Início Notícias Investimentos Veja 3 investimentos para iniciantes na Bolsa de Valores

Veja 3 investimentos para iniciantes na Bolsa de Valores

0
(0)

Muitos investidores devem estar receosos de entrar na Bolsa de Valores em um momento de crise. No entanto, esse pode ser o momento ideal de bons investimentos para iniciantes.

O cenário é desafiador por conta da pandemia do coronavírus. Ou seja, bem diferente de dezembro de 2019, quando a Bolsa mirava os 140 mil pontos.

As últimas revisões dão conta de que o indicador não deve chegar à marca dos 95 mil pontos até o final deste ano.

O banco JP Morgan, por exemplo, não está otimista até agora. Em relatório a clientes, ele revisou sua projeção do Ibovespa para 80.500 pontos.

Já o Itaú BBA divulgou um relatório reduzindo sua projeção de 132 mil pontos do Ibovespa para 94 mil em 2020.

Contudo, o momento exige cautela, mas é uma oportunidade para quem souber navegar pelo mercado.

Oportunidade de investimentos para iniciantes

Para os investidores individuais, a decisão de fazer investimentos depende totalmente da estratégia e da situação financeira de cada um.

Afinal, com a pandemia do novo coronavírus, é provável que ainda tenhamos mais instabilidade nos preços das ações por algum tempo.

Ou seja, iniciantes devem ficar atentos à diversificação da carteira. Principalmente, entre investimentos de médio a longo prazo.

Entretanto, antes de diversificar, você deve ter um dinheiro guardado, chamado reserva de segurança. Essa reserva deve estar em uma renda fixa de alta liquidez, sem risco.

Uma das formas de diversificar o seu investimento é aplicando o dinheiro na Bolsa de Valores

Por fim, faça aportes regulares na carteira diversificada. Se possível, todo mês. Para quem está seguindo essa cartilha, nada muda.

Afinal, a desvalorização da Bolsa não afetou a sua reserva de segurança. Se você precisar de algum dinheiro extra nos próximos meses, é de lá que fará os saques, sem sofrer nenhum prejuízo.

Além disso, a queda nos preços derrubou sua carteira diversificada, mas esse dinheiro é de longo prazo e você tem tempo de sobra para se recuperar. A baixa da Bolsa é uma oportunidade de comprar ativos mais baratos, aumentando a rentabilidade.

3 investimentos para ficar de olho

Você não conhece os fundamentos do mercado de ações e ainda não tomou coragem para começar a investir? Especialistas sugerem que você comece por aplicações de baixo risco.

Como Certificado de Depósito Bancário (CDB), Tesouro Direto e LCI e LCA. No entanto, aqui, vamos recomendar investimentos para iniciantes que ainda são pouco falados no mercado. Confira!

1 – BOVA 11

O Fundo de Índice (BOVA11) é um ETF (Exchange Traded Funds) de ações que busca ter performance igual ou melhor do que o Ibovespa, o principal índice da Bolsa de Valores.

O indicador reflete o desempenho das ações mais negociadas na B3, a maioria grandes empresas brasileiras, como Itaú, Vale, Ambev, Gerdau e Petrobras.

Entre os ETFs listados na B3, o BOVA11 é o que tem o maior volume de negócios, equivalente a cerca de 80% do total dos ETFs. Em 2019, foram negociados R$ 125 bilhões em cotas do fundo.

2 – IVVB11

O IVVB11 é um fundo de índice (ETF) negociado na B3 que replica, em reais, a performance do S&P500 — o índice americano que reúne as 500 maiores companhias de capital aberto dos EUA.

Dessa forma, pode-se dizer que o IVVB11 é uma forma de investir em ações americanas sem precisar sair do Brasil e nem abrir uma conta em uma corretora no exterior.

Com ele, o investidor pode obter acesso tanto à variação cambial quanto aos investimentos nas 500 maiores empresas americanas. Isso ocorre pois a cotação do IVVB11 também é diretamente impactada pela variação do dólar.

3 – Fundo de Fundos (BCFF11)

O BCFF11 tem seu portfólio basicamente posicionado em outros fundos imobiliários de diversos setores. Como:

– agências bancárias,
– hospitais,
– educacionais,
– shoppings,
– galpões,
– flats,
– corporativos.

Contudo, tendo uma lista diversificada em torno de 30 ativos.

Além disto, BCFF11 conta com uma parte do patrimônio alocado em CRIs, bem como mantém uma razoável posição de caixa em renda fixa.

Bolsa de valores é lugar para iniciantes?

Essa é uma boa pergunta e importante pergunta para ser respondida, pois muitos ainda têm medo de investir na bolsa de valores.

O que acontece é que o perfil de investidor brasileiro é de ser mais rentista, muito por conta da história de muita volatilidade no quesito economia.

O que isso significa? É que geralmente ele busca aplicações mais seguras e geralmente, por isso, opta pela poupança e não por outras opções, como a bolsa de valores.

A poupança, apenas de não ter uma rentabilidade boa, é mais popular e é o produto financeiro de maior destaque entre os brasileiros. Mas, de uns anos para cá as pessoas passaram a lidar e escolher outras opções, para diversificar esse leque.

Por isso, pode-se dizer que, sim, a bolsa de valores pode ser um lugar para iniciantes. Ficou cada vez mais comum ver iniciantes investindo e aplicando em cenários diferentes, mesmo que a rentabilidade não seja tão alta.

A Bolsa de Valores passou, com o tempo, a ser um local para se investir a longo prazo. Usa-se muito o conceito de construção de patrimônio. Virou muito mais uma questão de cultura, também. Mas, iniciantes podem investir na bolsa sim.

Confira também qual melhor investimento para reserva de emergência.

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Redação
O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Auxílio emergencial: confira calendário para os reavaliados

O Ministério da Cidadania publicou nesta sexta-feira, 27, um novo calendário de pagamento para as parcelas do auxílio emergencial. Este calendário é...

4 carreiras promissoras no setor de beleza para 2021

O segmento da beleza não para de crescer no Brasil. Nosso país, por exemplo, é considerado o terceiro maior mercado consumidor do...

Nubank x Inter: compare os cartões sem anuidade

Os cartões sem anuidade estão ganhando cada vez mais espaço no mercado e no coração dos brasileiros. Com tantas opções pode ser...

Black Friday 2020: confira os melhores sites e ofertas

Você já se preparou para as ofertas da Black Friday 2020? Está com a lista de compras feita e separada para aproveitar...

5 dicas para saber se uma loja virtual é confiável

A pandemia da Covid-19 impulsionou o e-commerce e a Black Friday deve alavancar ainda mais as vendas online. Cerca de 80% dos...

Salário mínimo na Suíça chega a R$25 mil

Você já se perguntou quanto é o salário mínimo na Suíça, mesmo que seja só por curiosidade? Se a resposta é sim,...