InícioNotíciasFinanças PessoaisConfira 3 passos para desenvolver sua inteligência financeira

Confira 3 passos para desenvolver sua inteligência financeira

0
(0)

Você já ouviu falar em inteligência financeira? Não, não é a mesma coisa que educação financeira. Na verdade, é um conceito complementar, mas tão importante quanto. 

Entender do que se trata e como desenvolver esse tipo de mentalidade ajuda as pessoas a pouparem muito mais dinheiro, realizar as metas e sonhos, além de torná-las mais propensas a enriquecer. 

Acontece que a inteligência financeira está relacionada com saber como lidar com o seu dinheiro. Uma vez que o dinheiro está ligado a diversos aspectos da sua vida, essa mentalidade acaba beneficiando todos eles.

Quer entender mais sobre isso e como desenvolver esse tipo de inteligência? Então continue lendo o artigo e confira as dicas do Grupo Investidor Sardinha!

O que é inteligência financeira?

Diferente da educação financeira, que se refere ao conhecimento teórico sobre dinheiro e economia propriamente dito, a inteligência financeira se refere a uma mentalidade. Ou seja, à forma como a pessoa lida com dinheiro

Pessoas com essa mentalidade desenvolvida sabem gerenciar bem a própria renda, tomam boas decisões na hora escolher o que fazer com o próprio dinheiro, possuem mais facilidade em investir, não gastam de forma impensada etc. 

Por exemplo, imagine duas pessoas que querem comprar uma casa daqui a 5 anos. Ambas possuem o mesmo nível de poder aquisitivo, nível de escolaridade e também foram educadas financeiramente (sabem a teoria). 

Porém, uma dessas pessoas tem a inteligência financeira desenvolvida e a outra não. 

Mesmo tendo as mesmas condições, provavelmente aquela que tem a mentalidade correta conseguirá comprar o imóvel primeiro e com menos sofrimento e desgaste no meio. Afinal, ela sabe gerenciar melhor seu dinheiro. 

Já a segunda pessoa, embora (teoricamente) tivesse condições de comprar a casa, esteve mais propensa a gastar sem pensar nesses cinco anos, a furar o próprio orçamento, a procrastinar na hora de investir… E não conseguiu comprar a casa.

As características de quem tem inteligência financeira, geralmente, são:

  • Escolhas inteligentes
  • Atitude focada
  • Estratégia
  • Planos sólidos

A boa notícia é que essa mentalidade pode ser desenvolvida. Então se você já sabe toda a teoria sobre finanças, mas ainda não consegue lidar bem com seu dinheiro, siga o passo a passo a seguir!

Lâmpada acesa com cifrão de dinheiro desenhada por um giz em uma lousa
Pessoas com inteligência financeira têm mais chances de enriquecer

Como aprender inteligência financeira em 3 passos

Para desenvolver a sua inteligência financeira, siga os passos abaixo. Saiba que o processo pode ser um pouco desafiador para algumas pessoas, mas vale a pena.

Lembre-se, contudo, que comprometimento é fundamental. 

1 Entenda a sua realidade

O primeiro passo para desenvolver inteligência financeira é conhecer a sua realidade financeira. Afinal, só sabendo de onde você está partindo, poderá traçar uma rota rumo a onde quer chegar.

Isso significa que você deve verificar quais são as suas fontes de renda, qual é a sua receita mensal, analisar quais são os seus gastos fixos e variáveis. Ou seja, tomar consciência das suas finanças.

Sabe quando você pergunta a uma pessoa – por mais bem sucedida que ela pareça – quanto ela ganha por mês e ela não sabe responder? 

Das duas, uma: ou ela está desconversando para não te contar ou ela não tem inteligência financeira. Pessoas com essa mentalidade desenvolvida têm total consciência sobre a própria carteira. 

Dica: anote todos os seus dados em uma folha ou em uma planilha. Dessa forma, você consegue analisar a sua realidade com maior clareza e organizar a sua vida financeira.

2 Trace metas e objetivos

Você sabia que sonho e objetivo são coisas diferentes? Um sonho é algo no campo das ideias. Já um objetivo é algo que você planeja um caminho para ser realizado.

E esse é o segundo passo para desenvolver sua inteligência financeira. Na medida que for ganhando experiência em traçar e realizar metas, vai mudar a mentalidade e fará cada vez escolhas mais inteligentes financeiramente. 

As metas são como passos que, ao serem cumpridos, te colocam mais perto da realização do seu objetivo. 

Desse modo, quando todas as metas forem cumpridas, você terá alcançado o seu objetivo. Um detalhe importante é que as metas devem ser claras e mensuráveis.

