Início Notícias Mercado Cambial O que esperar dos investimentos em Bitcoin em 2021?

O que esperar dos investimentos em Bitcoin em 2021?

0
(0)

As moedas digitais podem não ser, ainda, consideradas tão confiáveis quando o assunto é investir. Mas uma coisa é certa: elas estão entre as aplicações que mais surpreenderam em 2020. Ano passado, por exemplo, os investimentos em bitcoin saltaram de US$ 7.300 para US$ 29.433, uma alta de 303%.

Em reais, a criptomoeda passou de R$29.399 para R$152.700, diante da valorização do dólar em relação à moeda brasileira, uma alta de 419%, segundo a empresa de informações financeiras Economatica.

Por isso, analistas preveem que em 2021 a criptomoeda se valorize ainda mais. No entanto, é preciso muito cuidado na hora de investir.

+ Como transformar bitcoin em dinheiro de verdade

Eventos em 2020 foram responsáveis pela valorização da criptomoeda

Olhando para trás, alguns eventos no ano passado foram responsáveis pela valorização do criptoativo, desde o esperado halving – que reduziu a oferta de bitcoins pela metade, até a entrada de investidores institucionais, com grandes empresas como o PayPal passando a aceitar e comprar bitcoins, ajudando a aumentar o reconhecimento das criptomoedas.

Além disso, até mesmo a crise da Covid-19, que em março não deixou nem o bitcoin e ouro escaparem de uma forte queda, também acabou se tornando um fator positivo para o mercado cripto.

Isso porque houve uma grande injeção de dinheiro feita pelos bancos centrais do mundo, em especial o Federal Reserve.

Porém, se de um lado acalma o investidor no meio da crise, no futuro pode criar alguns problemas nas economias globais, principalmente uma pressão inflacionária.

investimentos bitcoin
Mesmo em um cenário de incertezas, bitcoin teve valorização recorde em 2020

O que pode ajudar os investimentos em bitcoin em 2021

Especialistas em bitcoin estão bastante otimistas para este ano. Alguns, inclusive, acreditam que será o período da “bancarização” da moeda, com a chegada no setor bancário e com a sua fundamentação como alternativa de reserva e remessa de valores.

“Isso vai popularizar o acesso desses ativos digitais como nunca vimos antes. O bitcoin estará nas suas compras, no app do seu banco, no seu cartão, maquininha e por aí vai”, prevê Neto Guaraci, COO da Coingoback, uma startup de cashback em criptomoedas.

+ Confira as 5 criptomoedas promissoras para 2021

Outros eventos podem ditar o ritmo de valorização do bitcoin em 2021. Um dos mais esperados pelo mercado é a oferta pública inicial (IPO, na sigla em Inglês) da Coinbase, a maior corretora de moedas digitais dos Estados Unidos.

Isso porque a busca por ações da empresa será um termômetro que afetará o preço do bitcoin.

Além disso, a empresa de investimento VanEck refez seu pedido à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em Inglês) para criar um ETF (“Exchange Traded Fund”, em inglês) de bitcoin.

Se aprovada a criação, será o primeiro do mercado norte-americano. ETFs são fundos que seguem os resultados de determinados índices. Se os índices sobem ou descem, por exemplo, os fundos acompanham na mesma proporção.

Esses índices reúnem ações de empresas com alguma característica em comum: por exemplo, as mais negociadas, as que mais pagam dividendos, entre outras.

Cuidados antes de investir em bitcoin

Antes de comprar bitcoins, porém, o investidor precisa estar ciente de que esse é um investimento de grande oscilação de preços.

Ou seja, o investimento em bitcoin não deve ser pensado para o curto prazo ou ganhos imediatos, e sim a longo prazo.

Para quem pensa nos investimentos, a dica dos principais especialistas se mantém: garanta a diversificação da carteira. Nesse caso, o bitcoin surge para ampliar as oportunidades e se soma às demais modalidades existentes.

Outra dica é fugir de toda empresa que promete enriquecimento rápido ou fórmulas mágicas para ficar rico de forma rápida. Em grande parte das vezes, essas ofertas não passam de iscas para as famosas pirâmides financeiras.

Gostou do nosso texto? Então continue a visita em nosso site. Leia agora mesmo: “7 erros comuns ao investir em Bitcoin” e torne-se um especialista no assunto!

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Camila Miranda
Nascida na Zona Oeste do Rio, me divido entre jornalismo e marketing digital. Com três anos de experiência em Comunicação, já trabalhei em redação de jornal impresso, webjornalismo e assessoria de imprensa. Hoje, faço gestão de mídias sociais e produção de conteúdo. Amo assuntos sobre as áreas cultural e política. Reclamo do transporte público.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui