, o grupo criou a Rede, na época denominada como Redecard.

Desde então, essa vertente do banco vem se consolidando como uma operadora de ponta.

Ela é responsável por capturas, transmissões e liquidação financeira de transações de cartões de débito ou crédito.

A Rede apresenta modelos de máquinas de cartão para cada empreendedor
A Rede apresenta modelos de máquinas de cartão para cada empreendedor

Hoje, a maioria das pessoas tem preferência por sair com cartões ao invés de levar dinheiro na carteira. Isso ocorre pela praticidade e maior segurança.

Os comerciantes e empreendedores já perceberam essa tendência. O mercado mudou e começou a oferecer melhores condições para ter uma dessas máquinas.

No caso da Rede, são mais de 1,3 milhões de maquininhas espalhadas por todo país. O que representa patamar superior a R$34 bilhões em transações por mês.

A operadora trabalha com três tipos de serviços: na palma da mão; no balcão; integrado no sistema.

Cada um deles possui suas vantagens e funcionalidades. Na maioria, o empreendedor tem que pagar mensalidade para usar a máquina.

A Rede dispõe de opções para todos os negócios. Desde os pequenos até os grandes empreendimentos.

Uma das vantagens para os clientes com conta no Itaú é receber em dois dias úteis as vendas de crédito à vista. E o melhor, sem taxa de antecipação.

Se você está em dúvida sobre qual maquininha contratar, confira o consolidado com tudo sobre os aparelhos da Rede.

Neste artigo, vamos falar sobre:

Taxas das máquinas de cartão Rede

Quais são as bandeiras aceitas?

Maquininha de cartão sem fio

Maquininha Wi-fi

Maquininha com fio

4 motivos para escolher as máquinas da Rede

Confira os planos de aluguel da máquina

Taxas das máquinas de cartão Rede

Um fator importante na hora de contratar uma máquina de cartão é saber a porcentagem retida pela marca sobre o valor das compras.

No caso da Rede, a taxa para o cartão de débito é de 1,99%. Já para as compras feitas com o cartão de crédito, é de 3,49%.

traz facilidade na gestão da empresa pelo aplicativo e site. Com isso, o empreendedor consegue acompanhar seu negócio a qualquer hora e lugar.

Ainda é possível acessar os detalhes das suas vendas online, por exemplo, sem usar papel.

Como também consultar as taxas de crédito e débito, e solicitar bobina e materiais de divulgação.

Quais são as bandeiras aceitas?

No momento de escolher uma máquina de cartão, o empreender deve prestar atenção ao número de bandeiras que o aparelho é compatível.

A Rede, por sua vez, aceita mais de 25 bandeiras. Tais como Elo, Amex, Diners Club International, MasterCard, Hipercard, Hiper, Visa, entre outras.

disso, as maquininhas também aceitam vale-benefícios, como o auxílio-refeição ou auxílio-alimentação. Sodexo, VR Benefícios e Ticket são alguns dos modelos aceitos.

Assim, você terá uma variedade de opções e não perderá uma compra por não aceitar uma bandeira.

Confira a seguir detalhes dos tipos de maquininhas disponibilizados pela Rede:

Maquininha de cartão sem fio

As máquinas de cartão Rede sem fio vêm com chip, o que proporciona mais mobilidade para o usuário. É uma ótima parceira para acompanhar seus negócios em todos os lugares. Entre suas características estão:

– Sem taxa de adesão;

– Envio automático de bobina;

– Plano de dados do chip incluso;

– Comprovante impresso;

– Pagamento por aproximação (NFC e MST);

– Relatório de vendas online pelo app ou site;

– Credenciamento rápido e sem complicação;

– Assistência técnica 24 horas por dia sem custo adicional;

 de cheques direto da maquininha;

– Recarga de celular das principais operadoras.

Os valores de mensalidades não são informados no site da Rede. O interessado deve fazer um orçamento para isso.

