Início Notícias Finanças Pessoais Vale a pena pegar empréstimo para viajar?

Vale a pena pegar empréstimo para viajar?

0
(0)

Realizar a viagem dos sonhos nem sempre cabe dentro do orçamento. Por isso, muitas pessoas optam por pegar empréstimo para viajar. Mas, será que vale a pena?

Uma viagem requer planejamento não só do destino, passagens e acomodações, como também financeiro.

É preciso saber quanto se tem disponível para gastar e qual será sua despesa básica no período de férias. Para isso, a dica é anotar todos os seus gastos envolvidos nos dias de folga.

Como por exemplo, hospedagem, passagem, deslocamento pela cidade, alimentação e pontos turísticos.

Faça esse cálculo para cada pessoa que terá que arcar com o custo. O que inclui seus dependentes e filhos.

empréstimo-pra-negativado
Diversos bancos oferecem empréstimos para viajar

É importante fazer essa planilha para que defina o tipo de viagem que terá. Com isso, ficará mais fácil se organizar financeiramente e verificar se fazer um empréstimo é uma boa opção.

Para quem não tem como pagar todas as despesas da viagem à vista, o empréstimo é uma alternativa plausível.

Instituições financeiras apresentam linhas de crédito que irão cobrir parte do seu pacote de viagem. O pagamento deve ser feito em um prazo de até 48 meses, ou seja, quatro anos.

No mercado, os principais bancos já oferecem empréstimo para viajar.

São eles:

– Caixa Econômica Federal;
– Banco do Brasil;
– Bradesco;
– Itaú.

Essas instituições também oferecem serviços de empréstimo para quem pretende fazer uma viagem mais demorada e morar alguns meses fora do país. Seja a trabalho ou estudo.

Como conseguir um empréstimo para viajar?

Em geral, é necessário seguir alguns passos para ter acesso a esse tipo de empréstimo. Cada uma das instituições apresenta suas próprias regras.

Mas, basicamente, precisará passar pela análise de crédito. Você deverá fornecer todos os seus dados para que o banco apure cada um deles.

Tais como registro geral (RG), cadastro de pessoa física (CPF), data de nascimento, contatos, comprovante de renda e referências profissionais.

A instituição consultará órgãos como o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e Serasa para verificar sua situação no mercado. Dessa forma, é necessário estar com nome no azul e com as contas em dia.

Caso esteja com nome sujo, dificilmente terá um empréstimo aprovado. Essa análise prévia feita pelo banco será responsável por validade a capacidade do individuo de assumir um compromisso financeiro.

O comprovante de renda, por exemplo, será um importante dado. Já que indicará o quanto do seu salário tem potencial para cobrir os novos custos com o empréstimo para viajar.

Nos casos de aprovação, o dinheiro ficará disponível na sua conta corrente pronto para a viagem.

Por outro lado, empréstimos contam com taxas e juros

Vale a pena tentar esse empréstimo? A resposta varia de acordo com o perfil da pessoa e como controla sua vida financeira.

Caso tenha que fazer uma viagem emergencial e não teve tempo de juntar dinheiro, o empréstimo pode ser uma solução.

Mas, se tiver mais tempo, a recomendação é sempre juntar orçamento para não acumular dívidas.

Não esqueça que esse, como qualquer outro tipo de empréstimo, envolve a cobrança de taxas e juros para contratação do serviço.

É comum se deslumbrar com o dinheiro e esquecer que terá que devolvê-lo acompanhado de um taxa.

Por isso, não deixe de identificar o valor final da viagem, incluindo os valores que terá que pagar pelo empréstimo.

Assim, é fundamental avaliar as condições que o banco oferece para a contratação do crédito. Faça uma comparação entre as instituições financeiras que oferecem o serviço.

Pelo site dos bancos, é possível simular como seria o crédito e como isso impactará nas suas economias.

Para aqueles que tem dificuldade com esses cálculos, é uma ótima opção. E até mesmo para confirmar as suas expectativas quanto ao serviço.

A grande questão é avaliar o quanto isso impactará nas suas contas e despesas. Tenha calma e avalie antes de tomar qualquer decisão.

Dessa forma, você poderá curtir seus dias de folga sem preocupação por novas dívidas. Não faça do empréstimo mais um motivo para ficar enrolado financeiramente.

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Bruna Somma
Jornalista formada pela UFRRJ, com passagens por redações de jornais, sites e Assessoria de Comunicação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Nubank lança cartão de débito para pessoas jurídicas

Chegou uma novidade voltada ao setor de pequenas e médias empresas brasileiras (PME). O Nubank lança cartão de débito para pessoas jurídicas...

5 aplicativos para usar antes e durante viagens

O planejamento de uma viagem é importante para que você saiba quais documentos são necessários levar e até mesmo os passeios que...

CDB ou poupança? Saiba qual é o melhor

Se você está pensando em investir, mas não sabe onde deve aplicar o seu dinheiro ou está na dúvida entre CDB ou poupança, saiba...

8 ideias de negócios para empreender na crise

Em tempos de crise no país, empreender pode ser a melhor maneira de ganhar dinheiro e largar o fantasma do desemprego. São muitas as...

Renda fixa x renda variável: confira as diferenças

Quem investe com certeza já ouviu falar sobre renda fixa x renda variável. Mas quais são as diferenças entre esses dois tipos...

Como começar um negócio? Confira passo a passo

Você já pensou em começar seu próprio negócio? O sonho de muitos brasileiros é empreender e deixar de ser um funcionário de...