Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Desempregado precisa pagar pensão alimentícia do filho?

Escrito por: Mateus Carvalho em 6 de agosto de 2019

A crise do desemprego vem afetando milhares de brasileiros, desde jovens até pessoas com mais experiências no mercado.

E se você é pai ou mãe separado e paga a pensão alimentícia do seu filho, a situação fica ainda mais complicada, certo?

Mas será que em casos de o responsável pela pensão alimentícia estar desempregado é preciso pagar? A resposta é sim, já que os valores atrasados podem ser cobrados judicialmente.

E além de prever o pagamento da quantia devida, ainda podem ser incluídom juros e correções.

pensão-alimentícia
A pensão alimentícia deve continuar sendo paga mesmo em caso de desemprego

Vale destacar ainda que não existe nada na lei que permita o não pagamento da pensão em caso de desemprego.

Mas você deve estar se perguntando: se o responsável pela pensão alimentícia está desempregado, como irá pagá-la? 

Para o caso de desemprego, existe a possibilidade de estabelecer um valor menor do pagamento da pensão alimentícia. Mas para isso, é necessário comunicar ao juiz a nova situação do responsável.

É importante ressaltar que o benefício existe para garantir à criança ou adolescente o básico para a sobrevivência.

Além disso, a pensão alimentícia não é uma obrigação exclusiva do pai, devendo ser paga por quem não fica com a guarda dos filhos.

Como diminuir o valor da pensão alimentícia em caso de desemprego

Para começar é necessário saber como foi definido o valor da pensão alimentícia, se foi acordo entre partes ou se foi um juiz que decidiu a quantia.

Se o seu caso é o primeiro, você pode tentar conversar. E tentar baixar a contribuição até que você consiga um novo emprego.

Caso haja uma negativa por parte de quem tem a guarda dos filhos, de baixar o valor, será necessário abrir uma ação para estabelecer o valor da pensão em função da renda atual.

Dessa forma, você estará defendendo de forma legal os seus direitos.

Mas se a pensão do seu filho foi definida por um juiz, a forma de proceder deve constar no próprio texto da decisão judicial.

O Código Civil determina, por meio do artigo 1.699: 

Art. 1.699 – Se, fixados os alimentos, sobrevier mudança na situação financeira de quem os supre, ou na de quem os recebe, poderá o interessado reclamar ao juiz, conforme as circunstâncias, exoneração, redução ou majoração do encargo.

Também existe a Lei de Alimentos (Lei 5.478/68) que contém a seguinte norma: “A decisão judicial que sobre alimentos não transita em julgado pode a qualquer tempo ser revista em face de modificação da situação financeira dos interessados.”

Se o responsável não pode pagar pensão alimentícia, quem paga?

Se a pessoa desempregada não tiver nenhuma condição de arcar com o pagamento da pensão alimentícia e todas as possibilidades de cobrança tenham sido esgotadas, a pensão deve ser paga pelos avós.

Ainda existe o caso de o juiz autorizar uma redução no valor da pensão alimentícia. Mas a quantia pode ser insuficiente ao que a criança ou adolescente precisa.

Se isso acontecer poderá ser feita uma ação de complementação, na qual os avós deverão complementar a o valor da pensão.

Vale ressaltar que quem paga a pensão precisa assumir que qualquer mudança na situação financeira deve ser informada ao juiz. Isso porque nenhuma alteração nos valores do benefício será realizada automaticamente.

Lembre-se sempre que se na ação da pensão alimentícia não prever como deverá ser realizado o pagamento em caso de desemprego, é necessário entrar com um pedido de revisão de valores.

É importante frisar que não existe uma quantia fixa da renda do pagador. Isso porque nos pedidos analisados a justiça define o valor levando em consideração a necessidade de quem pede a pensão.

O pagamento da pensão alimentícia costuma corresponder a cerca de 20% a 25% do salário do responsável, caso este tenha vínculo empregatício.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

dívidas
Jovens com nome sujo
Plano de saúde com coparticipação
nome sujo
Estourar o limite do cartão de crédito