Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasCarreirasFreela: saiba tudo sobre a plataforma de freelancers para mulheres

    Freela: saiba tudo sobre a plataforma de freelancers para mulheres

    0
    (0)

    O mercado de profissionais freelancer está a todo vapor. Agora, imagine um site repleto com profissionais da economia criativa: artes visuais, designer, eventos, publicidade e por aí vai. Agora acrescente um detalhe importante: todas as profissionais são mulheres freelancers. Elas compartilham um espaço digital 100% feminino chamado Freelas.

    Publicidade

    Quer saber mais sobre a plataforma de freelancers para mulheres? Então continue lendo este texto!

    Freelancers para mulheres: conheça a plataforma Freelas

    O Freelas é uma plataforma voltada só para mulheres da economia criativa, que tem por objetivo simplificar a contratação e gestão de freelancers.

    Ele já existe há um tempo no mercado, mas agora está sendo lançada uma nova plataforma totalmente automatizada.

    O funcionamento dele é bem simples: você se cadastra, fala dos jobs que faz, das suas especializações e daí os dados são cruzados com possíveis empregadores – normalmente empresas e potenciais clientes que procurem por aquele serviço.

    + Como ganhar dinheiro como freelancer? Confira dicas!

    Publicidade

    + Trabalho online: veja 13 formas de ganhar dinheiro sem sair de casa

    Quem pode se cadastrar no Freelas

    Mulheres acima de 18 anos podem se cadastrar na plataforma. O cadastro é gratuito, podendo ampliar a sua carteira de clientes e tendo mais visibilidade para os serviços oferecidos. Além disso, também é possível enviar orçamentos ilimitados.

    duas mulheres olhando a tela de um computador
    Conheça a plataforma Freelas, um espaço voltado para freelancers mulheres

    + Desigualdade salarial entre homens e mulheres: saiba se é mito ou verdade

    De acordo com a plataforma, o valor a ser recebido pelo serviço prestado cai diretamente na conta cadastrada em até 72 horas após o pagamento do cliente.

    Vale lembrar, no entanto, que não é necessário pagar nada para se cadastrar e fazer parte do Freelas. Porém, para garantir a sustentabilidade e prosseguimento da plataforma, é cobrada uma taxa de intermediação sobre o valor dos serviços contratados.

    Publicidade

    Freelancers para mulheres: quais as profissões da Economia Criativa?

    A Indústria Criativa é o setor da Economia que tem o Capital Intelectual como a principal matéria-prima na Produção de bens e Serviços.

    Segundo a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) estão incluídas:

    • Artes Cênicas (inclusive Música, Dança e Circo, além de Teatro);
    • Artes Visuais (Pintura, Escultura, Fotografia);
    • Audiovisuais (Cinema, Rádio, entre outras ligadas à Radiodifusão);
    • Editoração e Mídia Impressa (Escrita e Revisão de Textos, Tradução, Livros e outras Publicações);
    • Novas mídias (Desenvolvimento de Softwares, Videogames, Conteúdos Criativos Digitalizados, entre outros);
    • Arquitetura;
    • Publicidade;
    • Pesquisa e Desenvolvimento;
    • Atividades Culturais e Recreativas;
    • Design (de Interiores, Gráfico, Moda, Joias, Web).

    Além disso há também Gastronomia, Moda, Maquiagem, Tatuagem, Costura e Figurino etc.

    + Sebrae Delas: um projeto pelo Empreendedorismo Feminino

    Freelancer: saiba como conseguir mais clientes

    Como todo trabalho, o de freelancer deve ser levado com responsabilidade e seriedade. Além de organização para administrar o tempo para diversos clientes. Mas, como conseguir mais clientes?

    Um meio eficaz de conseguir clientes sérios para o trabalho de freelancer é por meio de sites. Neles, você faz o cadastro com e-mail ou diretamente pelo Facebook e é só segmentar os projetos de seu interesse.

    Publicidade

    Veja o que se encaixa com a sua atuação e “parta para o ataque”!  Independentemente da área de atuação, uma boa comunicação é essencial para garantir a contratação.

    Confira algumas dicas que separamos para você captar mais clientes sendo freelancer:

    Certamente você já ouviu a expressão “quem não é visto, não é lembrado”. A principal regra do profissional autônomo é ser visto e conhecido.

    Esteja presente nas principais redes sociais

    Use as redes sociais para divulgar seus trabalhos e, se possível, crie um site ou uma página onde centralizará seus serviços com facilidade.

    Ficar em evidência aumentará – e muito – as chances de conseguir novos contratos.

    Atualize-se sempre que possível

    Um bom profissional se aprimora constantemente para oferecer o melhor serviço. Por isso, estude, conheça novas técnicas de realizar as funções e busque ser sempre o melhor.

    Caso não tenha grana, opte pelos cursos online gratuitos ou até mesmo tutoriais no YouTube. O importante é ter ciência que deve aprender sempre mais.