Exemplo: ao invés de estabelecer uma meta de “ emagrecer”, simplesmente, torne-a mais específica: “quero emagrecer 10kg em dois meses. Para isso, vou ao nutricionista toda semana durante esse período e me matricularei na academia”.

Se aplicar esse hábito na sua vida, conseguirá desenvolver a inteligência financeira e também a disciplina necessária para realizar seus sonhos.

3 Estude e consuma bons conteúdos

Já falamos que inteligência financeira e educação financeira são duas coisas distintas. Porém, são entendimentos que se complementam: uma pessoa com esses dois atributos tem muitas chances de enriquecer. 

Além disso, se educar financeiramente também contribui para o desenvolvimento de uma mentalidade financeira mais eficiente. 

Então estude! Principalmente sobre investimentos, porque sem conhecer sobre eles, como você saberá qual o melhor ativo para você?

Dicas: consuma muito conteúdo sobre finanças e desenvolvimento pessoal:

Qual a importância da inteligência financeira?

Se você ainda não está convencido de que deve buscar desenvolver a sua inteligência financeira, saiba que ela é importante para realizar objetivos.

Não apenas te fará evitar gastos por impulso e a tomar decisões erradas, mas também terá um impacto positivo em todas as áreas da sua vida que são influenciadas pelo dinheiro de alguma forma. 

Estas são algumas das vantagens em desenvolver a inteligência financeira:

  • Ajuda no hábito de poupar: gastar menos do que ganha e poupar uma parte é essencial para que você consiga realizar seus objetivos.
  • Te ajuda a ter foco nas suas prioridades. Com isso, as chances de você conseguir realizar seus objetivos são maiores.
  • Investir melhor: você estuda sobre investimentos e passa a investir melhor.
  • Ajuda a decidir quais são os objetivos que você quer realizar e a se planejar para isso.
  • Diminui o estresse. Afinal, não ter controle das finanças é estressante. Com a inteligência financeira, você está no controle de tudo.

Gostou do conteúdo? Então deixe um comentário e compartilhe com seus amigos que, mesmo tendo dinheiro, não têm uma boa mentalidade desenvolvida para lidar com dinheiro.

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Tamires Silva
Tamires Silva
Jornalista e Redatora do FinanceOne, onde suas finanças começam.

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

InícioNotíciasFinanças PessoaisConfira 3 passos para desenvolver sua inteligência financeira

Confira 3 passos para desenvolver sua inteligência financeira

0
(0)

Você já ouviu falar em inteligência financeira? Não, não é a mesma coisa que educação financeira. Na verdade, é um conceito complementar, mas tão importante quanto. 

Entender do que se trata e como desenvolver esse tipo de mentalidade ajuda as pessoas a pouparem muito mais dinheiro, realizar as metas e sonhos, além de torná-las mais propensas a enriquecer. 

Acontece que a inteligência financeira está relacionada com saber como lidar com o seu dinheiro. Uma vez que o dinheiro está ligado a diversos aspectos da sua vida, essa mentalidade acaba beneficiando todos eles.

Quer entender mais sobre isso e como desenvolver esse tipo de inteligência? Então continue lendo o artigo e confira as dicas do Grupo Investidor Sardinha!

O que é inteligência financeira?

Diferente da educação financeira, que se refere ao conhecimento teórico sobre dinheiro e economia propriamente dito, a inteligência financeira se refere a uma mentalidade. Ou seja, à forma como a pessoa lida com dinheiro

Pessoas com essa mentalidade desenvolvida sabem gerenciar bem a própria renda, tomam boas decisões na hora escolher o que fazer com o próprio dinheiro, possuem mais facilidade em investir, não gastam de forma impensada etc. 

Por exemplo, imagine duas pessoas que querem comprar uma casa daqui a 5 anos. Ambas possuem o mesmo nível de poder aquisitivo, nível de escolaridade e também foram educadas financeiramente (sabem a teoria). 

Porém, uma dessas pessoas tem a inteligência financeira desenvolvida e a outra não. 

Mesmo tendo as mesmas condições, provavelmente aquela que tem a mentalidade correta conseguirá comprar o imóvel primeiro e com menos sofrimento e desgaste no meio. Afinal, ela sabe gerenciar melhor seu dinheiro. 

Já a segunda pessoa, embora (teoricamente) tivesse condições de comprar a casa, esteve mais propensa a gastar sem pensar nesses cinco anos, a furar o próprio orçamento, a procrastinar na hora de investir… E não conseguiu comprar a casa.

