Mais
    InícioNotíciasConfira o guia completo para escolher o seguro viagem

    Confira o guia completo para escolher o seguro viagem

    0
    (0)

    Ao viajar, seja para o exterior ou no Brasil, é importante ter um seguro viagem para ficar protegido em caso de imprevistos.

    A depender do pacote contratado, o seguro pode cobrir, por exemplo, as despesas médicas, hospitalares e odontológicas. Além do cancelamento de viagem, acidente de voo e extravio de bagagem.

    Em alguns destinos, o seguro viagem é obrigatório. No Brasil, esses planos são regulamentados pela Superintendência de Seguros Privados (Susep).

    Segundo a Susep, o preço dos seguros deve ser correspondente com os serviços médicos e hospitalares da localidade.

    Nos Estados Unidos, por exemplo, os valores tendem a ser mais elevados porque os custos médicos são altos.

    Mas, você sabe como escolher um bom seguro viagem, qual sua cobertura e se atende as suas necessidades? Neste guia, vamos responder a essas e outras perguntas.

    Confira os tópicos que serão abordados:

    Qual a importância do seguro viagem?

    Em uma viagem, nunca se sabe quando pode ocorrer um imprevisto. Ainda mais quando se está em um país sem serviço público de saúde ou que não se fala nossa língua.

    Dessa forma, é fundamental estar prevenido para não pagar caro depois. Ter o seguro dá maior tranquilidade sobre os riscos que estará exposto, seja nas férias, à negócios ou intercâmbio.

    Como por exemplo, acidentes, regresso antecipado por morte na família, cirurgia emergencial, perda de bagagem. Pode acontecer de tudo. E prevenir é sempre a melhor opção.

    Também é importante contratar um seguro viagem porque ele pode ser requisitado pelo agente de imigração no aeroporto.

    + Confira os melhores seguros viagem, segundo a Proteste

    Caso seja obrigatório e você não tenha a cobertura, pode ter que voltar ao Brasil sem aproveitar as férias.

    Nem sempre o documento que comprova o seguro viagem é solicitado a todas as pessoas. Mas, a dica é levá-lo junto com sua bagagem de mão.

    Assim como ter o número da apólice do seguro que contratou.

    Seguro viagem é obrigatório em quais países?

    Nos países europeus que fazem parte do Tratado de Schengen é obrigatório o seguro viagem. Eles exigem que a cobertura mínima seja de 30 mil euros para que os turistas possam entrar em seus territórios. São eles:

    • – Alemanha;
    • – Áustria;
    • – Bélgica;
    • – Chipre;
    • – Dinamarca;
    • – Eslováquia;
    • – Eslovênia;
    • – Espanha;
    • – Estônia;
    • – Finlândia;
    • – França;
    • – Grécia;
    • – Holanda;
    • – Hungria;
    • – Islândia;
    • – Itália;
    • – Letônia;
    • – Lituânia;
    • – Liechtenstein;
    • – Luxemburgo;
    • – Malta;
    • – Noruega;
    • – Polônia;
    • – Portugal;
    • – República Tcheca;
    • – Suécia;
    • – Suíça.

    Apesar de não fazer parte do acordo, a Irlanda também exige o seguro viagem. Porém, sem o valor da cobertura mínima.

    Por outro lado, na Austrália, a cobertura só é obrigatória para estudantes de intercâmbio. Na América Latina, apenas Cuba e Venezuela requerem o seguro viagem.

    Ainda assim, o Ministério das Relações Exteriores recomenda entrar em contato com a embaixada ou consulado do país a que se planeja viajar para confirmar a obrigatoriedade do seguro.

    Qual é o valor de um seguro viagem?

    Em relação aos custos que teríamos em caso de uma cirurgia no exterior, por exemplo, o seguro viagem sai barato.

    Os preços são variáveis de acordo com o plano e com a cobertura que escolher. Para viagens nacionais é possível encontrar seguros a partir de R$6 ao dia.

    Na Europa, o valor sobre para R$12 por dia. Alguns sites oferecem calculadoras gratuitas para verificar o valor dos planos para o seu destino.