Maquininha Wi-Fi

O segundo modelo de máquina de cartões da Rede vem acompanhada de dois tipos de conexão para nunca perder a venda: o chip e Wi-Fi. Ainda é livre de fios. Entre seus benefícios, se destacam:

– Plano de dados do chip incluso;

– Comprovante impresso;

– Pagamento por aproximação (NFC e MST);

– Envio automático de bobina;

– Assistência técnica 24 horas por dia sem custo adicional;

– Consulta de cheques direto da maquininha;

rápido e sem complicação;

– Recarga de celular das principais operadoras.

– Relatório de vendas online pelo app ou site.

Maquininha com fio

Para quem pretende usar a máquina para receber as vendas em único lugar, o modelo ideal é com fio. A vantagem é que não depende do sinal de operadoras móveis.

A conexão dessa maquininha é feita via linha telefônica. As transações, por isso, são realizadas de forma mais rápida. Suas principais características são:

– Internet via linha telefônica;

– Recarga de celular das principais operadoras.

– Comprovante impresso;

– Envio automático de bobina;

– Sem taxa de adesão;

– Relatório de vendas online pelo app ou site;

– Credenciamento rápido e sem complicação;

– Consulta de cheques direto da maquininha;

– Assistência técnica 24 horas por dia sem custo adicional.

Diferenças entre as máquinas de cartão Rede (Foto: Rede)
Diferenças entre as máquinas de cartão Rede (Foto: Rede)

Como adquirir uma máquina de cartão Rede?

Para adquirir os serviços da Rede é preciso acessar ao site. Ou pelo telefone 4001 4433 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800 728 4433 (para demais localidades).

Há ainda as maquininhas integradas ao sistema, nas versões mobile, sem fio e Pin Pad. Em todos os casos, elas usam a tecnologia de Transferência Eletrônica de Fundos (TEF).

Isso nada mais é do que um sistema com transações financeiras feito por meio da comunicação entre a automação comercial e os clientes.

Por exemplo, quando um atendente passa os códigos de barras dos produtos, fecha a compra e coloca o modo de pagamento direto na máquina. Tudo é feito de maneira automatizada.

Por esse motivo, o TEF é um sistema muito utilizado pelo comércio com grande volume de transações, tais como os supermercados, farmácias, bilheterias e outros grandes varejos.

A também conta com o e-Rede que, segundo ela, é a melhor solução para o e-commerce.

É uma solução completa em pagamentos digitais. E o usuário conta com a estrutura e solidez do banco Itaú para garantir total tranquilidade nas suas transações.

4 motivos para escolher as máquinas da Rede

Em seu site, a Rede descreve quatro motivos para que os empreendedores escolham suas máquinas. Veja quais são eles!

1 – Rede é Itaú: de acordo com a marca, isso traz mais segurança e tecnologia para tornar o dia mais fácil;

2 – Quer vender mais? A Rede aceita todos os tipos de cartões, o que pode aumentar o número de vendas;

3 – no comando: a Rede permite que o usuário contrate apenas o que faz sentido para o seu negócio;

4 – Conte com a gente: a marca tem uma assistência 24h, todos os dias da semana. Esse serviço é gratuito.

Conheça os planos de aluguel da máquina

Grande parte das maquininhas da Rede apresentam uma taxa de mensalidade. O site da operadora não identifica quais são elas, nem os valores.

No entanto, apresenta dois planos possíveis de aluguel. Veja quais são eles:

Plano aluguel zero: Com esse plano, durante o mês, você recebe o valor das vendas na sua conta corrente. No começo do mês seguinte, o valor integral do plano é cobrado dos seus recebimentos do dia. Ao vender mais de R$5 mil, você tem de volta na sua conta em poucos dias 100% do valor do plano.

Aluguel padrão: Durante o mês, você recebe o valor das vendas na sua conta corrente. No começo do mês seguinte, o valor integral do plano é cobrado dos seus recebimentos do dia.

Gostou do conteúdo? Para saber mais sobre outras operadoras, leia também o Guia completo das máquinas de cartão de crédito.

Bruna Somma

Jornalista formada pela UFRRJ, com passagens por redações de jornais, sites e Assessoria de Comunicação.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

startups
máquinas-de-cartão-Sumup
franquia de internet durar mais
Aplicativos para melhorar a produtividade
pedir demissão