Primeiro imóvel: 5 dicas para comprar o seu | FinanceOne
FinanceOne

Onde suas finanças começam!

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Primeiro imóvel: 5 dicas para comprar o seu

Comprar o primeiro imóvel ficou um pouco mais fácil. Apesar da crise econômica, o mercado imobiliário residencial ampliou suas vendas no primeiro trimestre deste ano.

Dados da pesquisa realizada pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) em 23 capitais e regiões metropolitanas do país mostram um crescimento de 22,3% em relação ao mesmo período do ano passado. Ainda segundo o estudo, as vendas totalizaram 24.712 unidades no período.

Primeiro imóvel

Dados da pesquisa do CBIC:

– As vendas totalizaram 24.712 unidades no primeiro trimestre de 2018.

– Em 13 regiões foram registradas altas nas vendas, enquanto 10 regiões tiveram queda.

– Os lançamentos atingiram 10.574 unidades no primeiro trimestre, uma queda de 30,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

– O preço médio do estoque no fim do período ficou em R$ 6.042 por metro quadrado.

O Índice FipeZap ajuda a explicar um pouco esse crescimento nas vendas do primeiro imóvel. O valor de venda de imóveis anunciados em 20 grandes cidades do Brasil registrou queda de -0,01% em maio, na média.

É o 15º mês consecutivo em que o valor de venda cai no país, segundo o estudo.

Onde a queda foi maior?

No acumulado dos últimos 12 meses (junho de 2017 a maio de 2018), o Índice FipeZap apresenta ainda retração de 0,56%.

Como base de comparação, a inflação no período foi de 2,75%, o que aponta para uma queda real de 3,22% no preço dos imóveis no último ano. Os valores são baseados no preço médio do metro quadrado.

– Rio de Janeiro (RJ) – (-4,71%)

– Brasília (DF) – (-3,86%)

– Niterói – (-1,98%)

– Santos – (-1,49%)

– Salvador – (-1,09%)

– Fortaleza – (-1,05%)

– Santo André – (-0,77%)

– Contagem – (-0,60%)

– São Bernardo do Campo – (-0,17%)

Onde os preços aumentaram?

– Vitória – (+2,25%)

– Recife – (+1,85%)

– São caetano do Sul – (+1,82%)

– Curitiba – (+1,81%)

– São Paulo – (+1,66%)

– Vila Velha – (+1,51%)

– Belo Horizonte – (+0,89%)

– Goiânia – (+0,73%)

– Porto Alegre – (+0,52%)

– Campinas – (+0,24%)

Dicas para comprar seu primeiro imóvel

1 – Faça primeiro um planejamento financeiro

Primeiro imóvelOs números estão favoráveis para a compra do primeiro imóvel. No entanto, a aquisição requer muito planejamento e organização para a concretização do sonho.

Faça uma planilha para organizar seus gastos. Além disso, avalie a possibilidade de usar a sua poupança ou outras aplicações. Afinal, quanto maior o valor da entrada na compra, menores serão as parcelas.

2 – Faça a escolha certa para você

A localização do imóvel pode ser essencial para você economizar, por exemplo, com o transporte. A possibilidade de morar perto do metrô ou de um ponto de ônibus é boa para economizar no combustível.

Possuir um imóvel perto de supermercados, escolas, padarias, farmácias, postos de saúde, restaurantes e lanchonetes também é uma ótima opção. Para quem não abre mão de uma vida saudável, academias de ginástica, clubes e ciclovias são imprescindíveis.

Lembre-se que a segurança também é importante. Infelizmente, vivemos em um país em que os índices de violência são altos.

3 – Procure a melhor forma de pagamento

Primeiro imóvel

Avalie cuidadosamente a melhor forma de pagar pelo seu primeiro imóvel. É importante saber quais são as formas de compra possíveis, de acordo com o seu orçamento mensal.

O ideal é comprar o imóvel à vista. No entanto, não é a realidade de muitos. Por isso, conseguir o valor máximo é importante para diminuir o valor das parcelas.

Aproveitar a quantia disponível no FGTS para a compra do primeiro apartamento é sem dúvida um bom negócio.

A notícia boa é que recentemente a Caixa Econômica Federal aumentou o valor do empréstimo para os funcionários que comprarem imóveis usados.

O banco elevou, de 70% para 80%, o limite de financiamento, igualando o teto com o usado na aquisição de unidades novas. Os demais clientes continuarão a financiar até 70% do valor de imóveis usados e 80% no caso de imóveis novos.

Por isso, pesquisar é necessário. O financiamento deve ser feito em uma instituição financeira de confiança. A taxa de juros varia pouco de uma para a outra. Mas lembre-se: o valor pago mensalmente não pode ultrapassar 30% do total da renda familiar líquida.

4- Cuidado com os gastos extras

Fique atento. Você vai gastar um pouco mais do que esperava. Existem algumas taxas que você terá que pagar para finalizar o sonho do primeiro imóvel. São elas:

– ITBI: é o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis. Essa cobrança é feita pela prefeitura, sendo que o valor varia conforme a cidade em que o imóvel está localizado.

– Escritura: documento que expressa a vontade de comprador e vendedor de negociarem um imóvel. No caso de compras feitas à vista, a elaboração da escritura deve ser feita imediatamente. Já em imóveis comprados por meio de financiamento, o próprio contrato com o banco faz esse papel.

Dessa forma, a escritura cumpre dupla função de formalização de todas as obrigações do negócio, para ambas as partes, além de efetivar a vontade de realização da compra e venda pelos envolvidos.

– Registro: consolida efetivamente a transferência do bem para o novo titular. A partir dele, o comprador passa a ser o proprietário e responsável por arcar com algumas despesas do imóvel, como o pagamento do IPTU e da taxa de condomínio.

Você também precisa ficar atento quanto às despesas eventuais com reformas ou reparos, principalmente para o caso de comprar um imóvel usado. Alterações na parte elétrica e hidráulica, por exemplo na cozinha ou banheiro, podem gerar custos elevados.

5 – Atenção antes de finalizar a compra

Caso o imóvel seja novo, ainda na planta, pesquise sobre a construtora. Visite apartamentos construídos por ela, converse com outros compradores e solicite a visita a um dos apartamentos modelo ou “decorado”.

Conte também com a ajuda de um advogado para avaliar toda a documentação e verificar se tudo condiz com as informações passadas pelo corretor. Pode custar caro, mas evita gastos e surpresas ruins no futuro.







Mais lidos

Cartões de crédito sem anuidade: veja os 10 melhores
Procurando cartões de crédito sem anuidade? Eles definitivamente conquistaram o seu espaço na eco ...
Trabalhar em casa: 28 profissões para ganhar dinheiro
Trabalhar em casa e ganhar dinheiro no conforto do lar é um sonho para muitas pessoas. No Brasil, o ...
Cartão de crédito com aprovação imediata existe?
Quem não quer ter um cartão de crédito hoje em dia para realizar as compras? Muitas instituiçõe ...
10 marcas mais valiosas do mundo em 2018
O ano está chegando quase no fim e as empresas não param de crescer. Para se ter uma ideia, a  p ...
Os jogadores mais bem pagos do mundo em 2018
Quem são os jogadores mais bem pagos do mundo? Muito provavelmente você vai responder Cristiano Ro ...




Ebook do FinanceOne

Ebook gratuito investidor iniciante

Quer investir mas não sabe como? O Guia Completo do Investidor Iniciante traz os primeiros passos para você começar a investir e ganhar dinheiro!

BAIXAR AGORA!

Publicidade


 

Guias

Calculadoras