Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioColunistasO que o lendário gestor da Bridgewater, Ray Dalio, pensa sobre o...

    O que o lendário gestor da Bridgewater, Ray Dalio, pensa sobre o Bitcoin?

    5
    (3)

    Ray Dalio é uma das personalidades mais influentes do mercado financeiro e do mundo dos investimentos como um todo. Com uma fortuna avaliada em 20 bilhões de dólares, Ray chama a atenção quando fala sobre seus investimentos.

    Publicidade

    Ray também é conhecido por seu livro “Princípios”, onde ele elenca cinco princípios fundamentais para que uma pessoa atinja o sucesso. Além do livro, é comum que Ray Dalio apareça na mídia norte americana e mais recentemente aparece rasgando elogios ao Bitcoin.

    Uma das entrevistas mais icônicas do famoso gestor de fundos de investimento foi durante a crise de 2020, onde Dalio repetidas vezes disse: “Cash is trash” – que em tradução literal seria “dinheiro é lixo”, mas Dalio quis dizer, basicamente, que dinheiro impresso não tem valor se for guardado.

    Quais os propósitos do dinheiro, segundo Dalio?

    Dalio define que o dinheiro possui dois propósitos. O primeiro é que o dinheiro sirva como uma moeda de troca, o segundo é que seja um meio de criar e acumular patrimônio.

    A priori, segundo esses propósitos, o Bitcoin poderia ser classificado como dinheiro. Porém, há dois anos, Dalio dizia que o Bitcoin era muito volátil e por isso não poderia ser classificado como dinheiro ou reserva de valor.

    Mais recentemente em entrevista para Lex Fridman em dezembro de 2021, Dalio mostrou que mudou de ideia a respeito do ativo digital. Ele afirmou que com a diminuição da volatilidade e a adoção institucional da criptomoeda pode categorizar o Bitcoin como uma reserva de valor e moeda de troca.

    Publicidade

    Afinal, qual a melhor reserva de valor segundo o lendário investidor?

    Muitos investidores que acreditam no Bitcoin olham para o ativo digital como a melhor reserva de valor existente. O Bitcoin possui um limite pré-programado de 21 milhões de moedas, jamais foi invadido e é facilmente verificado como original, ou seja, impossível de se falsificar.

    Além de possuir a facilidade de transferências instantâneas ao redor do mundo, diferente das moedas fiduciárias e até mesmo dos metais preciosos como o ouro.

    moeda sendo retirada de uma carteira
    Bitcoin é considerado por muitos como a melhor reserva de valor existente

    Ray Dalio coloca que o Bitcoin tem se mostrado impressionante nos últimos 13 anos de existência, e que é um grande e forte candidato ao posto de melhor ativo de reserva de valor do mundo, porém Dalio afirma que ainda não é possível bater o martelo sobre este tema, pois o ativo ainda é muito jovem.

    Dalio acredita que estamos entrando em uma era, onde haverá uma enorme competição de moedas para se tornarem “a principal reserva de valor”, principalmente após a impressão descontrolada de dinheiro nos últimos dois anos por conta das diversas crises que presenciamos no mundo.

    Nesta nova era, não teremos somente cripto ativos, mas também ativos controlados por governos e bancos centrais, porém uma característica haverá em comum entre todos os candidatos, a característica de serem digitais.

    Publicidade

    O que levar de lição sobre os pensamentos de Dalio?

    Não podemos ignorar os anos de experiência e toda a vivência de mercado dos gurus como Dalio.

    Inicialmente, Dalio não era um entusiasta do Bitcoin e com o tempo começou a ver o lado positivo do ativo. Outros gurus como Charlie Munger e Warren Buffett abominam o Bitcoin e preferem não ter este tipo de ativo em suas carteiras.

    Vale a pena sempre estar de olho e ouvir os conselhos de investidores lendários. Porém ainda mais importante é conhecer a fundo os fundamentos dos ativos que escolhemos investir e estarmos nós mesmos confortáveis com as nossas decisões de investimento, independente de qualquer opinião de gurus financeiros.

    Conheça Renato Carvalho, colunista do FinanceOne

    Com vasto conhecimento sobre o mercado de moedas digitais, Renato Carvalho é colunista do FinanceOne. Semanalmente, ele traz informações importantes sobre criptomoedas. Fique de olho!

    Renato é administrador com experiência como executivo do setor de educação internacional e empresas de consultoria empresarial e auditoria “BIG 4”.

    Publicidade

    Investidor de renda variável desde sua adolescência, produz conteúdo de educação financeira, mostrando o que faz com o seu próprio dinheiro “skin in the game”. Especialista em criptoativos e negócios disruptivos.

    É Bacharel em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Université Libre de Bruxelles (Bélgica) e mestre em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).

