Bancos e fintechs com o melhor custo-benefício do país

Escrito por: Mateus Carvalho em 23 de setembro de 2019

Você sabe quais são os bancos e fintechs com o melhor custo-benefício do Brasil? A CVA Solutions realizou uma pesquisa para descobrir. De acordo com o estudo, o Nubank foi considerado a instituição financeira com o melhor custo-benefício do país.

Já o Inter e o Sofisa aparecem na segunda e na terceira colocação do ranking, respectivamente. Vale ressaltar que ao analisar as 10 primeiras instituições financeiras, a maioria são bancos digitais.

Muitas fintechs oferecem serviços de bancos digitais e de cartões de crédito
Saiba quais são as fintechs com o melhor custo-benefício

O banco Neon aparece na quinta posição, seguido pelo Next e o Original. E essa preferência dos consumidores por esses bancos se deve pelos custos competitivos. Isso porque oferecem as tarifas gratuitas aos consumidores.  

O estudo avaliou desde canais de atendimento ao consumidor, como por exemplo atendimento telefônico e serviços bancários pelo celular, até o custo dos produtos oferecidos.

É importante frisar que a pesquisa foi respondida por 6.150 pessoas de todo o Brasil, que tem conta corrente. 

Fintechs com o melhor custo-benefício ficam na frente pela praticidade

Uma das causas que explica o fato de as fintechs estarem na frente dos bancos tradicionais é a praticidade, simplicidade e o custo mais competitivo. É o que explica Sandro Cimatti, sócio-diretor da CVA Solutions. “As fintechs conquistaram pela boa experiência oferecida ao cliente”, diz.

O sócio-diretor acrescenta que a conta digital é o primeiro contato do consumidor com a fintech. “Se gostar da experiência, o cliente passa a utilizar o cartão de crédito, realiza empréstimos e até investimentos.”

Além das fintechs, os bancos tradicionais também estão no ranking da pesquisa. E as instituições financeiras em destaque são as contas voltadas ao setor de clientes de alta renda. 

Entre os bancos tradicionais, o Itaú Personnalité é o melhor posicionado, na quarta colocação. Completando as 10 primeiras posições estão o Bradesco Prime, em nono, e o Santander Van Gogh, em oitavo.

É importante frisar que os benefícios dessas contas são bem avaliados pelos usuários, estes que vão desde o atendimento personalizado até a consultoria financeira.

Em relação aos custos, apesar de algumas tarifas serem um pouco mais caras do que os outros segmentos, os clientes conseguem isenção devido ao relacionamento com o banco.

Veja a lista completa dos bancos e fintechs com o melhor custo-benefício

Nubank

Inter

Sofisa

Itaú Personnalité

Neon

Next

Original

Santander Van Gogh

Bradesco Prime

10º Itaú

11º Banrisul

12º Santander

13º Itaú Uniclass

14º Caixa 

15º Bradesco

16º Banco do Brasil

17º Banco do Brasil Estilo

Diferença entre bancos e fintechs

Se você está pretendendo abrir uma conta, porém está na dúvida entre os bancos tradicionais e as fintechs, saiba que é necessário levar diversos fatores em consideração.

Um deles é a diferença entre essas duas instituições financeiras.

Confira abaixo alguns pontos dessas diferenças.

As fintechs são mais amigáveis

As fintechs têm uma comunicação mais descontraída e amigável do que os bancos tradicionais. E isso acontece tanto no site da empresa, no e-mail, no atendimento telefônico quanto no presencial.

É importante frisar que ser amigável é colocar-se no lugar do cliente e desenvolver processos, produtos e formas de acesso ajustadas à necessidade de cada pessoa. Uma grande diferença que as pessoas sentem é quando é necessário abrir uma conta.

Nos bancos para se abrir uma conta bancária é preciso ir a uma agência com a documentação que é exigida. Vale ressaltar que alguns bancos já contam com a opção de abrir a conta por meio do aplicativo.

Enquanto para abrir uma conta em uma fintech, o cliente só precisa acessar o aplicativo por meio do smartphone. O que facilita no dia a dia dos consumidores.

Além disso, os bancos tradicionais estão investindo em atendimentos online e no internet banking. Porém ainda estão longe de oferecer soluções de problemas de forma totalmente digital, fazendo com que os clientes tenham que ir até a agência.

As fintechs têm base tecnológica

Como você deve saber, diferentemente dos bancos tradicionais, as fintechs investem em base tecnológica. Dessa forma, elas conseguem fazer mais por menos. E ao utilizar a tecnologia para facilitar os processos internos, as fintechs reduzem a necessidade de espaço.

Por terem estruturas menores, quando comparados aos bancos, as startups financeiras conseguem focar em problemas específicos, com mais facilidade e resolvê-los. O que não acontece com as instituições financeiras tradicionais.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Como usar a conta digital e fugir do banco tradicional
Saque do PIS/Pasep
fgts
render seu dinheiro
Como sacar o FGTS