Início Notícias Economia Confira as mudanças nas regras do Imposto de Renda 2020

Confira as mudanças nas regras do Imposto de Renda 2020

0
(0)

A Receita Federal divulgou na tarde de quarta-feira, 19, as novas regras para declaração do Imposto de Renda 2020 de Pessoa Física (IRPF). Um dos destaques é referente ao pagamento dos lotes de restituição.

Tradicionalmente pago em sete lotes, de junho a dezembro, a restituição este ano será quitada em cinco lotes, indo do fim de maio ao fim de setembro de 2020. As informações são da Agência Brasil.

O cronograma anunciado pela Receita estipula que o primeiro lote será pago em 29 de maio. Os lotes seguintes serão quitados sempre até o último dia útil de cada mês:

  • 30 de junho;
  • 31 de julho;
  • 31 de agosto;
  • 30 de setembro.
Receita Federal anuncia mudanças no Imposto de Renda 2020
Receita Federal anuncia mudanças no Imposto de Renda 2020

Imposto de Renda 2020 terá declaração pré-preenchida

Mais uma mudança anunciada pela Receita é que a partir deste ano, o próprio programa gerador da declaração do Imposto de Renda fornecerá a declaração pré-preenchida.

Isso será possível para os contribuintes com certificação digital. As informações da base de dados da Receita vão diretamente para o programa gerador.

Deste modo, o contribuinte precisará apenas validar os dados e transmitir a declaração. Em vigor desde 2014, a declaração pré-preenchida estava disponível no Centro de Atendimento Virtual (e-CAC) da Receita.

Mas o contribuinte com certificação digital precisava gerar um arquivo, salvá-lo no computador e somente então o importar para o programa gerador.

Outra mudança é a possibilidade de realizar doações de até 3% do imposto devido a fundos controlados pelos conselhos municipais, estaduais e nacionais do idoso. Feitas diretamente na declaração anual.

A novidade, na verdade, foi instituída no ano passado pela Lei 13.797/2019. Mas vale para declarações a partir de 2020.

Até então, as doações poderiam ser feitas no ano corrente, mas não diretamente na declaração, como ocorre com os fundos para os direitos da criança e do adolescente.

+ Como antecipar a restituição do Imposto de Renda

Contribuições da previdência de domésticos não são mais dedutíveis

Quem vai declarar o Imposto de Renda 2020 também precisa ficar atento ao fato de que as contribuições dos patrões para a Previdência Social de empregados domésticos não poderão mais ser deduzidas.

Acontece que a lei que regulamentava o benefício desde 2006 perdeu a validade. Até o ano passado, o contribuinte poderia abater R$1.251,07.

Os limites de deduções do Imposto de Renda 2019
Novas regras para o IR começam a valer
em 2020

A Receita também ampliou o prazo para o contribuinte agendar o débito automático da primeira cota ou cota única do imposto.

O valor correspondente à contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social dos trabalhadores domésticos é de um salário mínimo.

Até agora, quem entregava a declaração até o fim de março tinha direito ao agendamento.

A partir deste ano, a funcionalidade estará disponível para quem transmitir o documento até 10 de abril.

Prazo para entregar declaração do Imposto de Renda 2020 começa em março

Ainda segundo informações da Agência Brasil, o prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda 2020 começará às 8h do próximo dia 2 de março e vai até as 23h59 de 30 de abril.

A Receita Federal estima que irá receber 32 milhões de declarações do IR. O programa gerador está disponível para ser baixado no site da Receita desde as 8h de quinta-feira, 20 de fevereiro.

+ Principais erros ao preencher a declaração do Imposto de Renda

Deve entregar a declaração do Imposto de Renda 2020, do ano-base 2019:

  • o contribuinte que recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$28.559,70 no ano passado, o equivalente a R$2.196,90 por mês, incluído o décimo terceiro;
  • quem teve receita bruta de atividade rural superior a R$142.798,50;
  • contribuintes com rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte de mais de R$40 mil;
  • contribuintes com patrimônio de mais de R$300 mil em 31 de dezembro;
  • quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos ou fez operações na bolsa de valores;
  • quem passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês do ano passado; e
  • quem optou pela isenção de Imposto de Renda incidente sobre o ganho de capital na venda de imóveis residenciais e comprou outro imóvel até 180 dias depois da venda.

Em relação às deduções, os valores não mudaram em relação a 2019, com exceção do caso das contribuições de empregadas domésticas e de fundos para direitos de idosos.

+ Os limites de deduções do Imposto de Renda 2019

O limite de abatimentos na declaração simplificada continua sendo de R$16.754,30. Já as deduções por dependente, em R$ 2,275,08. As deduções de gastos com educação, em R$3.561,30. E as contribuições para a previdência complementar poderão totalizar até 12% do rendimento tributável.

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tamires Silva
Jornalista e Redatora do FinanceOne, onde suas finanças começam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Já é hora de pensar nos melhores investimentos para 2021?

Com a chegada do final do ano, fica a pergunta: quais são os melhores investimentos para 2021? Tudo...

FGTS para empregados domésticos: entenda como funciona

É empregado doméstico ou tem um que trabalha para você? Sabe como funcionam as regras do FGTS para essa categoria? Tem dúvidas...

Como abrir uma conta bancária no exterior?

Você sabe como abrir uma conta bancária no exterior? Ao contrário do que muitos pensam, o processo é fácil e pode ser...

Conta de luz volta a ter cobrança extra. O que muda no seu bolso?

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu, em 30 de novembro, que a conta de luz dos consumidores virá com uma...

Como economizar na ceia de natal

Ah, o natal! A melhor época do ano chegou e, com ela, certos prejuízos financeiros. É quase impossível sair das festas de fim de...

5 profissões em alta para 2021. Salários de até R$70 mil!

O ano está se aproximando do fim e com ele começam as expectativas para saber quais são as profissões em alta para...