    Fica mais fácil, portanto, ver os serviços que apresentam o melhor custo-benefício.

    Quais são os tipos de cobertura disponíveis?

    Em geral, as coberturas mais comuns incluem atendimento médico e odontológico 24 horas ao dia; perda ou extravio de bagagem; indenização em caso de morte acidental ou invalidez em viagem.

    Assim como auxílio-farmácia; assistência para localizar bagagem; cancelamento de voo; seguro de interrupção ou cancelamento de viagem, nos casos de emergência médica.

    Alguns planos também oferecem passagem aérea de ida e volta para um familiar em casos de problemas de saúde; assistência jurídica; pagamento antecipado de fiança; translado de corpo.

    A dica é verificar com a seguradora todas as coberturas disponíveis por ela. Depois, verifique qual será necessário incluir no seu pacote.

    Dessa forma, o serviço poderá ficar mais barato ou caro conforme a quantidade de itens.

    imagem de várias bagagens de viagem
    Escolher um plano de seguro para viagem evita dores de cabeça no futuro

    Como escolher um plano de seguro viagem?

    A escolha de um bom seguro viagem depende do seu destino e perfil. A partir disso, você poderá escolher qual plano oferece o melhor custo-benefício para suas necessidades.

    Idosos, grávidas ou pessoas com doenças, por exemplo, devem contratar planos completos para cobrir suas especificidades.

    Uma viagem à praia, por sua vez, requer um tipo de plano.

    Já para neve, as condições e coberturas devem ser outra. Converse isso com a seguradora antes de fechar contrato.

    Nos Estados Unidos, não é obrigatório apresentar o seguro viagem na imigração.

    Os custos com emergências médicas, no entanto, são altos.

    Dessa forma, pode compensar fazer um seguro para viagens aos EUA. A recomendação dos especialistas é que a cobertura seja elevada, acima dos 50 mil dólares.

    Existem também serviços adicionais contra roubos, furtos. A depender do seu destino, pode ser uma opção também.

    + Vale a pena pegar empréstimo para viajar?

    Onde contratar um plano?

    As agências de turismo costumam oferecer o seguro viagem junto com o pacote. Mas, é possível contratar por fora, em empresas especializadas.

    Além dos sites das seguradoras ou comparadores de seguros. Faça uma busca na internet sobre as opções e seus tipos de cobertura.

    Quando devo contratar o serviço e por quanto tempo?

    O seguro viagem pode ser disponibilizado em apólice ou bilhete. Existem alternativas específicas para o período da sua viagem.

    Assim como para um número limitado de viagens dentro de um período de tempo. O que pode ser interessante para quem faz mais de uma viagem internacional ao ano.

    Por outro lado, não há um prazo estipulado para contratar um seguro viagem. Você pode fazer isso até mesmo no dia do embarque.

    Porém, é necessário ficar atento ao tempo que a seguradora leva para liberar os serviços depois da compra. O ideal é já estar com a cobertura ativada ao embarcar.

    Há seguradoras que solicitam até 72 horas para fazer esse processo. Dessa maneira, a indicação é fechar o contrato com, pelo menos, uma semana de antecedência ao embarque.

    É importante que a cobertura ocorra durante todo o período da sua viagem. Ou até mais de um dia, em caso de imprevistos na ida ou volta.

    Como acionar o seguro durante a viagem?

    Nas situações de imprevisto em uma viagem, caso esteja segurado, o primeiro passado é entrar em contato com a seguradora contratada.

    Faça isso com o número da apólice. Assim, você receberá o suporte necessário para lidar com as dificuldades que não eram esperadas.

    A assistência é 24 horas e a maioria das seguradoras aceitam chamadas a cobrar. Além de fazem atendimento em português, mesmo no exterior.

    Em caso de emergência, você pode ir direto ao médico. Porém, guarde todos os documentos necessários para solicitar o reembolso, conforme as regras da seguradora.

    E aí, com essas dicas ficou mais fácil escolher o seguro? Conte aqui nos comentários!

