Transferência internacional: como fazer de forma econômica e segura | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,843
Euro R$ 4,457
Bitcoin R$ 24.664,04
Bovespa 74.538,54
CDI 6,39% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 5,053
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Transferência internacional: como fazer de forma econômica e segura

Os bancos normalmente oferecem taxas terríveis para transferências internacionais, mas empresas como a TransferWise podem te ajudar a ficar com mais do seu dinheiro.

O ano de 2017 registrou um recorde histórico em remessas internacionais entre pessoas físicas ao redor do mundo. É o que mostra um estudo do Banco Mundial, onde a América Latina é uma região com destaque.

Um dos fatores que motiva essa movimentação de dinheiro é o fluxo migratório – exemplo disso são pessoas que saem do Brasil e enviam dinheiro de volta para o país ou recebem ajuda financeira no exterior. Mas será que essas pessoas estão conscientes de suas decisões quando fazem essas transações? No momento de enviar dinheiro entre países, é importante saber em que condições o fazemos.

Analisamos quatro fatores que devem ser tidos em conta no momento de fazer transferências internacionais. Confira nossas dicas e veja como garantir as melhores condições.

Transferência internacional: 4 dicas para garantir as melhores condições

Baixo custo, rapidez na transferência, conveniência e segurança são o segredo para garantir um bom negócio ao fazer uma transferência internacional.

Veja como cada um desses itens deve ser analisado para evitar se envolver em negócios pouco seguros ou desvantajosos:

1. Custo total da transferência

O custo é um fator preponderante para tomar a decisão de seguir com este ou aquele operador. O problema é que este dado pode não ser o mais fiel: é frequente o número de vezes em que provedores – como os bancos – apresentam promoções cujo valor descontado é depois embutido na taxa de câmbio ou em outros custos.

Assim, é importante ter em atenção o tipo de cotação da moeda. O valor do câmbio “turismo” nada mais é do que a adição de uma margem de lucro do operador à cotação comercial, aquela que é negociada na bolsa de valores.

É bom referir também as tarifas cobradas pela comunicação entre bancos de países diferentes (custos SWIFT), assim como os custos que os bancos de destino podem cobrar para receber uma transferência internacional.

Mais adiante, na tabela, você pode conferir uma comparação entre as composições de preços de diferentes instituições.

2. Segurança

A segurança é um item que precisa ser sempre levado em consideração: fraudes, estelionato e roubo de dados são crimes passíveis de acontecer em transações com operadores ou pessoas desconhecidas.

O que evitar:

  • Transportar grandes quantias de dinheiro em espécie
  • Negociar com pessoas físicas ou jurídicas desconhecidas
  • Utilizar operadores suspeitos com promoções imperdíveis

Você deverá sempre procurar recolher o máximo de informação sobre a instituição com quem vai fazer sua transferência, certificando-se de que ela está regulamentada e autorizada pelo Banco Central.

3. Tempo de envio

Quando for analisar o tempo de envio de uma transação internacional, fique atento a qual o prazo declarado pelo banco após concluído todo o processo de documentação, contrato de câmbio e aprovação da transferência. Sem mencionar o horário em que você está enviando a remessa.

Um aspeto que por vezes passa despercebido aos usuários é o fuso-horário entre dois países. Um exemplo: Lisboa está adiantada quatro horas em relação a São Paulo durante boa parte do ano. Se uma transferência for feita no Brasil ao meio-dia, os bancos já estão encerrados em Lisboa. Isso poderá implicar uma demora no envio.

4. Método de pagamento

O método de pagamento disponível irá depender do agente de transferência que você escolheu: casa de câmbio, operadora online ou banco no qual é correntista.

Normalmente, transferências internacionais feitas por banco podem ser transferidas diretamente de sua conta corrente (por débito) ou por pagamento em espécie direto na agência bancária.

Agentes cambiais e plataformas de remessas online podem oferecer várias opções: pagamento via TED, boleto bancário e até cartão de crédito. Lembramos que a forma de pagamento escolhida tem influência no valor a pagar pela transação.

Como enviar remessas ao exterior

Na tabela abaixo, listamos algumas instituições que trabalham com remessas internacionais e elencamos seus diferenciais em relação ao tempo de envio, taxa praticada, método de pagamento e composição do preço. A tabela serve para uma transferência de R$1000, do Brasil para conta de outra pessoa no exterior.

