7 pecados capitais para o investidor

Escrito por: Mateus Carvalho em 23 de junho de 2020

Você já escutou falar nos pecados capitais? É bem provável que sim e, que já tenha até mesmo cometido um deles. Mas sabia que também existem os pecados capitais para o investidor? Não? 

Pare para pensar, se você comete pecados durante o seu dia a dia, por que não cometeria pecados nos investimentos? Ao pecar no mundo dos investimentos, você pode acabar saindo no prejuízo.

aluguel de ações
Cometer um dos sete pecados do investidor pode levar você ao prejuízo

Se você não quer cometer nenhum dos sete pecados capitais para o investidor é importante estar atento a todas as suas movimentações. Esses erros são bem comuns, por isso se você já cometeu alguns deles, fique tranquilo.

Os pecados capitais para o investidor

Quer evitar um dos sete pecados capitais? Então, confira abaixo!

1) Gula 

Todo mundo gosta de comer, certo? Da mesma forma que todo investidor gosta de aplicar o dinheiro e ver o patrimônio se multiplicar, correto?

Porém, ir com muita sede ao pote pode acabar sendo ruim para o seu investimento. Sendo assim, a gula pode ser bastante perigosa.

A gula quando representada nos pecados capitais para o investidor significa que tem um desejo insaciável de querer sempre ganhar mais dinheiro. E esse desejo pode acabar acarretando em resultados ruins.

A voracidade junto com a ganância pode render muitas perdas em relação às aplicações financeiras. Quer ver um exemplo? O investidor teve as ações supervalorizadas na bolsa.

O o que você deve fazer? Aproveitar a alta e vender, certo? Errado, porque o investidor que tem como pecado a gula vai querer esperar as ações valorizarem mais um pouco para poder vender.

Aí corre o perigo, já que pode haver uma desvalorização rápida das ações.

2) Luxúria

A luxúria pode ser descrita como o desejo passional e egoísta pelo prazer material e/ou sexual. Já no caso dos investimentos, a busca por prazer precisa ter limites, para que você evite ter prejuízos. 

Isso porque quando o investidor é “insaciável”, ele não sabe o momento de parar ou mesmo de ser seduzido de forma pelos investimentos.

O investidor passa a ter em mente que nada irá mudar e que continuará ganhando. O que é um erro, já que as ações costumam subir e cair.

Outro erro cometido ao ter a luxúria é que a pessoa passa a acreditar em tudo o que escuta ou lê. Sempre buscando investimentos com ganho rápido e fácil. Mas lembre-se que ganhar dinheiro com investimento existe paciência e constância.

3) Avareza

Avareza está relacionada a muitas características, como a ganância e o apego ao dinheiro. Um dos principais vetores disso tudo é o medo – seja do futuro, de pessoas ou das consequências de ações.

No mundo dos negócios, o investidor que tem apego excessivo ao dinheiro e bens materiais pode sofrer com as decisões. Além disso, pode ser mal visto em algumas ocasiões pela falta de resiliência.

Para um investidor de sucesso, que deseja alcançar rumos importantes, esse pode ser considerado um dos pecados mais perigosos do mercado financeiro. A mania de controlar demais o dinheiro faz com que ele não foque em demandas mais prioritárias.

4) Ira

Esse é um dos pecados capitais que não podem ser romantizados de forma alguma, principalmente por quem deseja sucesso no mercado financeiro. Sair do sério não é uma opção viável na tomada de decisões.

Externar uma raiva ou ódio por alguém ou algo é comum, mas precisa ser uma ação moderada. Isso porque se feita em medidas ou proporções altas pode trazer consequências desagradáveis. Uma explosão descontrolada, inclusive, pode custar muito dinheiro.

O impulso geralmente faz com que pessoas ajam com ira e saiam de si. Quando o assunto é dinheiro, muita gente tem o lado racional aflorado e propício a falar o que não deve ou agir de forma impulsiva. 

O principal, nesses casos, é não tomar decisões ou investir, tampouco aplicar em nada quando perceber que está passando por momentos assim. No mundo dos negócio, faça tudo o que for preciso com a cabeça fria e no lugar.

Confira outros pecados capitais do investidor

5) Soberba

Quando você ouve ou lê a palavra soberba, o que vem a sua mente? Certamente tudo muito atrelado a arrogância, vaidade, orgulho, ganância e ego, né? Certíssimo.

Essas características não fazem nada parte do perfil de um bom investidor. Se mostrar sempre melhor que todo mundo ou acima das pessoas, sem se importar com opiniões alheias, lhe torna uma pessoa fria e que ninguém quer ter por perto.

Muito dificilmente você conseguirá construir um negócio bem estruturado sozinho. Você precisa de pessoas, mas pessoas não se unem a quem não sabe trabalhar sem pensar somente em si.

Quem é soberbo não costuma se dar muito bem nos investimentos, pois acha que só ele conhece, acredita e sabe do que funciona. Além de achar que o seu conhecimento é o único segredo para se ter sucesso e dinheiro.

6) Preguiça

Quem tem preguiça conquista algo? Fica aí essa pergunta retórica, pois nada vem sem esforço e dedicação, além de muito trabalho.

O investidor que for dominado por esse pecado capital terá muita dificuldade de chegar a algum lugar (se chegar).

Fuja do status de preguiçoso. Busque sempre ser ativo e tenha força de vontade. Se você não trabalhar, não irá colher os frutos, seja a curto, médio ou longo prazo.

De nada adianta ficar eternamente em uma zona de conforto, esperando que alguém tome uma decisão por você. O mercado financeiro exige coragem, perspicácia, mas, sobretudo, ação.

7) Inveja

Sabe aquele ditado da grama do vizinho que é sempre mais verde? Por que ficar olhando sempre para o do outro e não valorizar o que pode ser feito por você mesmo? A inveja é um dos pecados capitais mais prejudiciais, pois atrasa o seu sucesso.

O tempo que as pessoas perdem lamentando ou querendo colocar defeitos no que o outro fez ou deixando de enxergar o que pode ser melhorado por si, perde em ganhos próprios. Busque investir no seu e a aguardar os seus resultados sem almejar o do próximo.

Uma coisa é se espelhar, ter referências, buscar inspirações. Outra é fazer daquilo uma obsessão, não conseguir ter paz enquanto não for melhor do que algo ou alguém. Você precisa enxergar as suas condições e conquistar o seu espaço.

Cuidado sempre com o desejo acelerado ou doentio por posse, em alcançar determinado status ou por ter uma habilidade que às vezes você não é capaz de ter. O mundo dos negócios exige também enxergar tudo com humildade e pés no chão.

Você quer ser um investidor de sucesso, mas ainda peca bastante? Você se encaixou em um ou mais de um pecado capital? Calma, não se desespere.

O que você precisa fazer é entender a situação para não repetir os mesmos erros. Quer saber mais? Confira os 8 mandamentos do investidor de sucesso.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

investimentos para o segundo semestre
investir no exterior
Avaliar a liquidez do investimento é importante para saber o prazo que poderá resgatar os lucros
investimentos para o segundo semestre
renda fixa