Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Latam - Ofertas Imperdíveis

Entenda o caso Bettina e o que a CVM diz sobre ele

Escrito por: Rafael Massadar em 4 de abril de 2019

“Oi. Meu nome é Bettina, eu tenho 22 anos e 1 milhão e 42 mil reais de patrimônio acumulado.” Você já deve ter visto o vídeo promocional da Empiricus com a jovem Bettina Rudolphda nas redes.

Nele, ela diz que em três anos conseguiu transformar pouco mais de R$ 1.000 em um patrimônio de R$ 1 milhão.

No entanto, o enriquecimento rápido chamou a atenção dos internautas. Consequentemente, vários “memes” foram postados nas redes sociais ironizando a sua multiplicação financeira.

Após a repercussão do primeiro vídeo, a própria Empiricus publicou uma nova produção. Um segundo vídeo responde aos comentários dos que desacreditaram, duvidaram e até ofenderam a primeira publicação.

A personagem repete a frase dita anteriormente e garante que o resultado milionário foi obtido graças aos seus próprios esforços.

No entanto, o tipo de marketing adotado pela empresa já rendeu e pode voltar a render punições dos órgãos reguladores.

Bettina
Bettina no vídeo da Empiricus (Foto: Reprodução da Internet)

Conar abre representação contra Empiricus por vídeos de Bettina

O Conselho Nacional de Autorregulação Publicitária (Conar) e o Procon-SP cobraram esclarecimentos da Empiricus a respeito dos ganhos de Bettina.

Os dois órgãos querem provas sobre as informações passadas na propaganda.

Em nota, a Empiricus lamentou “que seu trabalho de educação financeira, que possibilita que os brasileiros aprendam e usufruam de uma ampla diversidade de aplicações que podem aumentar os seus rendimentos, seja alvo de uma representação” do Conar.

O Conselho vai analisar e julgar as queixas levando em conta o Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária, e oferecerá o direito de defesa ao acusado.

Se a denúncia for vista como válida, o Conar pode recomendar alterações ou mesmo a retirada da peça publicitária.

CVM reforça alerta sobre a Empiricus

Após a polêmica causada pelo vídeo da Bettina, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão regulador do mercado financeiro no Brasil, publicou um comunicado.

Nele, o órgão reforça que a Empiricus, empresa responsável pela campanha, não tem autorização para fazer análise de investimentos.

A CVM informa que apenas empresas credenciadas podem publicar relatórios de análise de investimentos, o que deve ser feito obrigatoriamente por um analista também credenciado.

O órgão também lembrou que a Empiricus é alvo de processos administrativos que investigam as atividades da empresa.

No comunicado, a CVM recomenda que o investidor evite tomar decisões sobre investimentos baseando-se apenas em opiniões manifestadas na internet. O mesmo vale para redes sociais, blogs, chats ou propagandas.

Além disso, o órgão afirma que o investidor deve desconfiar de ofertas de investimentos que prometam ganho rápido ou sem risco.

Empresa diz que exerce atividade jornalística

Empiricus e CVM travam uma queda de braço há algum tempo. Em novembro do ano passado, a Empiricus conseguiu na Justiça uma decisão liminar que suspende a aplicação de multas e a exigência de credenciamento da empresa na CVM para atuação como analista de valores mobiliários.

Portanto, a Empiricus afirma que exerce atividade jornalística com finalidade exclusivamente editorial, e não de análises de investimentos. A empresa diz ainda que apresentou recurso contra a decisão da desembargadora do TRF-3 e que espera julgamento.

“A Empiricus segue realizando pesquisa independente, empenhada em fomentar a educação financeira no Brasil em escala”, informou a empresa.

Caso Bettina pode criar uma falsa esperança, diz especialista

O caso Bettina, da Empiricus, é considerado um ponto fora da curva. Essa é a opinião do professor de finanças da FGV Cesar Caselani.

De acordo com ele, o exemplo é possível, mas improvável e com probabilidade muito baixa.

O docente acredita que esse tipo de propaganda pode criar uma falsa esperança a quem pretende se tornar um investidor.

Já o economista e professor da FGV Samy Dana não comprou de jeito nenhum a ideia de Bettina e foi além. Ele resolveu desacreditar a Empiricus em seu Twitter.

Samy fez cálculos e disse que se os números são reais, daqui a 15 anos ela terá uma patrimônio de 157 quintilhões de reais. Ou seja, será a mais rica da Terra.

De acordo com ele, somente como comparação, a fortuna dela seria 316 milhões de vezes a fortuna de Jeff Bezzos, o homem mais rico do mundo segundo a Forbes.

A importância da educação financeira

Pesquisa encomendada pela Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) mostra que há um abismo entre o conhecimento de finanças do brasileiro.

Mais da metade da população (57%) das classes A, B e C não investe em nenhum tipo de aplicação nem na poupança.

A realidade piora com uma pesquisa produzida pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e o SPC. O levantamento mostra que seis em cada dez brasileiros não se preparam para a aposentadoria.

Os dados expõem a deficiência de se planejar a longo prazo. Além de mostrarem a falta de preparo e de um bom planejamento financeiro logo nos primeiros anos de vida.

Para Cesar Caselani, da FGV, o Brasil só começará a criar bons investidores a partir do momento em que as finanças pessoais passarem a ser alvo dos investimentos em educação dos mais jovens.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Opções para plano de saúde de cachorro
trabalho temporário no fim do ano
economia da china
procura por cursos de games no país
Lucro do FGTS