O que são debêntures conversíveis? Entenda como funciona a modalidade

0
134
investidores discutindo o ercado de debêntures
0
(0)

Você já pensou em investir em debêntures? Trata-se de uma aplicação com rentabilidade superior a muitos investimentos de renda fixa. Contudo, há vários tipos de debêntures, e um deles são as debêntures conversíveis.

Anúncios

Como o próprio nome sugere, esse tipo oferece a possibilidade do investidor transformar o crédito a receber em ações da companhia. No entanto, a escolha em aceitar os papéis em vez do dinheiro é apenas do credor.

Mas mesmo não sendo tão conhecidos, as debêntures conversíveis são uma opção que oferecem menos risco de investimento, já que elas apresentam mais de uma maneira para remunerar o investidor.

Anúncios

Neste artigo você vai entender melhor sobre as debêntures conversíveis, como funcionam e muito mais. Vamos lá?

O que são debêntures conversíveis?

As debêntures conversíveis são uma categoria de debênture que podem ser substituídas por ações da companhia emissora.

Isto é, ao contrário de uma não-conversível, a qual devolve diretamente o valor aplicado com acréscimo de juros, as debêntures conversíveis também podem pagar seus investidores, oferecendo uma participação acionária na empresa.

Anúncios

Ou seja, esse tipo de debênture apresenta a possibilidade de “converter” o que antes era uma dívida em ações da empresa.

Além disso, as debêntures conversíveis são vistas pelo mercado como um “misto” de título de crédito com ação.

Assim, uma pessoa que estiver interessada, pode comprar uma debênture e, por outro lado, receber os juros sobre o dinheiro que investiu na empresa. Em resumo, é como se a pessoa que investisse se tornasse um credor da empresa, ou seja, ela teria uma dívida com ele.

Vantagens das debêntures conversíveis

  • Possibilita a captação de grandes volumes de capital;
  • Reduz o risco de investimento, pois aumenta a demanda pela debênture no mercado;
  • É uma das poucas alternativas de financiamento a longo prazo;
  • Permite a dedução dos juros e prêmios pagos das despesas;
  • Tem um baixo custo de operacionalização;
  • Possui o valor básico atualizado de forma constante.

Entenda o que significam 42 termos do mercado financeiro

homem investindo com prédios no fundo
As debêntures conversíveis são uma categoria de debênture que podem ser substituídas por ações da companhia emissora.

Como investir em debêntures?

Comprar debêntures é um procedimento que, na maioria das vezes, é bem simples. Inicialmente, será necessário abrir conta uma corretora de valores, enviar dinheiro para lá e, em seguida, escolher o título que mais se adapta aos seus objetivos e também ao seu perfil de investidor.

Por isso, você precisa escolher a corretora que ofereça a melhor taxa, além de optar por uma que consiga te auxiliar na hora de você investir conforme as suas necessidades.

Vale lembrar que, como o investimento é considerado de médio a longo prazo, normalmente as aplicações duram, em média, dois anos.

Além disso, antes de comprar um título de debênture conversível, é necessário saber que o dinheiro ficará fora de suas mãos por um bom tempo. Por isso, tenha uma estratégia financeira muito bem definida.

Por que investir em debêntures?

Investir em debêntures pode ser uma boa alternativa para quem quer alcançar um rendimento maior que em outras aplicações de renda fixa. Isso porque as debêntures costumam ter remunerações superiores.

Quem investe em debêntures também tem a chance de diversificar os investimentos. Uma carteira ampla pode potencializar os ganhos, reduzir os riscos e trazer várias alternativas de liquidez.

Sendo assim, contar com alguns dos tipos de debêntures entre as suas aplicações, traz a diversificação, sendo algo indispensável para todo investidor.

Agora ficou mais claro como o investimento em debêntures conversíveis funciona, não é?

Por isso, o ideal é diversificar sua carteira de investimentos. Dessa forma, além de poder aproveitar outras rentabilidades, você também protege seu dinheiro.

Gostou deste texto? Você já investe ou quer investir em debêntures? Então continue aprendendo sobre investimentos e leia agora mesmo: “Investir a curto, médio e longo prazo: entenda como organizar suas aplicações.

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui