Início Notícias Finanças Pessoais Melhores planos de previdência privada para cada perfil

Melhores planos de previdência privada para cada perfil

5
(1)

Você já está começando a se preparar para a aposentadoria? Já pensou em ver os planos de previdência privada? Sabe qual é o ideal para o seu perfil?

Foi pensando em como orientar as pessoas que a associação de consumidores Proteste montou um ranking dos melhores planos de previdência privada.

Para isso, levou em consideração quatro tipos de investidores:

  • conservadores;
  • moderados;
  • agressivos;
  • que têm data para se aposentar.

No total, a associação chegou a sete tipos de fundos, que foram classificados pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

melhores planos de previdência privada
Confira os melhores planos de previdência privada de acordo com a Proteste

Confira a classificação:

  • Renda fixa (para conservadores);
  • Balanceada até 15 e previdência balanceada de 15% a 30% (para moderados);
  • Multimercados, previdência balanceada acima de 30% e previdência ações (para agressivos);
  • Data-alvo, onde cada cotista define uma data para o resgate dos recursos permitindo que o gestor possa planejar a alocação dos ativos.

Outro critério utilizado para elaborar o ranking com os melhores planos de previdência privada foi os que ofereceram uma maior rentabilidade.

Para fazer essa análise, foram considerados os últimos cinco anos, de setembro de 2013 a outubro deste ano. Além dos que cobram taxas menores.

“Consideramos os últimos cinco anos porque, caso considerássemos o período de dez anos, que é o prazo mínimo que acreditamos que compensa para o investidor aplicar dinheiro nesse tipo de fundo, teríamos poucos produtos para analisar. Muitos fundos surgiram nos últimos cinco anos”, explicou Verônica Dutt-Ross, coordenadora da pesquisa da Proteste.

Taxas de juros impactam os fundos

É necessário estar atento às taxas que são cobradas para que a rentabilidade não possa ser prejudicada. Isso porque as taxas de juros da inflação impactam de forma considerável os fundos de previdência privada, já que não garantem uma remuneração fixa.

São três as taxas cobradas:

  • taxa de administração;
  • imposto de renda;
  • carregamento.

Durante a pesquisa, a Proteste apurou que as taxas de administração variam entre 1,25% e 2,40% ao ano. Já as de carregamento são entre 0% e 8%, conforme o período que foi investido.

Sendo assim, quanto maior o prazo e o valor, menor será o encargo a ser pago. Lembre-se que a maior taxa considera um tempo de permanência de até 12 meses.

A Proteste filtrou, em cada categoria, os fundos abertos para captação e que são acessíveis para os investidores. Exigindo um aporte inicial de até R$ 25 mil.

“Portanto, não ranqueamos os melhores entre o total de fundos, mas os mais atrativos entre os mais acessíveis”, explicou Verônica Dutt-Ross.

Lista dos melhores planos de previdência privada para cada perfil

Conservadores

Fundo Aplicação mínima inicial (R$)Taxa de administração (%)Taxa de carregamentoRentabilidade de anualizada (5 anos)
Mongeral Aegon Previdência FI Renda Fixa Crédito PrivadoR$1001,75Postergadas: até 12 meses – 10 a 011,57%
Icatu Seg FI Renda Fixa PrevidenciárioAporte único de R$15 mil ou mensal de R$7002Postergadas: até 12 meses – 10 a 011,30%
Icatu Seg Inflação Curta FI Renda Fixa PrevidenciárioAporte único R$ 20 mil ou Mensal de R$ 800,001Postergadas: até 12 meses – 3 a 012,32%

Moderados

Fundo Aplicação mínima inicial (R$)Taxa de administração (%)Taxa de carregamentoRentabilidade de anualizada (5 anos)
Icatu Seg Composto 20E FIC Multimercado / IcatuAporte único R$ 20 mil ou Mensal de R$ 400,001,75Postergadas: até 12 meses – 3 a 09,99%

Agressivos

Fundo Aplicação mínima inicial (R$)Taxa de administração (%)Taxa de carregamentoRentabilidade de anualizada (5 anos)
Safra Prev Multi Estratégia FIC Multimercado Previdenciário / SafraAporte único de R$ 50 mil, ou contribuições mensais de R$ 150,001,5Não há11,01%
Ibiuna Previdência FIC Multimercado / BradescoAporte único de R$ 10 mil, ou contribuições mensais de R$ 100,001,5Não há11,11%

Data-alvo

FundoAplicação mínima inicial (R$)Taxa de Administração (%)Taxa de CarregamentoRentabilidade anualizada (5 anos)
Icatu Seg Minha Aposentadoria 2040 FIC Multimercado / IcatuAporte único de R$ 1 mil, ou contribuições mensais de R$ 100,001,75Postergadas: até 12 meses – 3 a 09,06%
BrasilPrev Renda Total Ciclo de Vida 2040 FIC Multimercado / BrasilprevAporte único de R$ 50 mil, ou contribuições mensais de R$ 60 (VGBL); R$ 100,00 (PGBL)2Antecipadas: 2 – 08,08%
BrasilPrev Renda Total Ciclo de Vida 2030 FIC Multimercado / BrasilprevAporte único de R$ 50 mil, ou contribuições mensais de R$ 60 (VGBL); R$ 100,00 (PGBL)2Antecipadas: 2 – 18,16%

4 dicas para escolher planos de previdência privada

Se você está pensando em contratar um plano de previdência e não sabe por onde começar e nem como escolher um, é importante que veja essas dicas abaixo.

