É possível parcelar conta de luz atrasada? Confira! | FinanceOne

É possível parcelar conta de luz atrasada? Confira!

Escrito por: Mateus Carvalho em 30 de julho de 2020

Ótima notícia para quem está em débito com a empresa de energia elétrica do seu estado. A distribuidora de energia Enel vai dar a possibilidade de parcelar a conta de luz atrasada dos clientes.

É importante ressaltar que essa medida é válida somente para consumidores residenciais e empresas de pequeno e médio porte dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Ceará. 

Caso você queira parcelar a conta de luz atrasada, a cobrança será realizada sem juros. O objetivo é facilitar o pagamento dos débitos para os clientes que sofreram impactos econômicos por conta da pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o Ministério de Minas e Energia, a inadimplência dos consumidores brasileiros em todo o país, chegou a 12% somente em abril deste ano.

Porém, em média, esse índice fica em torno de 3%, de acordo com informações da própria pasta. O que atribui o aumento dessa taxa ao período de crise econômica agravada pela pandemia.

Conta de luz
A Enel permite o parcelar conta de luz atrasada

No estado de São Paulo, por exemplo, os clientes poderão parcelar conta de luz atrasada em até 12 vezes no cartão de crédito. O que pode ser um alívio para os consumidores que estão passando por dificuldades financeiras.

Por outro lado, a entrada deve ser de 20% do valor total do débito, que poderá ser pago por meio de boleto bancário.

Passo a passo de como parcelar conta de luz atrasada

Se interessou e quer parcelar conta de luz atrasada? Não sabe como solicitar o parcelamento? Veja abaixo o passo a passo.

1º passo: faça login na Agência Virtual, mas para isso você precisará de um e-mail e senha cadastrados. Caso seja o seu primeiro acesso, é só realizar o cadastro. E lembre-se de ter em mãos o número do cliente e o CPF do titular da conta.

2º passo: selecione o parcelamento entre os serviços disponíveis. Na barra lateral esquerda, escolha a opção de parcelamento. As condições se aplicam para clientes com contas em atraso acima de 90 dias.

3º passo: escolha a opção que melhor se encaixa no seu orçamento. A entrada é fixada em 20% do valor total da dívida. Porém, o restante pode ser parcelado em até 12 vezes sem juros e atualização do valor.

É possível pedir revisão se a conta de luz vier muito alta?

A resposta para essa pergunta é sim. E você pode fazer isso de uma forma fácil, prática e rápida. 

Com a pandemia e muitos trabalhadores adotando o esquema home office de trabalho, é comum que a conta de luz dê uma elevada, afinal, você passou mais tempo em casa do que o normal. Mas, será que esse aumento foi elevado?

Isso mesmo, a primeira coisa a ser feita é conferir se tudo que foi cobrado está de acordo com o seu uso naquele mês. O próprio órgão de Defesa do Consumidor (Procon) faz esse alerta, para que os clientes verifiquem a parte detalhada da conta de luz.

Se o consumidor, por um acaso, perceber que há cobrança ou algum código não identificado ou diferente, pode procurar a concessionária de energia para esclarecimentos.

Caso ele constate que há algum erro poderá formalizar uma reclamação através de protocolo direto à empresa. Se isso não for solucionado, pode apelar para órgãos superiores, como o Procon.

Se a cobrança já tiver sido paga, ele pode solicitar o reembolso. Nesses casos, a legislação indica que cobranças indevidas devem ser ressarcidas em dobro, adicionados juros e correção monetária.

Como calcular o consumo de energia?

Ah, uma dica para quem gosta de economizar e ter sempre um planejamento eficaz é saber calcular a conta de luz. Você sabe como isso funciona?

Afinal, se souber como funciona esse cálculo fica bem mais fácil antecipar o valor da conta do mês e planejar as despesas. Isso porque, por mais que você tenha uma noção da média, esse valor pode variar de um mês para outro.

Saber realizar o cálculo também te dá a noção do que fazer e que medidas tomar. Por exemplo, se de uma hora para outra o seu consumo aumentou, o que pode ser evitado?

Quais aparelhos podem ser reduzidos o consumo? Que tipo de mudança você pode fazer ou adaptar?

O cálculo funciona da segunda forma: divida a potência em watts do aparelho por 1.000. Dessa forma, você vai transformar o valor em kilowatts (KW). Em seguida, multiplique o resultado pelas horas de funcionamento do mesmo aparelho. 

Você também pode tentar saber o gasto em reais. Para isso, multiplique os KW obtidos pelo valor da tarifa que é cobrada em sua região.

Gostou desse conteúdo? Quer saber mais sobre o assunto? Confira o que são bandeiras nas contas de luz. Ah, e não se esqueça de compartilhar ou salvar o link para ver novamente em caso de dúvidas.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

cartão de crédito
falar de dinheiro em casa
Homem mexendo no celular para consultar as plataformas de afiliados
FGTS rende mais que a Selic