As características de quem tem inteligência financeira, geralmente, são:

  • Escolhas inteligentes
  • Atitude focada
  • Estratégia
  • Planos sólidos

A boa notícia é que essa mentalidade pode ser desenvolvida. Então se você já sabe toda a teoria sobre finanças, mas ainda não consegue lidar bem com seu dinheiro, siga o passo a passo a seguir!

Lâmpada acesa com cifrão de dinheiro desenhada por um giz em uma lousa
Pessoas com inteligência financeira têm mais chances de enriquecer

Como aprender inteligência financeira em 3 passos

Para desenvolver a sua inteligência financeira, siga os passos abaixo. Saiba que o processo pode ser um pouco desafiador para algumas pessoas, mas vale a pena.

Lembre-se, contudo, que comprometimento é fundamental. 

1 Entenda a sua realidade

O primeiro passo para desenvolver inteligência financeira é conhecer a sua realidade financeira. Afinal, só sabendo de onde você está partindo, poderá traçar uma rota rumo a onde quer chegar.

Isso significa que você deve verificar quais são as suas fontes de renda, qual é a sua receita mensal, analisar quais são os seus gastos fixos e variáveis. Ou seja, tomar consciência das suas finanças.

Sabe quando você pergunta a uma pessoa – por mais bem sucedida que ela pareça – quanto ela ganha por mês e ela não sabe responder? 

Das duas, uma: ou ela está desconversando para não te contar ou ela não tem inteligência financeira. Pessoas com essa mentalidade desenvolvida têm total consciência sobre a própria carteira. 

Dica: anote todos os seus dados em uma folha ou em uma planilha. Dessa forma, você consegue analisar a sua realidade com maior clareza e organizar a sua vida financeira.

2 Trace metas e objetivos

Você sabia que sonho e objetivo são coisas diferentes? Um sonho é algo no campo das ideias. Já um objetivo é algo que você planeja um caminho para ser realizado.

E esse é o segundo passo para desenvolver sua inteligência financeira. Na medida que for ganhando experiência em traçar e realizar metas, vai mudar a mentalidade e fará cada vez escolhas mais inteligentes financeiramente. 

As metas são como passos que, ao serem cumpridos, te colocam mais perto da realização do seu objetivo. 

Desse modo, quando todas as metas forem cumpridas, você terá alcançado o seu objetivo. Um detalhe importante é que as metas devem ser claras e mensuráveis.

Exemplo: ao invés de estabelecer uma meta de “ emagrecer”, simplesmente, torne-a mais específica: “quero emagrecer 10kg em dois meses. Para isso, vou ao nutricionista toda semana durante esse período e me matricularei na academia”.

Se aplicar esse hábito na sua vida, conseguirá desenvolver a inteligência financeira e também a disciplina necessária para realizar seus sonhos.

3 Estude e consuma bons conteúdos

Já falamos que inteligência financeira e educação financeira são duas coisas distintas. Porém, são entendimentos que se complementam: uma pessoa com esses dois atributos tem muitas chances de enriquecer. 

Além disso, se educar financeiramente também contribui para o desenvolvimento de uma mentalidade financeira mais eficiente. 

Então estude! Principalmente sobre investimentos, porque sem conhecer sobre eles, como você saberá qual o melhor ativo para você?

Dicas: consuma muito conteúdo sobre finanças e desenvolvimento pessoal:

Qual a importância da inteligência financeira?

Se você ainda não está convencido de que deve buscar desenvolver a sua inteligência financeira, saiba que ela é importante para realizar objetivos.

Não apenas te fará evitar gastos por impulso e a tomar decisões erradas, mas também terá um impacto positivo em todas as áreas da sua vida que são influenciadas pelo dinheiro de alguma forma. 

Estas são algumas das vantagens em desenvolver a inteligência financeira:

  • Ajuda no hábito de poupar: gastar menos do que ganha e poupar uma parte é essencial para que você consiga realizar seus objetivos.
  • Te ajuda a ter foco nas suas prioridades. Com isso, as chances de você conseguir realizar seus objetivos são maiores.
  • Investir melhor: você estuda sobre investimentos e passa a investir melhor.
  • Ajuda a decidir quais são os objetivos que você quer realizar e a se planejar para isso.
  • Diminui o estresse. Afinal, não ter controle das finanças é estressante. Com a inteligência financeira, você está no controle de tudo.

Gostou do conteúdo? Então deixe um comentário e compartilhe com seus amigos que, mesmo tendo dinheiro, não têm uma boa mentalidade desenvolvida para lidar com dinheiro.

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?