Início Notícias Finanças Pessoais 6 formas de jogar dinheiro fora

6 formas de jogar dinheiro fora

0
(0)

Se você é o tipo de pessoa que recebe o salário e alguns dias depois fica se perguntando onde o dinheiro foi parar, saiba que pode haver algo errado. Se o dinheiro não está chegando até o final do mês talvez você esteja fazendo algo que é muito comum: jogar dinheiro fora.

Esse é um problema que afeta milhares de pessoas, já que é difícil encontrar alguém que tenha controle total das finanças. Mas como jogar dinheiro fora?

jogar-dinheiro-fora

São pequenas ações que podem fazer com que você gaste determinadas quantias sem necessidade. E isso acontece sem que perceba, e essa é justamente uma das formas de jogar dinheiro fora.

Quer saber se você joga dinheiro fora? Confira uma lista com seis ações que as pessoas costumam fazer sem perceber.

Como jogar dinheiro fora

1) Ter um plano na academia e não ir

Você se matriculou e na academia e não vai? Saiba que essa é uma das formas de jogar dinheiro fora. Percebeu que pequenas atitudes que você toma acabam acarretando na falta do dinheiro? 

É comum que pacotes semestrais e até mesmo anuais ofereçam mais descontos. Porém, isso não adianta se você vai poucas vezes na academia. Mas se ainda assim tem vontade de se exercitar, uma alternativa é aproveitar espaços públicos para as atividades.

Além disso, ainda existem serviços que cobram uma única mensalidade e permitem que o usuário realize diversas aulas diferentes, por um valor mais em conta. 

2) Pagar anuidade do cartão de crédito

O cartão de crédito é uma das formas de pagamento mais utilizadas pelos brasileiros, e muitos acabam pagando a anuidade. Além disso, os valores da anuidade costumam ser altos, assim como as taxas de juros do cartão.

Para quem costuma se endividar de forma mais fácil, o cartão de crédito pode ser um perigo.

Porém, se mesmo assim você ainda quer ter essa forma de pagamento saiba que existem instituições financeiras que oferecem cartão sem anuidade. E com taxas de juros menores.

3) Pagar o valor mínimo da fatura do cartão

Como já foi dito acima, os juros do cartão de crédito são altos e por esse motivo você não deve pagar o valor mínimo da fatura, mas sim o integral.

É comum algumas pessoas não estarem com o orçamento apertado e mesmo assim pagarem o valor mínimo do cartão.

Porém, no próximo mês o valor da fatura poderá ser mais alto por causa dos juros. E dessa forma a dívida vai acumulando até que se torne uma bola de neve. 

O mesmo vale para os pagamentos atrasados.

4) Comprar sempre produtos da mesma marca

Você costuma comprar sempre a mesma marca de sabão em pó? Ou de roupa? Ou de qualquer outro produto? As marcas mais conhecidas, geralmente, também são as mais caras. 

Por isso, é importante variar as marcas dos produtos que você compra. A qualidade pode ser equivalente ou até mesmo superior às das que você utiliza em casa. Por isso, experimente produtos de outras empresas. 

Você pode comparar os rótulos, se os ingredientes forem parecidos, não tem motivo para você comprar o mais caro. Aproveite para economizar o dinheiro e utilizá-lo para outros objetivos. 

Isso também vale para medicamentos genéricos, que costumam ser mais baratos do que os originais. Mas antes de comprar, peça a indicação do seu médico e/ou o farmacêutico, claro.

5) Ter linha de telefone residencial

Mesmo com o celular já tendo substituído a maioria dos telefones residenciais, algumas pessoas ainda têm a assinatura do telefone.

Com isso, acabam pagando o valor da mensalidade por ter a linha. E se você usa ainda deve pagar as ligações, dependendo do seu plano.

Vale ressaltar que se você fica mais na rua do que em casa e todos os seus amigos e parentes têm o número do seu celular, não vale a pena você ficar com a linha residencial.

Porém, um dos motivos que faz com que as pessoas ainda tenham a linha residencial é a burocracia para cancelá-la. 

6) Pagar para ter conta em banco

Os bancos costumam cobrar dos clientes uma mensalidade chamada de taxa de manutenção. O valor pode variar de acordo com a sua conta e a instituição financeira, e quanto mais benefícios você tiver, maior é o valor cobrado.

Mas você sabia que é possível solicitar o pacote básico da conta? E por esse pacote você não precisa pagar nada?

É isso mesmo, porém por não pagar nada por ele, você perde alguns benefícios. Um exemplo é que o número de saques por mês é reduzido.

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Mateus Carvalho
Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Conheça 10 franquias com investimentos de até R$10 mil

A pandemia do novo coronavírus fez com que a procura por microfranquias aumentasse. Em especial, as franquias de até R$10 mil.

Quais são os gastos para manter um carro próprio?

Muitos brasileiros sonham em ter o carro próprio, mas esquecem dos gastos que um veículo pode trazer. E isso acontece porque a...

Como escolher a rede social para seu negócio?

Você sabe como escolher a rede social ideal para o seu negócio? Qual irá fazer a sua empresa crescer e se tornar...

Cartões de crédito sem anuidade: veja os 14 melhores

Procurando por cartões de crédito sem anuidade? Eles conquistaram, definitivamente, espaço na economia brasileira. De acordo com a pesquisa realizada pelo SPC Brasil, cerca de...

Empreendedorismo feminino: o que é e quais os desafios

Falar sobre empreendedorismo faz com que muitas pessoas pensem em empresas grandes ou projetos inovadores. No entanto, empreender vai além disso: é...

5 motivos para investir em Bitcoin em 2020

Diversificar é uma das estratégias mais usadas por investidores de sucesso. Por isso, investir em Bitcoin pode ser uma boa ideia.