Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

6 maneiras de transferir dinheiro para o exterior

Escrito por: Rafael Massadar em 26 de março de 2019

O Banco Central (BC) facilitou a vida de quem deseja transferir dinheiro para o exterior. Pelas novas regras, o destinatário final receberá os recursos em sua conta corrente ou de poupança, no Brasil, em reais.

A boa notícia é que não há necessidade de fazer operações de câmbio ou de arcar com custos adicionais. Isso vale para operações de transferências pessoais de até R$ 10 mil.

Os dados mais recentes do BC mostram que as remessas de brasileiros para o exterior somaram US$ 2,134 bilhões em 2018. Isso representa um aumento de 0,42% na comparação com 2017, quando a soma foi de US$ 2,124 bilhões.

Estados Unidos e Portugal foram os principais destinos das remessas enviadas ao exterior. Ao país da América do Norte foram enviados US$ 400 milhões. Já o país europeu recebeu US$ 292 milhões.

O terceiro principal destino é o Reino Unido, com US$ 112 milhões. Em seguida, aparecem Bolívia, com US$ 102 milhões, e Espanha, com US$ 72 milhões.

Vale ressaltar que transferir dinheiro para o exterior é legal. No entanto, requer alguma atenção durante o processo.

Isso porque a remessa feita de maneira incorreta pode até ser considerada crime financeiro.

transferir dinheiro para o exterior

Como transferir dinheiro para o exterior

1 – TransferWise

A fintech permite transferir dinheiro para o exterior. O processo da saída do dinheiro do Brasil pela TransferWise até o recebimento no exterior dura, no máximo, quatro dias. No entanto, costuma ser ainda mais rápido que isso.

A vantagem em comparação com os outros serviços surge por ele não cobrar taxas escondidas na conversão das moedas.

Ele calcula os valores de cada transferência usando a chamada taxa real de câmbio ou taxa média do mercado.

Todo o processo de transferência é feito online. Basta criar uma conta gratuita, indicar o valor que quer transferir e os dados do beneficiário, e fazer o pagamento via boleto ou transferência TED.

O interessante é que o valor que você vê na simulação que faz no site é o mesmo que pagará no final da transação. Portanto, não existem custos embutidos no câmbio, cobranças feitas no recebimento, nem taxas surpresas.

2 – Vale Postal Eletrônico Internacional

Muita gente não sabe, mas os Correios possuem um das maneiras de transferir dinheiro para o exterior. O serviço está disponível em mais de 20 países na Europa, África e Ásia.

Para isso, é preciso ir até uma agência dos Correios, levar seus documentos e dados do destinatário, inclusive o endereço completo.

A conversão dos valores é feita na hora do atendimento e paga em reais. O beneficiário é notificado quando a remessa chega ao país de origem.

A notificação geralmente é feita por meio de uma carta que indica a agência que o pagamento deverá ser feito.

3 – Dinheiro vivo

É possível sair do Brasil carregando até R$ 10 mil ou valor equivalente em moeda estrangeira e cheque.

Caso leve mais que isso, é necessário fazer uma Declaração de Porte de Valores. Essa declaração deve ser apresentada na fiscalização aduaneira ao sair do país.

No entanto, é necessário também mostrar o comprovante de que a moeda estrangeira foi adquirida em um banco ou instituição autorizada.

4 – Cartão pré-pago

Há diversas opções de cartões pré-pagos com bandeira internacional.  Seu saldo pode ser uma das maneiras de transferir dinheiro para o exterior.

Dependendo do tipo, ele pode ser usado para saque em caixas eletrônicos. No entanto, neste tipo de transação é necessário lembrar que pode haver cobrança de taxa em cada depósito e no saque.

5 – Paypal

O PayPal é um método de transferência de dinheiro entre pessoas físicas (cidadão comum) ou jurídicas (empresas) pela internet.

Portanto, o pagamento pode ser realizado no mesmo país ou em países diferentes.

O processo é mais simples do que em outras instituições financeiras, precisando apenas de um e-mail do destinatário para envio do dinheiro.

Consequentemente, não é necessário boleto ou código para saque. O dinheiro transferido aparece na conta no mesmo dia e quem recebe pode escolher o banco para transferir o dinheiro.

Após selecionar o banco, o dinheiro cai na conta em 1 a 2 dias.

6 – Transferência bancária internacional

Todos os bancos que possuem agências físicas permitem que você compareça pessoalmente para realizar sua transferência internacional.

No entanto, alguns exigem que você compareça pelo menos na primeira vez que for realizar esse tipo de transferência para assinar um contrato de câmbio.

Para realizar esse tipo de transferência com o banco, serão solicitadas informações específicas, normalmente sobre o beneficiário e sua conta no exterior.

As informações mais comum são:

– Nome completo do beneficiário;

– Nome do banco do beneficiário;

– Número da conta do beneficiário ou IBAN;

– Código SWIFT;

– Motivo da transferência.

Dependendo do valor que você for enviar, o banco poderá solicitar a declaração do Imposto de Renda ou comprovação do recurso.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Brexit:
trabalhar em Portugal
transferências do exterior
Japão
línguas mais úteis