Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Prazo de investimento: como escolher o melhor?

Escrito por: Priscila Gomes em 2 de janeiro de 2019

O prazo de investimento é como se fosse a data de vencimento dele. É a data que ele irá “acabar” e você poderá pegar o dinheiro com os rendimentos obtidos durante sua validade. Pode ser dois meses, dois anos e até mesmo 20 anos. Tudo depende da sua situação financeira.

Este prazo de investimento deve ser escolhido no momento da aplicação. Por isso, no momento de compor a carteira de investimentos (ou o portfólio), prestar atenção no prazo de investimento fará a diferença no seu planejamento financeiro.

Para escolher o prazo de investimento ideal para você, é preciso analisar os objetivos a serem alcançados e as aplicações que são mais atraentes para o período que deseja. Confira abaixo 4 dicas para escolher o melhor prazo de investimento para que consiga mais rendimentos no futuro.

Prazo de investimento: como escolher o melhor?

4 formas de escolher o prazo de investimento

#1. Saiba a importância do prazo

Os investidores mais experientes sabem que diversificar a carteira de investimentos é importante para ter uma carteira sólida. O problema é que nem sempre o prazo de investimento é levado em consideração na hora da escolha e organização da carteira. Isso é um problema.

Ao planejar os investimentos, os prazos devem estar alinhados com o objetivo de quem está investindo. Com isso, será possível ter os resultados esperados e evitará frustração e perda de dinheiro. Não adianta, por exemplo, fazer um investimento para 10 anos se precisa do dinheiro em um prazo menor.

A carteira de investimentos deve ser formada de investimentos que tragam rendimentos a curto, médio e longo prazo. O motivo disso é estar amparado em todos os períodos da vida, estejam eles mais próximos ou distantes da realidade atual.

#2. Organize os objetivos

Ao compor a carteira, lembre-se do que pretende fazer com o dinheiro investido. Casar? Pagar uma cirurgia plástica? Comprar um automóvel? Trocar de celular? Fazer intercâmbio? Defina exatamente quais são seus objetivos de vida. Dessa forma, definir o tipo de investimento será mais simples e fará mais sentido.

A partir do objetivo, a definição do custo e período poderá ser determinado. Caso deseje viajar no ano seguinte, é interessante optar por investimentos de curto prazo. Se estiver com mais tempo disponível e não tiver necessidade imediata de utilizar o dinheiro, se direcione aos de maior prazo.

Para os investidores recém-chegados, o ideal é escolher aplicações com menor prazo para conseguir conhecer melhor como funciona o mercado antes de realizar grandes investimentos.

Prazo de investimento: como escolher o melhor?

#3. Defina os riscos

Todo investimento possui um risco, mesmo que seja mínimo. Existem títulos mais seguros e outros mais arriscados, mas que dão mais retorno. O fato é cada um escolhe o risco que está disposto a correr.

Na hora de decidir os produtos que irão compor a carteira, os riscos de cada um devem ser analisados. É necessário se atentar não só com o perfil de investidor que possui e os investimentos que atendam às necessidades, mas também com o que tipo de risco consegue lidar.

Portanto, os riscos devem estar sempre alinhados com os objetivos, metas e perfil de investidor: conservador, moderado ou agressivo.

#4. Entenda o tipo de liquidez

Ok, você já definiu entende a importância do prazo de investimento, definiu o objetivo e os riscos. Agora o próximo passo é entender qual tipo de liquidez se encaixa com suas características de investimento.

Você pode optar pela liquidez diária ou no vencimento. Os investimentos com liquidez diária são indicados para quem acha que irá precisar do dinheiro antes da data de vencimento. O dinheiro pode ser retirado a qualquer momento, como se fosse uma reserva de emergência.

Já os investimentos que possuem liquidez no vencimento são os que você não pode contar com o valor da aplicação até a data de resgate. O dinheiro fica “preso” e não poderá ser retirado antes do período. Estes possuem maior rentabilidade.

baixar ebook gratis

Investimentos para curto e longo prazo

Como já foi dito, seu objetivo irá te levar ao melhor tipo de investimento. Há aqueles em que o retorno é de a partir de 30 dias e os que são para a partir de cinco anos. Entenda as opções de investimentos de curto e longo prazo e faça sua escolha.

Lembre-se: ao escolher os investimentos, aposte na diversificação da carteira, fique atento para não perder os prazos de vencimentos de cada título e invista novamente em outra aplicação.

Opções de investimentos a curto prazo

Os investimentos de curto prazo são os que possuem data de vencimento de 30 dias até dois anos. As melhores opções são para os investidores da linha conservadora: os que preferem mais segurança do que rentabilidade.

– Certificado de Depósito Bancário (CDB)

– Letra de Crédito Imobiliária (LCI) e a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA)

– Tesouro Selic

Opções de investimentos a longo prazo

Os investimentos de longo prazo possuem vencimentos de a partir de 5 anos. Se você só precisará do dinheiro para o futuro, este tipo é o ideal. As aplicações a longo prazo costumam ser mais arriscadas, mas com maior rentabilidade.

– Renda variável

Fundos de investimentos

E aí, já fez sua escolha?

 

Priscila Gomes

Jornalista. Gosto de abraços, aniversários e do Natal. Atualmente produzo conteúdo para internet e faço assessoria sindical.

Deixe um comentário

Posts relacionados

FGC
aplicações-isentas-de-IR
Estudar o risco do investimento é importante para não ter prejuízos futuros
Conta digital Neon lança a opção "arrendondar os centavos"