Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Comprar imóvel é considerado um investimento?

Escrito por: Mateus Carvalho em 6 de novembro de 2019

Você provavelmente já escutou falar que se quer investir deve comprar um imóvel. Mas, será que isso é mesmo verdade? Será que comprar um imóvel é considerado um investimento?

Esse tipo de aplicação pode ser um bom negócio e ele pode ser realizado de várias formas.

Porém, assim como em todo investimento, é essencial levar em conta diversos fatores que podem torná-lo ou não atraente.

É importante ressaltar que a situação do setor imobiliário não é dos melhores devido a crise que ainda afeta o Brasil.

financiar um imóvel
Comprar um imóvel é um investimento se você não tiver o intuito de morar nele

Um imóvel é considerado um investimento quando ele é rentável no futuro. E, por conta da crise, os preços de vários imóveis caíram, o que pode significar boas casas e/ou apartamentos com valores abaixo do mercado.

Com a baixa procura por parte dos compradores, este é um momento propício para que os investidores façam ofertas bem sucedidas.

Contudo, é importante esperar o momento certo para vendê-los para fazer um bom negócio.

O que torna um imóvel um bom negócio

Quando se pensa no mercado financeiro, os produtos que têm um grande potencial de valorização são conhecidos como bons negócios.

Para isso existem três fatores fundamentais que indicam se um imóvel tem possibilidade de valorizar. Confira:

Processo de urbanização

Os bairros que são menos conhecidos podem indicar boas oportunidades. Isso porque uma região com muitos terrenos disponíveis tende a receber melhorias, como por exemplo, supermercados e lojas de serviços.

Alguns bairros chegam a receber até shoppings. E todo esse processo contribui para uma valorização da região por inteira.

Saturação de regiões vizinhas

Se a região escolhida está cercada por bairros com pouca margem para crescimento, pode ser um bom sinal.

Já que a tendência é de que o comércio cresça de forma rápida no bairro, ajudando a valorizar o imóvel.

Histórico da construtora e do arquiteto

Antes de comprar um imóvel para fazê-lo de investimento, é necessário procurar saber as obras anteriores da construtora e do arquiteto envolvidos no projeto atual.

E é esse histórico que gera uma segurança maior de que esses profissionais são de alto nível.

Comprar imóvel é considerado um investimento?

Muitas pessoas ficam na dúvida se comprar um imóvel é considerado um investimento, porém essa é uma confusão que precisa ser evitada.

Se você está pensando em comprar um imóvel para morar e depois torná-lo um investimento, seu raciocínio está errado.

Isso porque mesmo que exista um potencial para que o seu imóvel valorize, a tendência é que você queira comprar outro imóvel ao vender o que já mora, em vez de investir no dinheiro.

Dessa forma, a casa própria deve ser considerada como um custo e não como um investimento.

Sendo assim, comprar um imóvel não pode ser considerado um investimento, até porque ao vender a casa ela já não estará tão nova quanto antes.

Além de você ter que fazer pequenas reformas para que o imóvel fique um pouco mais valorizado em relação ao valor que você comprou.

Mas, agora se você quer comprar e revender ou comprar e alugar, sem intenção de morar nele, pode ser um bom negócio.

Porém, para isso é necessário se preparar adequadamente. O primeiro passo é realizar uma pesquisa, realizando visitas a imobiliárias e buscas por informações sobre o bairro e a cidade em questão.

Esse estudo prévio irá te ajudar na identificação de obras promissoras, além de lhe dar a chance de comprar imóveis ainda na planta.

E ter uma postura passiva diante do imóvel é um erro que muitas pessoas cometem. Isso porque muitos acham que é necessário esperar a casa valorizar para só depois começar a viver de aluguel.

Mas lembre-se quanto mais tempo o imóvel fica fechado, maior poderá ser o gasto com pequenas reformas que podem surgir.

Veja dicas para fazer uma boa negociação

Apesar de ser um bom momento para compra de imóveis, é importante estar atento para não cair em ciladas.

Por isso, antes de fechar o contrato de compra é necessário realizar uma pesquisa sobre o imóvel com a construtora ou a imobiliária.

Verifique ainda possíveis problemas com antigos moradores, comprometimento com os bancos, entre outras coisas. 

Em caso de imóveis novos, realize visitas não só no imóvel em questão, como também em outros empreendimentos da construtora.

Analise a qualidade, as questões técnicas, casos de atrasos na entrega e possíveis falhas de engenharia ou arquitetura.

Caso você queira negociar o valor do imóvel, saiba que isso dependerá do tamanho da entrada. Quanto maior for a entrada, mais fácil será a negociação.

Se precisar utilizar um imóvel para complementar o valor da compra, não espere por um desconto muito grande.

Mas, caso tenha o dinheiro em mãos, tente um desconto de pelo menos 20% no valor oferecido pelo imóvel.

Utilize o argumento que existem aplicações com rendimentos com ganhos líquidos de 12% a 13%. 

Com um contrato padrão de locação de 30 meses, o proprietário tem chances de receber mais do que 25% em um produto bancário de renda fixa, por exemplo.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

Mercado de debêntures cresce em 2018
aplicativos para investidores
2019 melhor ano financeiro
Fundos Imobiliários