    *Colaboração Mateus Carvalho

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Bruna Somma
    Bruna Somma
    Jornalista formada pela UFRRJ, com passagens por redações de jornais, sites e Assessoria de Comunicação.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasConfira o guia completo para escolher o seguro viagem

    Confira o guia completo para escolher o seguro viagem

    0
    (0)

    Ao viajar, seja para o exterior ou no Brasil, é importante ter um seguro viagem para ficar protegido em caso de imprevistos.

    A depender do pacote contratado, o seguro pode cobrir, por exemplo, as despesas médicas, hospitalares e odontológicas. Além do cancelamento de viagem, acidente de voo e extravio de bagagem.

    Em alguns destinos, o seguro viagem é obrigatório. No Brasil, esses planos são regulamentados pela Superintendência de Seguros Privados (Susep).

    Segundo a Susep, o preço dos seguros deve ser correspondente com os serviços médicos e hospitalares da localidade.

    Nos Estados Unidos, por exemplo, os valores tendem a ser mais elevados porque os custos médicos são altos.

    Mas, você sabe como escolher um bom seguro viagem, qual sua cobertura e se atende as suas necessidades? Neste guia, vamos responder a essas e outras perguntas.

    Confira os tópicos que serão abordados:

    Qual a importância do seguro viagem?

    Em uma viagem, nunca se sabe quando pode ocorrer um imprevisto. Ainda mais quando se está em um país sem serviço público de saúde ou que não se fala nossa língua.

    Dessa forma, é fundamental estar prevenido para não pagar caro depois. Ter o seguro dá maior tranquilidade sobre os riscos que estará exposto, seja nas férias, à negócios ou intercâmbio.

    Como por exemplo, acidentes, regresso antecipado por morte na família, cirurgia emergencial, perda de bagagem. Pode acontecer de tudo. E prevenir é sempre a melhor opção.

    Também é importante contratar um seguro viagem porque ele pode ser requisitado pelo agente de imigração no aeroporto.

    + Confira os melhores seguros viagem, segundo a Proteste

    Caso seja obrigatório e você não tenha a cobertura, pode ter que voltar ao Brasil sem aproveitar as férias.

    Nem sempre o documento que comprova o seguro viagem é solicitado a todas as pessoas. Mas, a dica é levá-lo junto com sua bagagem de mão.

    Assim como ter o número da apólice do seguro que contratou.

    Seguro viagem é obrigatório em quais países?

    Nos países europeus que fazem parte do Tratado de Schengen é obrigatório o seguro viagem. Eles exigem que a cobertura mínima seja de 30 mil euros para que os turistas possam entrar em seus territórios. São eles:

    • – Alemanha;
    • – Áustria;
    • – Bélgica;
    • – Chipre;
    • – Dinamarca;
    • – Eslováquia;
    • – Eslovênia;
    • – Espanha;
    • – Estônia;
    • – Finlândia;
    • – França;
    • – Grécia;
    • – Holanda;
    • – Hungria;
    • – Islândia;
    • – Itália;
    • – Letônia;
    • – Lituânia;
    • – Liechtenstein;
    • – Luxemburgo;
    • – Malta;
    • – Noruega;
    • – Polônia;
    • – Portugal;
    • – República Tcheca;
    • – Suécia;
    • – Suíça.

    Apesar de não fazer parte do acordo, a Irlanda também exige o seguro viagem. Porém, sem o valor da cobertura mínima.

    Por outro lado, na Austrália, a cobertura só é obrigatória para estudantes de intercâmbio. Na América Latina, apenas Cuba e Venezuela requerem o seguro viagem.

    Ainda assim, o Ministério das Relações Exteriores recomenda entrar em contato com a embaixada ou consulado do país a que se planeja viajar para confirmar a obrigatoriedade do seguro.

    Qual é o valor de um seguro viagem?

    Em relação aos custos que teríamos em caso de uma cirurgia no exterior, por exemplo, o seguro viagem sai barato.

    Os preços são variáveis de acordo com o plano e com a cobertura que escolher. Para viagens nacionais é possível encontrar seguros a partir de R$6 ao dia.

    Na Europa, o valor sobre para R$12 por dia. Alguns sites oferecem calculadoras gratuitas para verificar o valor dos planos para o seu destino.

