Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Como se organizar para os gastos de fim de ano

Escrito por: Mateus Carvalho em 16 de novembro de 2018

Com as festas de fim de ano cada vez mais próximas, as despesas acabam aumentando junto. Mas como se organizar para os gastos de fim de ano? A lista e despesas, geralmente, é grande, são presentes de Natal para a família, viagem de férias, ceia de Natal, Reveillon e até a renovação de matrícula na escola dos filhos entra nessa lista.

Essa época do ano pode ser considerada crucial no seu orçamento, devido ao aumento nas despesas. E para se organizar para os gastos de fim de ano é preciso disciplina, organização, além de mudar alguns hábitos.

organizar para os gastos de fim de ano
Você sabe como se organizar para os gastos de fim de ano?

E qual é a melhor forma de se organizar para os gastos de fim de ano? De acordo com os especialistas em finanças pessoais é começando a se preparar o quanto antes, evitando que você leve um susto com as despesas do mês de dezembro.

Além disso, também é necessário começar a se preparar para as despesas de início do ano, quando os gastos também são considerados altos. Isso porque chegam as contas de IPVA, IPTU, material escolar, matrícula dos filhos caso não tenha feita em dezembro, entre outros.

Dicas de como se organizar para os gastos de fim de ano

Analise a sua atual situação financeira

Antes de sair fazendo as suas compras de fim de ano, avalie a sua real situação. Monte um orçamento familiar, constando todas as fontes de renda assim como todos os gastos.

Para montar a planilha, você pode utilizar aplicativo, programas no computador ou até mesmo em um caderno. O importante é que você tenha um controle de tudo que entra e sai em dinheiro. Assim, ficará mais fácil de se organizar para os gastos de fim de ano.

Comece a se organizar em novembro

Como já foi dito anteriormente, uma dica é começar a se organizar o quanto antes. Como ainda estamos em novembro, você pode iniciar o seu planejamento ainda neste mês. Dessa forma, será possível realizar algumas compras com valores mais em conta. Além disso, é possível aliviar um pouco o orçamento do mês de dezembro.

Ainda neste mês, você pode comprar a roupa nova para a festa de Réveillon, os ingressos da festa do ano novo e alguns itens para a viagem de férias. Outros itens que você pode adquirir são os alimentos congelados para a ceia de Natal.

Está com dívidas? Esse é o momento para regularizá-las

Outra forma de se organizar para os gastos de fim de ano é pagando as dívidas, caso você tenha. O primeiro passo é você identificar as condições de cada débito, para quem deve e qual o valor total da dívida em aberto. É importante que você leve em consideração as taxas de juros, multa e encargos.

É comum que nos últimos meses do ano aconteçam feirões para que os consumidores possam renegociar e quitar as dívidas. Busque realizar acordos com parcelas que caibam no seu orçamento.

Além disso, veja se você tem dívidas com juros mais altos e tente trocá-las por linhas de crédito mais baratas, como o empréstimo pessoal ou o crédito consignado.

13º salário pode ajudar

Com o pagamento das parcelas do 13º salário, você pode quitar algumas dívidas, caso tenha contas em aberto. Outra opção é comprar os itens de decoração das festas de fim de ano com esse dinheiro.

Já quem não tem nenhuma dívida pode usar o 13º salário tanto para pagar os gastos de fim de ano quanto para guardar uma parte para as contas de início de ano, que também são consideradas altas, como o IPTU e IPVA, por exemplo.

Faça as compras de Natal à vista

Para evitar fazer novas dívidas, procure antecipar as suas compras de Natal, amigo secreto e ano novo. Isso porque as pessoas que deixarem essas compras para a última hora podem acabar pagando mais caro pelos produtos.

Por isso, faça pesquisas dos produtos e serviços que você pretende comprar e/ou contratar para o Natal e Ano Novo. Outra dica é fazer uma lista dos presentes que você pretende dar com o valor que deseja gastar com cada um deles. Lembre-se que todos precisam estar dentro do seu orçamento.

Se for viajar, pague tudo antes

Quem pretende viajar de férias, no fim ou no início do ano, precisa se planejar. Uma dica é, antes de embarcar, pagar o máximo que puder da viagem, seja o hotel, as passagens e até mesmo os passeios que vai fazer no destino.

Outra orientação é montar uma planilha de gastos para a viagem. Coloque o quanto pretende gastar com cada item, como por exemplo comida, passeios, presentes, entre outros. Depois de realizar essa estimativa, procure seguir a sua planilha, assim evitará que gaste mais do que o planejado.

Como usar a inteligência emocional nas finanças

Você já parou para pensar que a sua inteligência emocional pode afetar a sua vida financeira? Saiba que conhecer a si mesmo, saber tomar decisões e desenvolver a capacidade de interpretar, além de lidar com as próprias emoções está diretamente ligado à inteligência emocional. Mas como usar a inteligência emocional nas finanças?

A inteligência emocional é a capacidade de as pessoas identificarem as próprias emoções com facilidade, trabalhando-as de forma sábia. Os indivíduos que têm a inteligência emocional desenvolvida são identificados pela capacidade de lidar melhor com situações desfavoráveis. Confira algumas dicas!

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

InDriver
Carência no plano de saúde: o que é e como funciona
abrir conta para filhos
falar de dinheiro em casa
consórcio-Yamaha