Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasInvestimentosSaiba como é formado o preço das ações e quem decide

    Saiba como é formado o preço das ações e quem decide

    0
    (0)

    Se você já quis investir em ações, já deve ter escutado falar que elas estão em alta ou em baixa. E isso é muito comum de acontecer porque o preço das ações variam bastante.

    Publicidade

    E o motivo de tanta oscilação é por conta da lei da oferta e da procura, que depende do número de pessoas querendo comprar ou vender uma ação. Por conta dessa variação no preço das ações, esse investimento é considerado de alto risco.

    Sendo assim, se você não é um investidor que gosta de arriscar pode não gostar muito de aplicar o seu dinheiro em ações. E vale lembrar ainda que saber o seu perfil de investidor é fundamental para saber quais investimentos são mais indicados para você.

    Descubra como funcionam as ações

    Para entender como é formado e quem decide o preço das ações, é preciso saber como elas funcionam.

    Para quem ainda não sabe, as ações são parte de empresas que estão disponíveis para compra e venda na Bolsa de Valores, a B3.  Então, ao comprar uma ação, você está comprando um pedaço da empresa.

    E muitas vezes para comprar uma ação é necessário ter uma conta em corretoras de valores, para que você possa se tornar dono de uma parte da empresa. Vale ressaltar ainda que ao comprar a ação, você estará se tornando sócio da empresa.

    Publicidade

    + Confira quais são os custos para investir em ações

    Além disso, só para você ter uma ideia, a B3 chega a movimentar por dia bilhões de reais com a compra e venda de ações. Esses investimentos são 80% dos ativos negociados na Bolsa de Valores aqui no Brasil.

    Isso mostra o quão esse investimento é procurado e, ele também pode trazer grandes retornos para o investidor. Mas para isso, é preciso conhecer muito bem o mercado.

    Como é formado o preço das ações?

    De modo geral, o preço de uma ação é formado pelos investidores do mercado. Estes, dão ordens de compra ou venda de ações às corretoras das quais fazem parte e são clientes. 

    Dessa forma, eles estabelecem um fluxo de oferta e procura. Isso faz com que se estabeleça um preço justo por aquela ação.

    Publicidade
    homem segura celular com gráfico que mostra oscilação da Bolsa de Valores
    O preço das ações oscila por conta da procura

    Como é determinada uma maior ou menor procura? Isso acontece de acordo com o comportamento histórico dos preços, em especial das expectativas futuras de desempenho da empresa emissora dessa ação. 

    Vale lembrar que este processo de maior ou menor procura vai influenciar na valorização ou desvalorização de uma ação.

    + Quer investir em ações? Saiba quando ocorre o pagamento de dividendos
    + Como calcular o preço médio das ações de forma correta

    Essas baixas e altas podem ser ocasionadas por diversos fatores, tais como notícias sobre o mercado, divulgação do balanço da empresa – seja com dados favoráveis ou desfavoráveis -, além de mudanças tecnológicas.

    Entenda melhor como funciona e quem decide

    Para você entender melhor, a definição do preço de uma ação acontece em dois momentos. São eles:

    Publicidade
    1. quando a empresa faz um IPO na Bolsa de Valores;
    2. no dia a dia após estreia na bolsa.

    Sobre o primeiro momento. IPO significa Initial Public Offering, que em português quer dizer “oferta pública inicial”. Nada mais é do que a estreia de uma empresa oferecendo suas ações na Bolsa.

    Já no segundo momento, nada mais é do que quando as ações passam a ser negociadas entre os investidores e suas movimentações são monitoradas para que os preços possam ser definidos.

    É nessa segunda etapa que o preço vai depender de uma série de fatores, cujos quais você já viu acima.

    + Qual a diferença entre IPO e Follow On? Entenda como eles funcionam!

    IPO x Mercado Secundário

    Vale destacar que, em um IPO, o investidor compra ações diretamente da empresa. Aqui podemos chamar de mercado primário.

    Mas, se tem um mercado primário é porque existe um mercado secundário.

    Neste, a compra e venda das ações ocorre diretamente entre os investidores. Por exemplo, quem já tem uma e quer repassar. Essa venda é executada através de uma corretora – que fica responsável por conectar os interessados através da Bolsa.