    Fica mais fácil, portanto, ver os serviços que apresentam o melhor custo-benefício.

    Quais são os tipos de cobertura disponíveis?

    Em geral, as coberturas mais comuns incluem atendimento médico e odontológico 24 horas ao dia; perda ou extravio de bagagem; indenização em caso de morte acidental ou invalidez em viagem.

    Assim como auxílio-farmácia; assistência para localizar bagagem; cancelamento de voo; seguro de interrupção ou cancelamento de viagem, nos casos de emergência médica.

    Alguns planos também oferecem passagem aérea de ida e volta para um familiar em casos de problemas de saúde; assistência jurídica; pagamento antecipado de fiança; translado de corpo.

    A dica é verificar com a seguradora todas as coberturas disponíveis por ela. Depois, verifique qual será necessário incluir no seu pacote.

    Dessa forma, o serviço poderá ficar mais barato ou caro conforme a quantidade de itens.

    imagem de várias bagagens de viagem
    Escolher um plano de seguro para viagem evita dores de cabeça no futuro

    Como escolher um plano de seguro viagem?

    A escolha de um bom seguro viagem depende do seu destino e perfil. A partir disso, você poderá escolher qual plano oferece o melhor custo-benefício para suas necessidades.

    Idosos, grávidas ou pessoas com doenças, por exemplo, devem contratar planos completos para cobrir suas especificidades.

    Uma viagem à praia, por sua vez, requer um tipo de plano.

    Já para neve, as condições e coberturas devem ser outra. Converse isso com a seguradora antes de fechar contrato.

    Nos Estados Unidos, não é obrigatório apresentar o seguro viagem na imigração.

    Os custos com emergências médicas, no entanto, são altos.

    Dessa forma, pode compensar fazer um seguro para viagens aos EUA. A recomendação dos especialistas é que a cobertura seja elevada, acima dos 50 mil dólares.

    Existem também serviços adicionais contra roubos, furtos. A depender do seu destino, pode ser uma opção também.

    + Vale a pena pegar empréstimo para viajar?

    Onde contratar um plano?

    As agências de turismo costumam oferecer o seguro viagem junto com o pacote. Mas, é possível contratar por fora, em empresas especializadas.

    Além dos sites das seguradoras ou comparadores de seguros. Faça uma busca na internet sobre as opções e seus tipos de cobertura.

    Quando devo contratar o serviço e por quanto tempo?

    O seguro viagem pode ser disponibilizado em apólice ou bilhete. Existem alternativas específicas para o período da sua viagem.

    Assim como para um número limitado de viagens dentro de um período de tempo. O que pode ser interessante para quem faz mais de uma viagem internacional ao ano.

    Por outro lado, não há um prazo estipulado para contratar um seguro viagem. Você pode fazer isso até mesmo no dia do embarque.

    Porém, é necessário ficar atento ao tempo que a seguradora leva para liberar os serviços depois da compra. O ideal é já estar com a cobertura ativada ao embarcar.

    Há seguradoras que solicitam até 72 horas para fazer esse processo. Dessa maneira, a indicação é fechar o contrato com, pelo menos, uma semana de antecedência ao embarque.

    É importante que a cobertura ocorra durante todo o período da sua viagem. Ou até mais de um dia, em caso de imprevistos na ida ou volta.

    Como acionar o seguro durante a viagem?

    Nas situações de imprevisto em uma viagem, caso esteja segurado, o primeiro passado é entrar em contato com a seguradora contratada.

    Faça isso com o número da apólice. Assim, você receberá o suporte necessário para lidar com as dificuldades que não eram esperadas.

    A assistência é 24 horas e a maioria das seguradoras aceitam chamadas a cobrar. Além de fazem atendimento em português, mesmo no exterior.

    Em caso de emergência, você pode ir direto ao médico. Porém, guarde todos os documentos necessários para solicitar o reembolso, conforme as regras da seguradora.

    E aí, com essas dicas ficou mais fácil escolher o seguro? Conte aqui nos comentários!

    *Colaboração Mateus Carvalho

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?