Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Cartão de crédito para negativado: é possível?

Escrito por: Tamires Silva em 2 de janeiro de 2020

Quase metade da população brasileira está com nome sujo e busca opções de crédito para quitar as dívidas e tentar regularizar as finanças. Mas será que cartão de crédito para negativado é possível?

A resposta é sim! Porém, é preciso ter cuidado ao tomar a decisão de adquirir um novo cartão. Afinal, como alerta a Serasa Consumidor, as taxas podem, muitas vezes, ser mais altas.

Por isso, quem está com o nome sujo precisa ter muito cuidado e sabedoria ao escolher uma forma de crédito. O primeiro passo é estabelecer um planejamento financeiro e um plano para quitar as dívidas.

De acordo com Serasa, o cartão de crédito é uma das formas de pagamento mais conhecidas e usadas pelo brasileiro, mas também é um dos tipos com as maiores taxas de juros do mercado.

“Por isso, se você está em busca de cartão de crédito para negativado, a primeira mensagem é: CUIDADO!”

Cartão de crédito para negativado
Mercado oferece cartões de crédito para negativados

A maioria das opções de cartão são emitidas após uma avaliação da instituição sobre a situação do solicitante no mercado. Com isso, quando uma pessoa está negativada, tem mais dificuldade de acesso ao crédito.

Isso acontece porque os bancos e financeiras não têm confiança nesse consumidor. Assim como não podem avaliar se ele é um bom pagador, se vai conseguir quitar todas as contas. A Serasa alerta:

“O consumidor inadimplente deve ter muito cuidado para não buscar crédito e acabar piorando a situação. Se esse é o seu caso, tente primeiro organizar sua vida financeira e limpar o seu nome.”

Porém, é sim possível encontrar cartões que dispensam consulta ao SPC e Serasa, comprovação de renda e até mesmo abertura de conta. Nesses casos, as empresas oferecem formas de pagamento diferenciadas.

Confira tipos de cartão de crédito para negativado

Dentre as opções que os bancos e instituições oferecem para pessoas com nome sujo estão os cartões de crédito pré-pago e consignado.

Cartão de crédito pré-pago

O cartão de crédito pré-pago, considerado uma forma de inclusão financeira, não necessita de vínculo com uma conta bancária e pode ser solicitado por pessoas com nome sujo e score baixo.

+ Serasa Score: o que é e como aumentar sua pontuação

O limite do crédito é estabelecido pela recarga feita pelo titular. Ou seja, não há como gastar mais dinheiro do que o valor pago na recarga. Mas atenção!

O cartão de crédito pré-pago também possui taxas (de adesão, de recarga, de saque, mensalidade). Por isso, é imprescindível avaliar se vale realmente a pena adquirir esse serviço, como afirma Serasa Consumidor.

“Eles servem para quem tem pouco controle financeiro e evita o cheque especial, mas olhe bem o peso das taxas. No fim das contas, pode não ser tão vantajoso.”

Cartão de crédito consignado

O cartão consignado é uma opção para negativados que são funcionários públicos, aposentados ou pensionistas do INSS, funcionários das Forças Armadas ou trabalhadores de empresa privada no regime CLT.

Contudo, esta opção é mais restritiva, de modo que somente algumas pessoas podem conseguir acesso. Não é realizada consulta ao SPC ou Serasa, mas pode haver uma análise de crédito pela instituição para definir o limite.

No cartão consignado, o pagamento mínimo (até 5% da renda) da fatura é descontado diretamente do salário líquido ou de benefício do INSS.

Algumas vantagens desse tipo de crédito, segundo Serasa, são: não possui anuidade, taxas de juros mais baixas, possibilidade de parcelamento e prazo de pagamento maiores e saque de até 95% do limite.

“Não se esqueça de que: tudo sem controle é prejuízo. Portanto anote seus gastos e controle o valor da sua fatura. O valor mínimo é descontado no holerite, mas o restante é preciso de gestão para não perder o domínio das suas finanças.”

Mais de 60 milhões de brasileiros estão com o nome sujo

De acordo com pesquisa, divulgada este ano pela Serasa Experian, o número de brasileiros com o CPF negativado chegou a 63,2 milhões no mês de abril.

Isso representa mais de 40% da população adulta do Brasil. Também foi um recorde de pessoas com nome sujo e dívidas em atraso.

No mesmo mês do ano anterior, o número era de 61,2 milhões de negativados. Ou seja, houve um aumento de mais de 2 milhões.

+ Guia completo para manter as contas sempre no azul

Para essas pessoas que estão com o nome sujo e buscam por alternativas de crédito, Serasa lembra que o cartão nem sempre é a saída ideal.

“Pesquise outros tipos de crédito. É possível encontrar empréstimo para negativado e, com isso, quitar as dívidas e ficar com o nome limpo.”

Mas o importante é ter em mente que o controle financeiro precisa vir junto de qualquer medida que for tomada, seja um cartão de crédito ou um empréstimo. Somente assim será possível tirar o nome do vermelho.

Por meio do Serasa Limpa Nome é possível negociar as dívidas até mesmo sem sair de casa. Aqui no FinanceOne você entrar uma série de artigos e notícias com dicas para regularizar as suas contas!

Tamires Silva

Jornalista atuando como repórter e produtora de conteúdo. Produz conteúdo para internet desde 2015.

Um comentário sobre “Cartão de crédito para negativado: é possível?

  1. Olá FinanceOne tudo bem?
    Artigo excelente, informações bem claras para o público sobre o crédito para quem faz parte desse grupo de 60 milhões de brasileiros.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Vale a pena comprar enxoval de bebê nos EUA?
economizar-na-decoração-da-casa-nova
resgatar pontos no cartão de crédito
duvidas FGTS
CDB ou poupança