Conversor de moedas Transferência internacional

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Entenda como funciona o sistema de consulta do SPC

Escrito por: Redação em 27 de agosto de 2018

É um consumidor e está com o nome no SPC? Mas você sabe como funciona o sistema de consulta do SPC? Calma, que este post vai te explicar o que é e como fazer para verificar o sistema.

Primeiro, o SPC Brasil é um sistema de informações Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDL). É um grande banco de dados na América Latina com informações creditícias sobre pessoas físicas e pessoas jurídicas. Esses sistema auxilia na hora de uma empresa conceder ou não crédito a alguém.

O sistema possui mais de 2.200 entidades em todas as capitais e principais cidades. O sistema reúne informações do comércio nacional, de pequenos lojistas até grandes lojas, indústrias, serviços e mercado financeiro.

A inadimplência no país permanece alta. A Confederação Nacional da Indústria (CNI) prevê aumento no desemprego, dos juros e da inflação neste ano. Se os brasileiros já somam 62 de milhões de endividados, segundo o Serasa, sair das dívidas pode ficar ainda mais difícil.

O próprio SPC indica algumas atitudes que os consumidores devem ter para evitar a inadimplência. O primeiro passo é realizar pagamentos à vista. Sabia que as dívidas do cartão de crédito têm juros dos mais altos? E você também não vai querer uma dívida no banco, certo?

Aliás, antes de optar por um número a perder de vista de prestações, escolha uma quantidade menor. Não deixe sair do controle. Se precisar de um empréstimo para quitar as dívidas ou fazer uma compra, calcule quanto será o preço final com os juros e veja se vale a pena.

Planejar-se financeiramente é também essencial. Você já pensou em como poupar para a velhice? Já está organizando suas finanças desde cedo? Saiba que fazer uma planilha de orçamento doméstico e controlar os gastos mês a mês são essenciais para conquistar uma saúde financeira.

Entenda como funciona o sistema de consulta do SPC
Para consultar o sistema do SPC, é possível ir a uma unidade, consultar via computador e até pelo celular

O sistema de consulta do SPC

O nome sujo traz uma série de restrições, principalmente ao crédito. Antes de conceder um crédito ao consumidor, as empresas financeiras costumam consultar o histórico do cliente. Até mesmo para solicitar um cartão de crédito o sistema pode ser consultado.

Quem está com o nome no SPC não pode comprar a prazo, ser avalista e não consegue financiamento. Para limpar o nome no SPC, o consumidor deve procurar uma unidade pessoal e portar identidade e CPF.

O consumidor com o nome sujo recebe um comunicado do SPC da CDL. Depois de ser notificado, ele tem 10 dias, a contar da data da emissão do comunicado, para quitar a dívida. Se não quitar a dívida nesse período, o nome entra no cadastro.

Para consultar o sistema do SPC, o consumidor deve comparecer a um balcão da entidade em sua cidade ou da cidade mais próxima. O atendimento é em uma das Entidades Associadas ao SPC Brasil (Câmaras de Dirigentes Lojistas – CDLs ou Associações Comerciais). Para solicitar a consulta, deve portar CPF original. Ou, caso prefira, pode adquirir créditos e realizar a consulta de CPF no SPC Net.

Para saber se o CPF tem alguma restrição, o consumidor pode realizar a consulta ao sistema também pelo celular, baixando um aplicativo que só exige o preenchimento de um cadastro. Essa consulta pode ser feita pelo celular, como também pelo computador. São duas opções: consultar ou monitorar.

Segundo o SPC, ao realizar uma compra e descobrir que está com restrição de crédito, o consumidor pode solicitar ao lojista a identificação da empresa que procedeu a inclusão do registro de débito. Assim, poderá ir ao local e quitar a dívida. Ou, se preferir, realizar a consulta direto em uma unidade do SPC conforme explicado acima.

Dicas para fugir das dívidas

Depois de ser notificado pelo SPC do pagamento em atraso, o consumidor deve quitar a dívida em até 10 dias. Isso para seu nome não entrar no sistema. Mas o consumidor pode procurar a qualquer momento a empresa credora e quitar seu débito.

Ao pagar a dívida, é possível também negociar. Cabe a cada credor a concessão ou não de descontos nessa negociação. Mas, para isso, o consumidor deve buscar o estabelecimento onde contraiu esse débito.

Para fugir das dívidas, é importante analisar antes cada compra. Mesmo que seja um valor pequeno, pode ser que saia do seu orçamento. E o acúmulo de pequenas compras transforma-se em um valor alto.

Além disso, não conseguir pagar as prestações depois só faz crescer ainda mais esse problema. Seja no rotativo do cartão de crédito, em um empréstimo ou mesmo no cheque especial. Aliás, sabia que o cheque especial é a opção mais cara de crédito?

Por isso, para não precisar realizar nenhuma consulta ao SPC, você deve fugir dos erros ao administrar suas finanças. Saber poupar, escolher um investimento, ter uma reserva de segurança e controlar seus hábitos de consumo são algumas dicas para evitar o endividamento.

Redação

Criado em 2003, o FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa.

Deixe um comentário

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

erros-ao-preencher-a-declaração-do-Imposto-de-Renda
que precisa para alugar um apartamento
ganhar-dinheiro-trabalhando-no-fim-de-semana
IOF
Como conseguir empréstimo e tudo que você precisar saber