    Confira outros textos de Renato Carvalho, colunista do FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Renato Carvalho
    Renato Carvalho
    Renato é administrador com experiência como executivo do setor de educação internacional e empresas de consultoria empresarial e auditoria “BIG 4”. Investidor de renda variável desde sua adolescência, produz conteúdo de educação financeira, mostrando o que faz com o seu próprio dinheiro “skin in the game”. Especialista em criptoativos e negócios disruptivos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioColunistasO que o lendário gestor da Bridgewater, Ray Dalio, pensa sobre o...

    O que o lendário gestor da Bridgewater, Ray Dalio, pensa sobre o Bitcoin?

    5
    (3)

    Ray Dalio é uma das personalidades mais influentes do mercado financeiro e do mundo dos investimentos como um todo. Com uma fortuna avaliada em 20 bilhões de dólares, Ray chama a atenção quando fala sobre seus investimentos.

    Publicidade

    Ray também é conhecido por seu livro “Princípios”, onde ele elenca cinco princípios fundamentais para que uma pessoa atinja o sucesso. Além do livro, é comum que Ray Dalio apareça na mídia norte americana e mais recentemente aparece rasgando elogios ao Bitcoin.

    Uma das entrevistas mais icônicas do famoso gestor de fundos de investimento foi durante a crise de 2020, onde Dalio repetidas vezes disse: “Cash is trash” – que em tradução literal seria “dinheiro é lixo”, mas Dalio quis dizer, basicamente, que dinheiro impresso não tem valor se for guardado.

    Quais os propósitos do dinheiro, segundo Dalio?

    Dalio define que o dinheiro possui dois propósitos. O primeiro é que o dinheiro sirva como uma moeda de troca, o segundo é que seja um meio de criar e acumular patrimônio.

    A priori, segundo esses propósitos, o Bitcoin poderia ser classificado como dinheiro. Porém, há dois anos, Dalio dizia que o Bitcoin era muito volátil e por isso não poderia ser classificado como dinheiro ou reserva de valor.

    Mais recentemente em entrevista para Lex Fridman em dezembro de 2021, Dalio mostrou que mudou de ideia a respeito do ativo digital. Ele afirmou que com a diminuição da volatilidade e a adoção institucional da criptomoeda pode categorizar o Bitcoin como uma reserva de valor e moeda de troca.

    Publicidade

    Afinal, qual a melhor reserva de valor segundo o lendário investidor?

    Muitos investidores que acreditam no Bitcoin olham para o ativo digital como a melhor reserva de valor existente. O Bitcoin possui um limite pré-programado de 21 milhões de moedas, jamais foi invadido e é facilmente verificado como original, ou seja, impossível de se falsificar.

    Além de possuir a facilidade de transferências instantâneas ao redor do mundo, diferente das moedas fiduciárias e até mesmo dos metais preciosos como o ouro.

    moeda sendo retirada de uma carteira
    Bitcoin é considerado por muitos como a melhor reserva de valor existente

    Ray Dalio coloca que o Bitcoin tem se mostrado impressionante nos últimos 13 anos de existência, e que é um grande e forte candidato ao posto de melhor ativo de reserva de valor do mundo, porém Dalio afirma que ainda não é possível bater o martelo sobre este tema, pois o ativo ainda é muito jovem.

    Dalio acredita que estamos entrando em uma era, onde haverá uma enorme competição de moedas para se tornarem “a principal reserva de valor”, principalmente após a impressão descontrolada de dinheiro nos últimos dois anos por conta das diversas crises que presenciamos no mundo.

    Nesta nova era, não teremos somente cripto ativos, mas também ativos controlados por governos e bancos centrais, porém uma característica haverá em comum entre todos os candidatos, a característica de serem digitais.

    Publicidade

    O que levar de lição sobre os pensamentos de Dalio?

    Não podemos ignorar os anos de experiência e toda a vivência de mercado dos gurus como Dalio.

    Inicialmente, Dalio não era um entusiasta do Bitcoin e com o tempo começou a ver o lado positivo do ativo. Outros gurus como Charlie Munger e Warren Buffett abominam o Bitcoin e preferem não ter este tipo de ativo em suas carteiras.

    Vale a pena sempre estar de olho e ouvir os conselhos de investidores lendários. Porém ainda mais importante é conhecer a fundo os fundamentos dos ativos que escolhemos investir e estarmos nós mesmos confortáveis com as nossas decisões de investimento, independente de qualquer opinião de gurus financeiros.

    Conheça Renato Carvalho, colunista do FinanceOne

    Com vasto conhecimento sobre o mercado de moedas digitais, Renato Carvalho é colunista do FinanceOne. Semanalmente, ele traz informações importantes sobre criptomoedas. Fique de olho!

    Renato é administrador com experiência como executivo do setor de educação internacional e empresas de consultoria empresarial e auditoria “BIG 4”.

    Publicidade

    Investidor de renda variável desde sua adolescência, produz conteúdo de educação financeira, mostrando o que faz com o seu próprio dinheiro “skin in the game”. Especialista em criptoativos e negócios disruptivos.

    É Bacharel em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Université Libre de Bruxelles (Bélgica) e mestre em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).

    Confira outros textos de Renato Carvalho, colunista do FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?