Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Conciliação bancária: o que é e como fazer

Escrito por: Mateus Carvalho em 26 de outubro de 2018

Conciliação bancária é a comparação dos extratos bancários com o controle financeiro da empresa. É um recurso essencial para a gestão do negócio, pois permite verificar se todos os lançamentos estão sendo feitos de forma correta e se não existe nenhuma anormalidade nas contas da empresa.

Com a conciliação bancária é possível ter a certeza, por exemplo, de que as contas a pagar estão sendo cumpridas e as que você tem a receber estão sendo cobradas. Também é uma forma de garantir que nenhuma transação tenha ficado para trás por falta de algum registro no sistema. Ou até mesmo em controles manuais.

conciliação bancária

A conciliação bancária é importante para realizar a análise do fluxo de caixa, realizado com as despesas e receitas da empresa. Além da interferência com relação à redução das despesas. Outra influência é a verificação de caixa futuro para realizar as atividades operacionais.

Conciliação bancária é ferramenta para as finanças da empresa

A importância da conciliação bancária é que ela funciona como uma ferramenta que garante uma visão mais realista das finanças da empresa. Isso porque se você tem todos os dados corretos, consegue negociar com os seus fornecedores. Ou até mesmo pedir uma antecipação do pagamento para os clientes.

Assim você também consegue evitar que o seu negócio precise solicitar um empréstimo para pagar alguma conta. Ou até mesmo dívida que foi adquirida para comprar alguma matéria-prima de fornecedores. Se você não tem as informações corretas, pode acabar precisando utilizar o cheque especial.

Outra vantagem da conciliação bancária é que você passa a saber os reais gastos da sua empresa em cada setor. Isso ajuda empresários a perceberem as despesas que antes não tinham e nem faziam o controle. Sendo assim, você terá a consciência real da situação financeira da sua empresa, dos gastos e receitas.

Vantagens da conciliação bancária

Você já sabe que a conciliação bancária é indispensável para os empreendimentos e serve para que os donos tenham um total domínio da situação financeira da empresa. Confira outras vantagens da conciliação bancária:

– Maior controle do fluxo de caixa: esse fator implica em ter uma visão para poder se basear no futuro. Sendo assim, é possível montar estratégias e estipular metas para o seu empreendimento.

– Confiança para realizar transações bancárias: se a sua empresa tem um saldo bancário confiável, isso permitirá que você tenha uma maior segurança no momento de realizar determinadas transações.

– Possibilidade de planejamento do orçamento de forma efetiva: isso acontece quando você tem um controle do saldo bancário da sua empresa. Dessa forma, é mais fácil pensar em um planejamento do orçamento.

– Integra os dados com a contabilidade ajudando na melhoria dos demonstrativos: é comum que os dados financeiros e contábeis sejam processados de forma separada. Porém, quando isso ocorre pode ser que aconteçam perdas de informações. O ideal é que esses dados estejam integrados. Dessa forma, não haverá duas informações divergentes, sendo uma contábil e outra financeira.

Passo a passo para montar uma conciliação bancária

Você deve estar se perguntando como fazer uma conciliação bancária, ou deve estar achando que é difícil montar uma. Para montar uma conciliação bancária, é preciso escolher por uma planilha ou um sistema de gestão.

1º passo: registrar o saldo de todas as contas

Para quem quer montar uma conciliação bancária, a primeira coisa a fazer é registrar todos os saldos das contas bancárias da empresa. Se você utilizar um sistema de gestão, anote os saldos separados. Assim será possível localizar um determinado erro, caso ocorra.

No caso da planilha, a regra é a mesma. Será necessário ter uma planilha para cada conta bancária da sua empresa, e não esqueça de anotar o saldo inicial de cada uma delas.

2º passo: anote todas as operações financeiras

O próximo passo será você anotar todas as movimentações financeiras que estão acontecendo no seu empreendimento. É importante que você anote as informações a partir do momento que começar a montar a conciliação bancária, e não as transações anteriores.

Quando for registrar uma transação é importante que determinadas informações estejam anotadas. São elas: data, descrição, categoria, valor, e se a movimentação é de entrada ou saída.

3º passo: calcule o saldo da conta

Depois de anotar todas as transações financeiras, será preciso calcular e manter o saldo das contas bancárias atualizado. Registre o valor de todas as compras, até mesmo as pequenas. É importante que você anote as informações nas planilhas e setores corretos.

4º passo: conferência da conciliação bancária

Realize sempre no final do dia a conferência de todas as transações realizadas naquela data, para só assim fazer a conciliação bancária. Sendo assim, o valor que tem na conta bancária deverá ser o mesmo que está registrado na planilha ou no sistema de gestão.

Como anda a Gestão da sua empresa?

conciliação bancária

Gestão empresarial é o conjunto de ações e estratégias aplicadas em um negócio. Administrar o próprio negócio é um grande desafio e exige muita dedicação por parte dos empresários.

Uma das maneiras mais efetivas de melhorar a gestão empresarial é fazer o planejamento e o controle de atividades.

Defina os processos e atribua, explicitamente, responsabilidades aos membros de sua equipe. Quer mais dicas? Entenda mais sobre o que é gestão empresarial.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Carência no plano de saúde: o que é e como funciona
abrir conta para filhos
falar de dinheiro em casa
consórcio-Yamaha
dívidas