Serviço Tempo normal de envio Método de pagamento Taxa de câmbio Custo total
TransferWise 1 – 4 dias úteis Transferência TED ou boleto Câmbio comercial R$23,60 já com o IOF incluso
Itaú 2 dias úteis Remessa bancária internacional por débito ou valor em espécie na agência Taxa de câmbio com margem de lucro R$130,00 + IOF (0,38%) + margem de lucro no câmbio +  potenciais custos do beneficiário
Banco Santander Até 5 dias úteis Remessa bancária internacional por débito ou valor em espécie na agência Taxa de câmbio com margem de lucro R$90,00 + IOF (0,38%) + margem de lucro do câmbio + potenciais custos do beneficiário
Bradesco Até 2 dias úteis Remessa bancária internacional por débito ou valor em espécie na agência Taxa de câmbio com margem de lucro USD$100 (dólares) + IOF (0,38%) + margem de lucro no câmbio + despesas potenciais do beneficiário
Banco do Brasil 2 dias úteis ou mais Remessa bancária internacional por débito ou valor em espécie na agência Taxa de câmbio com margem de lucro R$110,00 + IOF (0,38%) + margem de lucro no câmbio + despesas externas (com tarifa na ordem dos US$100,00 – dólares)

Fonte: https://transferwise.com/br/blog/quanto-tempo-transferencia-bancaria-internacional

As instituições citadas na tabela acima são regulamentadas pelo Banco Central do Brasil.

Os valores foram consultados em 19 de junho de 2018. Podem sofrer alterações e têm como base as tabelas de preços divulgadas nos respetivos sites. No caso da TransferWise, ela opera por meio dos seus parceiros no Brasil (MS Bank e Banco Rendimento) e todas as transações feitas através da plataforma são regulamentadas pelo e reportadas ao Banco Central.

Na tabela podemos ver a diferença de envio entre alguns bancos e a TransferWise.

A diferença mais notório é o preço, já que o tempo de transferência é aproximadamente o mesmo. Se você pretende efetuar transferências pessoais, entre Pessoa Física apenas, nesse caso a TransferWise é a melhor opção. Ao contrário dos bancos, a empresa não adiciona margem de lucro à taxa de câmbio. Ou seja, a conversão é feita com o câmbio comercial.

Além disso, a TransferWise reduz os custos das transferências internacionais comuns ao trabalhar com parceiros locais nos países onde opera. Ou seja:

1. O dinheiro é recebido por eles no país de origem através de pagamento local;

2. É então convertido na moeda de destino;

3. Depois de convertido, o dinheiro é enviado para o país no exterior também através de transferência local.

Ou seja, em vez de uma transferência internacional, são feitas duas transferências locais, o que elimina os custos de comunicação SWIFT.

Fazer uma transferência com a TransferWise Transferência internacional

Como enviar dinheiro ao exterior

Usando bancos

Alguns bancos exigem que o usuário compareça pessoalmente para assinar um contrato de câmbio; outros autorizam a transferência via telefone, aplicativo ou site – mas isso também pode variar com o perfil de conta que você tem junto ao banco.

Para fazer transferências internacionais, é normal ter de fornecer o motivo da remessa para o exterior, além das informações sobre o destinatário, que normalmente serão:

De acordo com o valor enviado, você deverá confirmar com o banco se serão solicitados documentos adicionais.

Com a TransferWise

Para transferir dinheiro com a TransferWise você pode ser correntista de qualquer banco. Basta realizar seu cadastro no site e criar a transferência para o seu beneficiário.

Veja um passo a passo de como utilizar a TransferWise:

1) Crie uma conta gratuita de usuário TransferWise;

2) Crie uma transferência e selecione as moedas de origem e de destino;

3) Pague o boleto dentro do prazo de validade deste, ou envie uma transferência TED para a TransferWise;

4) Uma vez identificada a chegada do dinheiro pelo parceiro bancário da TransferWise, o dinheiro é convertido, e a remessa é liberada para a conta de destino.

A plataforma online tem crescido no Brasil devido aos preços acessíveis que fornece, e à simplicidade de processos. Recomendamos a TransferWise, por ser tão segura quanto um banco, porém mais econômica.