Início Notícias Finanças Pessoais Conta de luz mais cara em maio, e agora?

Conta de luz mais cara em maio, e agora?

0
(0)

O brasileiro terá de lidar com uma conta de luz mais cara em maio. Isso porque a bandeira tarifária deste mês será amarela.

Isso significa que será cobrado, a mais, R$ 1 para cada 100 quilowatts-hora consumido. O anúncio foi feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A decisão interrompe um ciclo de cinco meses consecutivos sem cobrança de taxa extra. Em dezembro, janeiro, fevereiro, março e abril, vigorou a verde e não houve cobrança complementar.

Embora a previsão meteorológica para o mês indique tendência de vazões próximas à média histórica, a agência informou que o patamar da produção hidrelétrica já reflete a diminuição das chuvas.

Portanto, é necessário acionar usinas térmicas. E elas possuem um custo mais alto do que as hidrelétricas.

O valor extra é repassado para as tarifas por meio das bandeiras.

Conta de luz mais cara em maio

Como funciona o sistema de bandeiras tarifárias?

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 pela Aneel. O objetivo era recompor os gastos extras com a utilização de energia gerada por meio de usinas térmicas.

A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração de eletricidade.

Quando a sua conta de luz vier com a bandeira verde, significa que os custos para gerar energia naquele mês foram baixos.

Portanto, a tarifa de energia não terá nenhum acréscimo.

A bandeira amarela na conta é sinal de que os custos de geração estão aumentando.

Nesse caso, a tarifa de energia terá acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 kWh consumidos. Por isso, conta de luz mais cara em maio!

Já a bandeira vermelha mostra que o custo da geração naquele mês está mais alto, com o maior acionamento de termelétricas. O adicional, neste caso, é de R$ 3,50 a cada 100 kWh.

Lembrando que a cobrança pode variar nas regiões do Brasil.

Conta de luz mais cara em maio: como economizar?

As temperaturas estão mais amenas em todo o país e a tendência é esfriar mais ainda. Portanto, vale tudo para se esquentar.

Chuveiros elétricos e até secadores de cabelo são aliados nesta hora.

No entanto, lembre-se da conta de luz mais cara em maio! Eles podem se tornar grandes vilões neste período do ano.

O frio do outono e a chegada do inverno podem ser aconchegantes para algumas pessoas ou um desafio para outras.

Por isso, o FinanceOne separou algumas dicas valiosas para você economizar na conta de luz durante o período de bandeira amarela.

Economize no chuveiro

Os banhos quentes e chuveiros elétricos são os principais gastadores no outono e inverno.

Eles são responsáveis por até 35% dos gastos em uma conta de luz da família brasileira.

Portanto, diminua o tempo do banho e nem sempre use a potência máxima.

Se possível, troque o principal chuveiro da casa por um a gás. A economia a longo prazo será significativa.

Outros aparelhos

Além do chuveiro, existem outros itens domésticos que também contribuem para uma conta de luz mais cara e que também têm alternativas para aliviar os gastos.

No inverno, as roupas costumam demorar mais para secar e também demoram mais para sujar.

Programe-se bem para lavar as roupas sem ter de ligar a máquina mais de uma vez por semana.

Lave somente quando necessário e com um acúmulo de roupas.

Ainda sobre as máquinas de lavar: opte por programas de lavagem mais curtos. As roupas não sujam tanto no frio.

Fique atento também à geladeira. Você pode economizar muito diminuindo a temperatura dela no frio.

E só abra quando souber o que quer pegar.

Evite deixar na tomada qualquer aparelho que você não esteja usando. Isso faz diferença no final do mês.

Tente diminuir a quantidade de dias no uso do ferro de passar roupa. Use no máximo duas vezes por semana.

Cuidado ao colocar roupas atrás da geladeira também. Isso faz com que ela gaste mais energia e atrapalha o funcionamento ideal dela.

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Rafael Massadar
Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Auxílio emergencial: confira calendário para os reavaliados

O Ministério da Cidadania publicou nesta sexta-feira, 27, um novo calendário de pagamento para as parcelas do auxílio emergencial. Este calendário é...

4 carreiras promissoras no setor de beleza para 2021

O segmento da beleza não para de crescer no Brasil. Nosso país, por exemplo, é considerado o terceiro maior mercado consumidor do...

Nubank x Inter: compare os cartões sem anuidade

Os cartões sem anuidade estão ganhando cada vez mais espaço no mercado e no coração dos brasileiros. Com tantas opções pode ser...

Black Friday 2020: confira os melhores sites e ofertas

Você já se preparou para as ofertas da Black Friday 2020? Está com a lista de compras feita e separada para aproveitar...

5 dicas para saber se uma loja virtual é confiável

A pandemia da Covid-19 impulsionou o e-commerce e a Black Friday deve alavancar ainda mais as vendas online. Cerca de 80% dos...

Salário mínimo na Suíça chega a R$25 mil

Você já se perguntou quanto é o salário mínimo na Suíça, mesmo que seja só por curiosidade? Se a resposta é sim,...