Conversor de moedas Transferência internacional

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

7 maneiras de dar um jeito nas suas dívidas

Escrito por: Mateus Carvalho em 21 de novembro de 2018

Se você está com contas em aberto e acha que não é possível dar um jeito nas suas dívidas, saiba que está enganado. Mas para sair do vermelho, é provável que você precise abrir mão de alguns hábitos e precise mudar um pouco a sua rotina.

Existem diversas dicas para te ajudar a dar um jeito nas suas dívidas, que vão desde um planejamento financeiro até o hábito de guardar dinheiro mensalmente. Além disso, após quitar todas as suas contas em aberto você poderá começar a ter mais equilíbrio financeiro.

dar um jeito nas suas dívidas

E com uma vida financeira bem controlada será possível fazer com que o seu patrimônio cresça e até mesmo realizar algum sonho, como uma viagem por exemplo. Depois de dar um jeito nas suas dívidas, você ainda poderá aplicar o seu dinheiro e fazer ele trabalhar para você!

Como dar um jeito nas suas dívidas

1) Faça um planejamento financeiro

Esse deve ser o primeiro passo a ser tomado para quem quer dar um jeito nas dívidas. Para isso você pode utilizar planilhas ou aplicativos de celular. É importante anotar todos os gastos, dessa forma você terá um controle de entrada e saída de todo o dinheiro.

Além disso, você também pode separar cada entrada e saída entre gastos fixos e variáveis, outra vantagem é a possibilidade de identificar e reduzir as despesas com supérfluos. E lembre-se que os de menor valor também devem ser levados em consideração.

2) Comece a pagar as dívidas

Para dar um jeito nas suas dívidas a única forma é pagando, certo? Por isso, após realizar o seu planejamento financeiro é necessário começar a se planejar para pagar as contas em aberto. Separe o valor que é considerado essencial para pagar as dívidas.

Porém, caso você não tenha todo o dinheiro, uma alternativa é tentar negociar os valores. Algumas instituições financeiras disponibilizam descontos para quem paga à vista. Outra possibilidade é você dividir o valor total em prestações que consiga pagar.

3) Defina um limite mensal

Esse é um ponto muito importante para você conseguir dar um jeito nas suas dívidas. É preciso definir um valor limite para poder negociar com os credores. Além de evitar que você assuma um compromisso que não conseguirá arcar no futuro.

Por isso, faça as contas e uma simulação de quantas prestações você pode pagar em um determinado valor. Leve também em consideração o número de parcelas e quanto tempo vai demorar para que você consiga quitar toda a dívida.

4) Prepare-se para imprevistos

Todo mundo sabe que imprevistos sempre podem ocorrer. Por isso, é importante sempre estar preparado para caso ocorra algo não previsto nos seus planos. Os imprevistos podem ser desde gastos com reforma, consertos no carro, perda de emprego e doenças na família.

Esses fatores são os mais comuns para que atrasos no pagamento das contas ocorram. Quando isso acontece e você não está preparado, as dívidas podem acabar sendo acumuladas novamente. Por isso, quando começar a realizar o pagamento das contas, reserve um valor mensal para cobrir possíveis imprevistos.

5) Faça uma reserva de dinheiro

Você já sabe que precisa estar preparado para futuros imprevistos que possam ocorrer, e a melhor forma é tendo uma reserva financeira de emergência. Para isso, é necessário que você separe mensalmente um determinado valor, que não fará falta nas suas despesas.

É recomendado por especialistas que as pessoas guardem, no mínimo, o valor equivalente a seis meses das suas despesas mensais. Porém, você pode guardar uma pequena quantia e aos poucos ir aumentando o valor a ser guardado. Dessa forma, você estará preparado para qualquer imprevisto que aconteça.

6) Defina uma estratégia de negociação

Para você dar um jeito nas suas dívidas, é preciso que defina uma estratégia de negociação. Comece pensando que nos argumentos que você apresentará aos credores, além de levar todos os documentos necessários que comprovem seus argumentos.

Caso tenha dúvidas sobre os valores ou qualquer outro assunto, é um direito seu perguntar até que tudo esteja esclarecido. Você pode argumentar que se pagar à vista deve ter um desconto maior. Verifique se esse percentual realmente vale a pena para você.

Outro tópico a ser levado em consideração durante a negociação é quanto de juros você vai pagar, caso parcele a dívida. Além disso, questione também quanto tempo depois sua situação será regularizada em órgãos como o Serasa.

7) Tem algo que não usa? Venda

Essa pode ser uma alternativa caso você não tenha todo o dinheiro para dar um jeito nas suas dívidas. Muitas pessoas têm dentro de casa um móvel ou roupas que não têm mais utilidade, e caso estejam em condições de uso você pode vendê-los.

Além de conseguir uma grana extra para sair das dívidas, você ainda pratica a economia sustentável. Para isso, realize um levantamento de todos os itens que você não utiliza mais. E lembre-se que existem diversos meios para vender, desde lojas virtuais, grupos de vendas e brechós.

Como acabar com a dívida do cheque especial

Perdeu o controle das finanças e está se perguntando como se livrar da dívida do cheque especial? Apesar da prática não trazer vantagens a longo prazo, é comum encontrar pessoas desesperadas com o saldo bancário após a solicitação do serviço.

O problema é que os juros do cheque especial são altíssimos, o que faz com que o cliente do banco se enrole no pagamento. Pedir dinheiro emprestado ao banco pode gerar, além de uma bola de neve, um ciclo vicioso autodestrutivo.

Pode parecer o fim do mundo, mas tem como você sair dessa situação. Saiba como acabar com a dívida do cheque especial.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe um comentário

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

renegociar-FIES
pagamento-com-QR-Code
transição-de-carreira
emplacamento
Doutorados como PhD