Início Notícias Finanças Pessoais Será que vale a pena antecipar o 13º salário?

Será que vale a pena antecipar o 13º salário?

0
(0)

Antecipar o 13º salário é uma opção oferecida pelos bancos nessa época do ano. Cada vez mais brasileiros estão endividados e essa pode ser a solução para reduzir as dívidas.

Esse dinheiro pode significar um alívio para aqueles que estão endividados e também para quem quer economizar já pensando nas despesas do fim deste ano e do início do próximo.

Mas os trabalhadores precisam ficar atentos. Principalmente aqueles que estão com dívidas cujos juros são muito altos. É o caso, por exemplo, do cheque especial e do cartão de crédito.

Apesar de o Banco Central anunciar uma queda nos juros médios cobrados pelas instituições financeiras nessas modalidades de crédito no mês de junho e também no primeiro semestre, eles ainda estão próximos da marca dos 300%. Essas taxas ainda seguem elevadas na comparação com outras linhas de crédito.

antecipar o 13º salário

5 fatores a considerar para antecipar o 13º salário

É claro que a lista pode ser muito extensa, mas antes de realmente considerar a contratação da antecipação de 13º salário, alguns fatores básicos precisam avaliados.

São eles:

1 – Você tem uma dívida com juros mais caros?

2 – Já avaliou outras modalidades de crédito?

3 – Fez uma comparação entre o CET oferecido pelo banco e o de outras instituições?

4 – Precisa do dinheiro antecipado para suprir uma emergência?

5 – Tem condições de honrar com o pagamento do empréstimo para não ficar negativado quando ele for cobrado?

Quando vale a pena antecipar o 13º salário?

antecipar o 13º salárioMuitos bancos oferecem a possibilidade de antecipar o 13º salário. No entanto, é preciso lembrar que a antecipação é na verdade um empréstimo e o dinheiro do 13º é a garantia para a quitação. Por isso esse recurso não deve ser utilizado desnecessariamente.

Antecipar o 13º salário vale para a aquisição de algum bem. Vale também para quem tiver um financiamento. Afinal, vale a pena aproveitar o dinheiro extra para antecipar uma ou mais parcelas.

Lembre-se, no entanto, que quando você faz o pedido de antecipação está considerando um dinheiro que pode vir, mas que ainda não é totalmente garantido. Se você toma um empréstimo de antecipação do 13º salário e é demitido, é possível que não tenha o valor total no momento em que ele for cobrado.

Além disso, no caso do Imposto de Renda, é possível que a restituição seja menor do que o esperado ou mesmo não seja paga. O consumidor tem de estar ciente destes riscos antes de contratar a antecipação.

Crédito consignado é a melhor alternativa para quitar as dívidas

Como vimos, antecipar o 13º salário pode não ser a melhor opção para quitar dívidas. Atualmente, o crédito consignado é a melhor alternativa.

Isso porque os juros dele são menores. O motivo é simples: o banco possui mais garantias de que irá receber o pagamento. Afinal, as parcelas são descontadas diretamente da folha de pagamento ou benefício INSS.

Mas existem outras opções de empréstimo. Mas fique atento!

Na hora de pegar um empréstimo no banco é preciso avaliar diversos requisitos além dos juros. Qual o prazo para quitação do débito? Quais as sanções e multas em caso de atraso no pagamento?

Outros pontos essenciais para análise é o chamado Custo Efetivo Total (CET). O CET é a soma de todas as taxas cobradas pela financeira, incluindo juros, seguro e outros valores.

Por vezes, mesmo que o banco tenha juros menores, seu CET pode ser mais alto que o de um banco com juros mais altos. Por isso, ele deve sempre ser avaliado.

Analise se o empréstimo é a melhor saída

Em geral, duas situações podem levar você a pensar que a melhor solução é buscar empréstimo ou financiamento: dificuldades financeiras ou expansão dos negócios. No entanto, é preciso avaliar bem se essa saída é indicada, além de estar seguro antes da decisão.

Por isso, antes de antecipar o 13º salário, comece a organizar a sua vida financeira. Isso significa entender quanto e com o que você gasta para adequar suas despesas a seu salário. Anote todas as contas e outras despesas, separando-as entre obrigatórias e supérfluas.

Lembre-se que a disciplina é o pilar que sustenta todas as suas outras ações financeiras. Por isso, não caia na tentação de sair do orçamento ou protelar a criação da sua reserva.

Confira algumas dicas do FinanceOne muito eficientes e comece agora a organizar sua vida financeira!

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Rafael Massadar
Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Renda Cidadã: governo anuncia programa para substituir Bolsa Família

O governo do presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta segunda-feira, 28, o novo programa de transferência de renda: o Renda Cidadã, que vai...

IR 2020: caiu na malha fina? Saiba como regularizar a situação

Se você não teve a declaração do Imposto de Renda 2020 liberada até o último lote da restituição, é bem provável que...

Quanto custa fazer um intercâmbio nos EUA?

Intercâmbio nos EUA continua uma das prioridades para boa parte dos brasileiros que viajam ao exterior para estudar. O país só perde...

5 sinais que você mantém padrão de vida acima da sua renda

Gastar mais do que se ganha e viver um padrão de vida que não condiz com a sua realidade são efeitos da...

10 podcasts sobre investimentos para você ouvir

Não sabe onde aplicar seu dinheiro? Os podcasts sobre investimentos podem ser uma maneira eficiente de absorver conselhos e aprendizados de pessoas...

5 erros mais comuns ao usar cartão de crédito

Você já se complicou alguma vez utilizando o cartão de crédito? Ficou com preocupação com a fatura do próximo mês? Se a...