InícioNotíciasFinanças PessoaisSeguro para PIX? Saiba quais bancos e instituições oferecem

Seguro para PIX? Saiba quais bancos e instituições oferecem

5
(2)

O Pix vem revolucionando a forma de realizar pagamentos e transferências desde novembro de 2020. Porém, com a alta adesão dos brasileiros a essa nova forma de pagamento, começaram a surgir os golpes. Para tentar proteger os consumidores, alguns bancos trazem o seguro para PIX.

É isso mesmo, você não leu errado. Algumas instituições financeiras, como Santander, Bradesco e Mercado Pago estão lançando o seguro para Pix – que tem como objetivo proteger o usuário caso ocorra alguma transação indevida.

Vale ressaltar que o Banco Central (BC), junto com o governo e os bancos, têm trabalhado para tentar diminuir os crimes. Foi por esse motivo que o BC lançou recentemente 10 mudanças para evitar golpes e sequestros.

Pelo mesmo motivo começou a surgir no mercado o seguro para Pix. Para te ajudar a conhecer esse novo serviço, FinanceOne separou as principais ofertas e planos oferecidos pelas instituições financeiras. 

+ Receita pode usar Pix para investigar movimentações e bens?
+ Pix Internacional existe?

Seguro para Pix: veja os planos de cada instituição financeira

Se interessou ou ficou curioso para saber como funciona o seguro para Pix? Quer saber quanto custa esse serviço? Confira a lista de bancos que já estão oferecendo o seguro e os planos.

Santander

O seguro para Pix do Santander, que é chamado de Seguro Transações do Santander, tem como objetivo proteger o cliente de algumas situações, como a realização de transferências por meio de Pix, DOC, TED e TEF. Isso vale para quando o cliente estiver sob coação e/ou ameaças. 

Mas atenção: o banco deixa claro que em situações de golpes ou fraudes em que o consumidor é enganado ao realizar a transação, não serão cobertas pelo seguro. 

O Santander oferece três planos diferentes para quem quiser realizar a contratação do seguro. Os valores mensais são: R$9,99, R$18,99 ou R$24,99. E por que os valores são diferentes?

celular com tela do pix e várias notas de 100
O seguro para PIX é o novo serviço oferecido pelos bancos

Porque cada opção garante um valor diferente de indenização, sendo eles: R$3,5 mil, R$8 mil ou R$20 mil, respectivamente. 

É importante deixar claro que esses valores são limites de ressarcimento anuais e são válidos para uma ou mais ocorrências dentro desse período. 

Sendo assim, o cliente não poderá mais ser indenizado em um determinado ano após atingir o teto.

Bradesco

Outro banco que já está providenciando esse tipo de segurança é o Bradesco. A instituição financeira anunciou na última segunda-feira, 25, o seu novo “Seguro Proteção Digital”, que promete indenizar transferências feitas indevidamente através de Pix, TED e DOC.

O objetivo deste seguro é realizar a cobertura de transações indevidas feitas por terceiros – seja após perda, furto ou roubo do celular do segurado. Além disso, a cobertura também funcionará em casos de coação.

+ Já ouviu falar no “golpe do PIX agendado”? Veja como ocorre e como se prevenir!

O Bradesco explica que a contratação do seguro pode ser feita através do aplicativo do próprio banco. O serviço estará disponível, em breve, para todos os correntistas.

E o melhor: não será preciso cumprir nenhuma carência. O Seguro Proteção Digital do Bradesco é para qualquer correntista e poderá ser acionado a partir de 24 horas após o primeiro pagamento.

O banco ainda não revelou os valores, tampouco colocou o serviço à disposição. Isso deve acontecer nos próximos dias.

Mercado Pago

Com o objetivo de amenizar os golpes, o Mercado Pago foi mais um banco a anunciar o serviço de Seguro para Pix. Na última semana, a instituição financeira revelou novos sistemas de segurança para as suas contas digitais e de crédito.

+ Mercado Pago lança seguro para crimes por PIX. Conheça o serviço e como funciona

Assim como Santander e Bradesco, o Mercado Pago deseja indenizar clientes que sofrerem algum tipo de transação indevida por meio do Pix. O serviço será disponibilizado em parceria com a seguradora BN Pfaribas Cardif.

Já está confirmado que o seguro para Pix do Mercado Pago será ofertado em dois planos, sendo eles:

  • R$3,50 por mês com cobertura de R$5 mil
  • R$5 por mês com cobertura de até R$10 mil

O Mercado Pago ainda realizará sorteios entre os clientes que aderirem a este serviço. Eles serão realizados semanalmente, todos os sábados, com apuração pela Loteria Federal.

Gostou dessa novidade? Então compartilhe com seus amigos para que eles também conheçam a nova proteção ao Pix e possam contratar assim que disponível no banco deles.

O que achou disso?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Juliana Favorito
Juliana Favorito
Jornalista apaixonada em escutar e escrever histórias, mas que também tem uma queda pelo Marketing Digital. Com experiência em redação, social mídia e marketing ela gosta de sempre estar atualizada sobre a área da comunicação. E como uma boa carioca, não dispensa uma praia.