    + Confira aqui mais dicas de como conseguir clientes sendo freelancer

    Gostou desse conteúdo? Então compartilhe nas redes sociais para ajudar outras pessoas.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Camila Miranda
    Camila Miranda
    Nascida na Zona Oeste do Rio, me divido entre jornalismo e marketing digital. Com três anos de experiência em Comunicação, já trabalhei em redação de jornal impresso, webjornalismo e assessoria de imprensa. Hoje, faço gestão de mídias sociais e produção de conteúdo. Amo assuntos sobre as áreas cultural e política. Reclamo do transporte público.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasCarreirasFreela: saiba tudo sobre a plataforma de freelancers para mulheres

    Freela: saiba tudo sobre a plataforma de freelancers para mulheres

    0
    (0)

    O mercado de profissionais freelancer está a todo vapor. Agora, imagine um site repleto com profissionais da economia criativa: artes visuais, designer, eventos, publicidade e por aí vai. Agora acrescente um detalhe importante: todas as profissionais são mulheres freelancers. Elas compartilham um espaço digital 100% feminino chamado Freelas.

    Publicidade

    Quer saber mais sobre a plataforma de freelancers para mulheres? Então continue lendo este texto!

    Freelancers para mulheres: conheça a plataforma Freelas

    O Freelas é uma plataforma voltada só para mulheres da economia criativa, que tem por objetivo simplificar a contratação e gestão de freelancers.

    Ele já existe há um tempo no mercado, mas agora está sendo lançada uma nova plataforma totalmente automatizada.

    O funcionamento dele é bem simples: você se cadastra, fala dos jobs que faz, das suas especializações e daí os dados são cruzados com possíveis empregadores – normalmente empresas e potenciais clientes que procurem por aquele serviço.

    + Como ganhar dinheiro como freelancer? Confira dicas!

    Publicidade

    + Trabalho online: veja 13 formas de ganhar dinheiro sem sair de casa

    Quem pode se cadastrar no Freelas

    Mulheres acima de 18 anos podem se cadastrar na plataforma. O cadastro é gratuito, podendo ampliar a sua carteira de clientes e tendo mais visibilidade para os serviços oferecidos. Além disso, também é possível enviar orçamentos ilimitados.

    duas mulheres olhando a tela de um computador
    Conheça a plataforma Freelas, um espaço voltado para freelancers mulheres

    + Desigualdade salarial entre homens e mulheres: saiba se é mito ou verdade

    De acordo com a plataforma, o valor a ser recebido pelo serviço prestado cai diretamente na conta cadastrada em até 72 horas após o pagamento do cliente.

    Vale lembrar, no entanto, que não é necessário pagar nada para se cadastrar e fazer parte do Freelas. Porém, para garantir a sustentabilidade e prosseguimento da plataforma, é cobrada uma taxa de intermediação sobre o valor dos serviços contratados.

    Publicidade

    Freelancers para mulheres: quais as profissões da Economia Criativa?

    A Indústria Criativa é o setor da Economia que tem o Capital Intelectual como a principal matéria-prima na Produção de bens e Serviços.

    Segundo a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) estão incluídas:

    • Artes Cênicas (inclusive Música, Dança e Circo, além de Teatro);
    • Artes Visuais (Pintura, Escultura, Fotografia);
    • Audiovisuais (Cinema, Rádio, entre outras ligadas à Radiodifusão);
    • Editoração e Mídia Impressa (Escrita e Revisão de Textos, Tradução, Livros e outras Publicações);
    • Novas mídias (Desenvolvimento de Softwares, Videogames, Conteúdos Criativos Digitalizados, entre outros);
    • Arquitetura;
    • Publicidade;
    • Pesquisa e Desenvolvimento;
    • Atividades Culturais e Recreativas;
    • Design (de Interiores, Gráfico, Moda, Joias, Web).

    Além disso há também Gastronomia, Moda, Maquiagem, Tatuagem, Costura e Figurino etc.

    + Sebrae Delas: um projeto pelo Empreendedorismo Feminino

    Freelancer: saiba como conseguir mais clientes

    Como todo trabalho, o de freelancer deve ser levado com responsabilidade e seriedade. Além de organização para administrar o tempo para diversos clientes. Mas, como conseguir mais clientes?

    Um meio eficaz de conseguir clientes sérios para o trabalho de freelancer é por meio de sites. Neles, você faz o cadastro com e-mail ou diretamente pelo Facebook e é só segmentar os projetos de seu interesse.

    Publicidade

    Veja o que se encaixa com a sua atuação e “parta para o ataque”!  Independentemente da área de atuação, uma boa comunicação é essencial para garantir a contratação.

    Confira algumas dicas que separamos para você captar mais clientes sendo freelancer:

    Certamente você já ouviu a expressão “quem não é visto, não é lembrado”. A principal regra do profissional autônomo é ser visto e conhecido.

    Esteja presente nas principais redes sociais

    Use as redes sociais para divulgar seus trabalhos e, se possível, crie um site ou uma página onde centralizará seus serviços com facilidade.

    Ficar em evidência aumentará – e muito – as chances de conseguir novos contratos.

    Atualize-se sempre que possível

    Um bom profissional se aprimora constantemente para oferecer o melhor serviço. Por isso, estude, conheça novas técnicas de realizar as funções e busque ser sempre o melhor.

    Caso não tenha grana, opte pelos cursos online gratuitos ou até mesmo tutoriais no YouTube. O importante é ter ciência que deve aprender sempre mais.

    + Confira aqui mais dicas de como conseguir clientes sendo freelancer

    Gostou desse conteúdo? Então compartilhe nas redes sociais para ajudar outras pessoas.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?