Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Latam - Ofertas Imperdíveis

Black Friday chegando: como não cair em ciladas

Escrito por: Priscila Gomes em 21 de novembro de 2018

Fim de ano se aproximando e pelo menos a primeira parcela do 13º salário na conta. Isso soa como música para os ouvidos do consumidor, mas é ainda melhor para os que trabalham no comércio. O motivo disso é que vem chegando a famosa Black Friday.

Black Friday chegando: como não cair em ciladas

Black Friday é bom, mas…

A Black Friday é um evento muito conhecido no exterior pelos seus incríveis descontos. Esse ano será no dia 23 de novembro, mas tem gente se preparando há muito tempo.

Os compradores encaram o dia (ou até mesmo a semana) como uma grande oportunidade para trocar os móveis, eletrodomésticos, eletrônicos e até mesmo seu veículo.

Mas existe um problema: no Brasil muitas vezes não é bem assim. Na prática, isso varia muito. Algumas lojas acabam praticando o famoso “tudo pela metade do dobro” e ainda com frete abusivo.

É comum ver com o passar do tempo, gradualmente, comércios aumentarem o preço de uma determinada mercadoria. Ao chegar no período da Black Friday, simplesmente retomam ao preço inicial. E cadê o desconto? Neste caso, ele não existe.

Dicas para uma Black Friday sem problemas

O Black Friday chegou ao país há pouco tempo e os consumidores ainda estão se adaptando à data. Uma prova desta adaptação é que a cada ano os clientes estão mais atentos às promoções e descontos oferecidos.

Se você tem pretensão de comprar algo na Black Friday, temos algumas dicas importante para você. Veja abaixo alguns cuidados para tomar antes de realizar a compra.

Dica 1 – Monitoramento dos preços

Controlar o preço de produto desejado é uma das maiores maneiras de não cair em ciladas na Black Friday. Como já foi dito, é dessa forma que se evita a “metade do dobro”. O ideal é monitorar os valores por três meses em diversos sites, mas, se não houve tempo suficiente, faça isso pelo menos nesta semana.

Existem sites que fazem um balanço e apresentam o preço mais baixo e a média de valores dos últimos meses. Dessa forma, será possível ver se a loja inflou – ou não – os produtos para a Black Friday. Verifique, portanto, se ele está mais caro ou barato antes de realizar a compra.

Dica 2 – Pesquise em mais de uma loja

Nada de sair comprando sem nem pesquisar em mais sites. Confira o valor do frete, bem como o prazo para entrega. Se estes encargos forem muito altos e chegarem ao valor do produto sem desconto, não tem motivo para fechar negócio, certo?

Na pressa, pensando que o produto irá acabar no estoque, o cliente compra sem nem pensar direito. Mas nesse momento é preciso atenção para realizar a compra e não se arrepender logo depois.

Dica 3 –  Site seguro e confiável

Com o aumento do comércio online, surgem maneiras de medir a confiança dos consumidores em determinada loja. Normalmente, isso se verifica por meio de serviços como o Reclame Aqui e o eBit, nos quais a loja é avaliada pelos clientes.

Por isso, veja o índice de reclamações e se neste período do ano as críticas aumentaram. Se notar algo estranho e mais reclamações que o comum, evite finalizar a compra.

Black Friday chegando: como não cair em ciladas

Dica 4 – Pós compra

Os direitos do consumidor continuam valendo durante a Black Friday. Se houver problemas com a mercadoria, a loja deve responder em até cinco dias. O cliente também tem sete dias para se arrepender da compra. Nesse caso tem o direito de receber o valor pago com o frete.

Para garantir que não terá problemas neste aspecto, tire prints da compra e guarde todos os comprovantes (até mesmo para trocas – se forem necessárias).

Dica 5 – Antivírus

Pode parecer exagero, mas ter um antivírus no notebook ou no computador de mesa nesta época do ano é importante para evitar problemas que podem passar despercebidos. Alguns dos problemas mais frequentes são: malwares, vírus, ataques de crakers e muitos outros.

Não estamos dizendo que é necessário comprar um pacote caríssimo para proteger seus dados, mas é necessário ter atenção porque os crimes virtuais existem. Uma alternativa para quem quer economizar é partir para as versões gratuitas dos antivírus como o Avast, Bitdefender e o Avira.

Dica 6 – Planejamento financeiro

Não se esqueça do essencial: planejamento financeiro. Gaste somente o que pode de acordo com seu orçamento mensal. Nada de arcar com grandes dívidas sem que tenha pensado e organizado as finanças.

Antes de se atrapalhar com os apelos visuais das lojas físicas e online, faça uma lista de tudo que precisa por ordem de prioridade. Se o que deseja é muito caro, encontre opções semelhantes mais em conta. Outra dica para se dar bem nas compras é estabelecer um teto de gastos. Não adianta satisfazer os desejos de consumo e ficar sem dinheiro para pagar até a conta de luz.

No mais, mantenha a calma e não se preocupe em comprar tudo que precisa nesta Black Friday. Há diversas promoções durante o ano para aproveitar. Por isso, não se deixe levar pelo impulso porque outras oportunidades virão.

Depois dessas dicas é só aproveitar as oportunidades (de acordo com seu orçamento, claro). Afinal, não queremos encerrar 2018 em uma situação delicada e já começar 2019 no vermelho, certo?

A Black Friday está aí. Vamos aproveitar? Conte para nós seus planos e estratégias de compra!

Priscila Gomes

Jornalista. Gosto de abraços, aniversários e do Natal. Atualmente produzo conteúdo para internet e faço assessoria sindical.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

Lucro do FGTS
levar cachorro no avião
Cobrar dinheiro emprestado
Mesada inteligente
Como sacar FGTS e outras dúvidas