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

InícioNotíciasFinanças PessoaisSeguro para PIX? Saiba quais bancos e instituições oferecem

Seguro para PIX? Saiba quais bancos e instituições oferecem

5
(2)

O Pix vem revolucionando a forma de realizar pagamentos e transferências desde novembro de 2020. Porém, com a alta adesão dos brasileiros a essa nova forma de pagamento, começaram a surgir os golpes. Para tentar proteger os consumidores, alguns bancos trazem o seguro para PIX.

É isso mesmo, você não leu errado. Algumas instituições financeiras, como Santander, Bradesco e Mercado Pago estão lançando o seguro para Pix – que tem como objetivo proteger o usuário caso ocorra alguma transação indevida.

Vale ressaltar que o Banco Central (BC), junto com o governo e os bancos, têm trabalhado para tentar diminuir os crimes. Foi por esse motivo que o BC lançou recentemente 10 mudanças para evitar golpes e sequestros.

Pelo mesmo motivo começou a surgir no mercado o seguro para Pix. Para te ajudar a conhecer esse novo serviço, FinanceOne separou as principais ofertas e planos oferecidos pelas instituições financeiras. 

+ Receita pode usar Pix para investigar movimentações e bens?
+ Pix Internacional existe?

Seguro para Pix: veja os planos de cada instituição financeira

Se interessou ou ficou curioso para saber como funciona o seguro para Pix? Quer saber quanto custa esse serviço? Confira a lista de bancos que já estão oferecendo o seguro e os planos.

Santander

O seguro para Pix do Santander, que é chamado de Seguro Transações do Santander, tem como objetivo proteger o cliente de algumas situações, como a realização de transferências por meio de Pix, DOC, TED e TEF. Isso vale para quando o cliente estiver sob coação e/ou ameaças. 

Mas atenção: o banco deixa claro que em situações de golpes ou fraudes em que o consumidor é enganado ao realizar a transação, não serão cobertas pelo seguro. 

O Santander oferece três planos diferentes para quem quiser realizar a contratação do seguro. Os valores mensais são: R$9,99, R$18,99 ou R$24,99. E por que os valores são diferentes?

celular com tela do pix e várias notas de 100
O seguro para PIX é o novo serviço oferecido pelos bancos

Porque cada opção garante um valor diferente de indenização, sendo eles: R$3,5 mil, R$8 mil ou R$20 mil, respectivamente. 

É importante deixar claro que esses valores são limites de ressarcimento anuais e são válidos para uma ou mais ocorrências dentro desse período. 

Sendo assim, o cliente não poderá mais ser indenizado em um determinado ano após atingir o teto.

Bradesco

Outro banco que já está providenciando esse tipo de segurança é o Bradesco. A instituição financeira anunciou na última segunda-feira, 25, o seu novo “Seguro Proteção Digital”, que promete indenizar transferências feitas indevidamente através de Pix, TED e DOC.

O objetivo deste seguro é realizar a cobertura de transações indevidas feitas por terceiros – seja após perda, furto ou roubo do celular do segurado. Além disso, a cobertura também funcionará em casos de coação.

+ Já ouviu falar no “golpe do PIX agendado”? Veja como ocorre e como se prevenir!

O Bradesco explica que a contratação do seguro pode ser feita através do aplicativo do próprio banco. O serviço estará disponível, em breve, para todos os correntistas.

E o melhor: não será preciso cumprir nenhuma carência. O Seguro Proteção Digital do Bradesco é para qualquer correntista e poderá ser acionado a partir de 24 horas após o primeiro pagamento.

O banco ainda não revelou os valores, tampouco colocou o serviço à disposição. Isso deve acontecer nos próximos dias.

Mercado Pago

Com o objetivo de amenizar os golpes, o Mercado Pago foi mais um banco a anunciar o serviço de Seguro para Pix. Na última semana, a instituição financeira revelou novos sistemas de segurança para as suas contas digitais e de crédito.

+ Mercado Pago lança seguro para crimes por PIX. Conheça o serviço e como funciona

Assim como Santander e Bradesco, o Mercado Pago deseja indenizar clientes que sofrerem algum tipo de transação indevida por meio do Pix. O serviço será disponibilizado em parceria com a seguradora BN Pfaribas Cardif.

Já está confirmado que o seguro para Pix do Mercado Pago será ofertado em dois planos, sendo eles:

  • R$3,50 por mês com cobertura de R$5 mil
  • R$5 por mês com cobertura de até R$10 mil

O Mercado Pago ainda realizará sorteios entre os clientes que aderirem a este serviço. Eles serão realizados semanalmente, todos os sábados, com apuração pela Loteria Federal.

Gostou dessa novidade? Então compartilhe com seus amigos para que eles também conheçam a nova proteção ao Pix e possam contratar assim que disponível no banco deles.

O que achou disso?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?