1) Comece a previdência privada cedo

Você precisa ter em mente que não existe uma idade certa para começar um plano de previdência privada. Porém, quanto mais cedo, melhor.

Isso porque com mais tempo de contribuição, é possível ter uma aposentadoria com um valor mais alto.

Lembre-se de levar em consideração os juros anuais, que são em média de 6% do período acumulado, e uma aposentadoria aos 65 anos.

Com isso, uma pessoa que começou a contribuir com 20 anos, terá quatro vezes mais o valor de quem começou com 40 anos.

aposentadoria compulsória
Existem algumas dicas para escolher o seu plano de aposentadoria privada

2) Escolha o plano

Este é considerado o fator mais importante. Isso porque são os famosos PGBL e VGBL, sendo assim uma dica é tomar a decisão a partir do modelo da sua declaração de imposto de renda.

Por isso, veja abaixo o que cada um deles significa:

-> PGBL: o Plano Gerador de Benefícios Livres permite diminuir em até 12% da renda bruta tributável na declaração do Imposto de Renda. Ele é indicado para quem usa o modelo completo de declaração do IR.

-> VGBL: o Vida Gerador de Benefícios Livres é ideal para aqueles que declaram pelo modelo simplificado do Imposto de Renda ou é isento. Ele não oferece o benefício de diminuir até 12% o imposto na hora do resgate ou recebimento da renda incide apenas sobre os rendimentos. 

3) Defina a tributação

Antes de você definir a tributação, é importante saber que existem duas formas: a progressiva e a regressiva. E para escolher cada uma delas, é necessário definir quando você pretende usar o dinheiro.

-> Progressiva: caso você queira utilizar os recursos a curto prazo ou não tem um planejamento financeiro definido, esta pode ser uma boa opção. Isso porque a tributação acontece em duas etapas.

-> Regressiva: se você acumula recursos por 10 anos ou mais, essa pode ser a sua melhor opção. Já que quanto mais tempo no plano, menor será a alíquota do Imposto de Renda, no momento do resgate único ou do recebimento da renda.

4) Fique atento às taxas de carregamento

Para quem não sabe, a taxa de carregamento é o valor cobrado a cada aporte para que o banco ou a seguradora cubram as despesas, como por exemplo a corretagem. Vale ressaltar que ela será cobrada durante alguns anos.

Sendo assim, realize uma pesquisa sobre os produtos que são oferecidos. Em alguns casos, é possível zerar a taxa de carregamento aumentando o depósito inicial ou até mesmo fazendo aportes mensais maiores.

Passo a passo para escolher plano de previdência privada

1º passo
Você precisa escolher o tipo de plano de previdência privada que irá contratar. Se você realiza a declaração simplificada do Imposto de Renda, a melhor escolha é o VGBL.

Já para quem tem renda maior, o mais indicado é o PGBL, que pode ser abatido do imposto.

2º passo
Nessa etapa será necessário que você decida qual tabela irá usar. A tabela regressiva é para as pessoas jovens e que pretendem realizar a retirada em parcela única no final do plano.

Já a tabela progressiva é para quem contratou o plano mais tarde e quer retirar os aportes mensais ao fim do plano.

3º passo
É importante que você confira as taxas que são cobradas. Um exemplo é que a de carregamento e de saída podem ser de 0%. Além disso, busque uma taxa de administração considerada baixa.

4º passo
Sempre desconfie do gerente do banco. Isso porque em muitos casos, eles oferecem a previdência privada para baterem metas que são impostas.

Por isso, é importante que você compare os tipos de planos e taxas antes de contratar. Além disso, confira se a oferta do seu gerente está de acordo com o seu perfil.

Previdência privada ou poupança: o que é melhor?

Quem não quer juntar dinheiro para curtir a aposentadoria? Ou melhor, quem não quer ter uma aposentadoria tranquila depois de anos de trabalho?

Com a crise econômica pela qual o Brasil vem passando, muitas pessoas começam a pensar em outras formas de garantir um dinheiro extra. E qual a melhor forma para isso: previdência privada ou poupança?

Antes de escolher, é preciso saber como cada uma funciona. A previdência privada pode ser considerada uma aposentadoria, porém ela não está ligada diretamente ao Sistema do Instituto do Seguro Nacional (INSS).

Uma das vantagens da previdência privada é que ela pode ser complementar à aposentadoria pública. Quer saber mais sobre o assunto? Confira!

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Seja o primeiro a avaliar este post.

Mateus Carvalho
Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

5 erros mais comuns ao usar cartão de crédito

Você já se complicou alguma vez utilizando o cartão de crédito? Ficou com preocupação com a fatura do próximo mês? Se a...

6 opções para trabalhar como freelancer aos finais de semana

Está em busca de aumentar a sua renda ou a da sua família nas horas vagas? Uma alternativa é ser freelancer aos...

Descubra 5 ferramentas semelhantes ao PIX

Pagamento via QR Code, transferências rápidas e que podem ser feitas 24 horas por dia, sete dias na semana: o Pix é...

Como calcular quanto você precisa de renda extra

Em tempos de crise econômica, conseguir uma renda extra se torna o objetivo de muitos profissionais. No entanto, algumas pessoas não conseguem...

Como reclamar uma cobrança bancária indevida

Uma das maiores reclamações de consumidores com relação às instituições financeiras é a cobrança bancária indevida. Esse ainda é um problema recorrente, mas que...

4 vantagens do Open Banking para clientes e empresas

Antes de descobrir quais as vantagens do Open Banking para clientes e empresas, você precisa saber o que é essa nova realidade...