    Gostou deste conteúdo? Então continue lendo e confira quais são os riscos de investir em ações e se é possível diminuí-los.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Mateus Carvalho
    Mateus Carvalho
    Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasInvestimentosSaiba como é formado o preço das ações e quem decide

    Saiba como é formado o preço das ações e quem decide

    0
    (0)

    Se você já quis investir em ações, já deve ter escutado falar que elas estão em alta ou em baixa. E isso é muito comum de acontecer porque o preço das ações variam bastante.

    Publicidade

    E o motivo de tanta oscilação é por conta da lei da oferta e da procura, que depende do número de pessoas querendo comprar ou vender uma ação. Por conta dessa variação no preço das ações, esse investimento é considerado de alto risco.

    Sendo assim, se você não é um investidor que gosta de arriscar pode não gostar muito de aplicar o seu dinheiro em ações. E vale lembrar ainda que saber o seu perfil de investidor é fundamental para saber quais investimentos são mais indicados para você.

    Descubra como funcionam as ações

    Para entender como é formado e quem decide o preço das ações, é preciso saber como elas funcionam.

    Para quem ainda não sabe, as ações são parte de empresas que estão disponíveis para compra e venda na Bolsa de Valores, a B3.  Então, ao comprar uma ação, você está comprando um pedaço da empresa.

    E muitas vezes para comprar uma ação é necessário ter uma conta em corretoras de valores, para que você possa se tornar dono de uma parte da empresa. Vale ressaltar ainda que ao comprar a ação, você estará se tornando sócio da empresa.

    Publicidade

    + Confira quais são os custos para investir em ações

    Além disso, só para você ter uma ideia, a B3 chega a movimentar por dia bilhões de reais com a compra e venda de ações. Esses investimentos são 80% dos ativos negociados na Bolsa de Valores aqui no Brasil.

    Isso mostra o quão esse investimento é procurado e, ele também pode trazer grandes retornos para o investidor. Mas para isso, é preciso conhecer muito bem o mercado.

    Como é formado o preço das ações?

    De modo geral, o preço de uma ação é formado pelos investidores do mercado. Estes, dão ordens de compra ou venda de ações às corretoras das quais fazem parte e são clientes. 

    Dessa forma, eles estabelecem um fluxo de oferta e procura. Isso faz com que se estabeleça um preço justo por aquela ação.

    Publicidade
    homem segura celular com gráfico que mostra oscilação da Bolsa de Valores
    O preço das ações oscila por conta da procura

    Como é determinada uma maior ou menor procura? Isso acontece de acordo com o comportamento histórico dos preços, em especial das expectativas futuras de desempenho da empresa emissora dessa ação. 

    Vale lembrar que este processo de maior ou menor procura vai influenciar na valorização ou desvalorização de uma ação.

    + Quer investir em ações? Saiba quando ocorre o pagamento de dividendos
    + Como calcular o preço médio das ações de forma correta

    Essas baixas e altas podem ser ocasionadas por diversos fatores, tais como notícias sobre o mercado, divulgação do balanço da empresa – seja com dados favoráveis ou desfavoráveis -, além de mudanças tecnológicas.

    Entenda melhor como funciona e quem decide

    Para você entender melhor, a definição do preço de uma ação acontece em dois momentos. São eles:

    Publicidade
    1. quando a empresa faz um IPO na Bolsa de Valores;
    2. no dia a dia após estreia na bolsa.

    Sobre o primeiro momento. IPO significa Initial Public Offering, que em português quer dizer “oferta pública inicial”. Nada mais é do que a estreia de uma empresa oferecendo suas ações na Bolsa.

    Já no segundo momento, nada mais é do que quando as ações passam a ser negociadas entre os investidores e suas movimentações são monitoradas para que os preços possam ser definidos.

    É nessa segunda etapa que o preço vai depender de uma série de fatores, cujos quais você já viu acima.

    + Qual a diferença entre IPO e Follow On? Entenda como eles funcionam!

    IPO x Mercado Secundário

    Vale destacar que, em um IPO, o investidor compra ações diretamente da empresa. Aqui podemos chamar de mercado primário.

    Mas, se tem um mercado primário é porque existe um mercado secundário.

    Neste, a compra e venda das ações ocorre diretamente entre os investidores. Por exemplo, quem já tem uma e quer repassar. Essa venda é executada através de uma corretora – que fica responsável por conectar os interessados através da Bolsa.

    Gostou deste conteúdo? Então continue lendo e confira quais são os riscos de investir em ações e se é possível diminuí-los.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?